Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Verde de inveja

por José Mendonça da Cruz, em 07.03.21

Eu tenho inveja dos senhores espanhóis que venderam um milhão de euros de sucata ferroviária cheia de amianto a Pedro Nuno Santos. Eu tenho inveja do que riram esses empresários, e outros, e mais os Estados a quem Santos apontou aquele negócio como grande exemplo que todos deviam seguir.

Eu tenho inveja do senhor Neeleman, que foi a rir até ao banco com 55 milhões de euros no bolso, e deixou nas mãos de Santos, que proclamava tê-lo expulso, uma companhia aérea falida e sem hipótese de recuperação a dois anos.

Eu terei inveja do senhor da Groundforce quando conseguir um empréstimo garantido pelas acções da sua empresa, que ficará nas mãos de Santos se as viagens aéreas não recuperarem nem este ano nem no próximo.

Eu tenho inveja de Pedro Nuno Santos por conseguir destruir tanto valor, tanta riqueza, tanto emprego, e por desbaratar tantas pipas de dinheiro que não são dele, sem que, no entanto, o aflija o remorso, o enriqueça a aprendizagem, ou lhe falte o aplauso babado das redacções das tvs.


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.03.2021 às 19:44

Caro Senhor
Resumiu na perfeição o que, não sendo uma tragédia, seria uma deliciosa ironia.
E não, não consigo ter inveja desse energúmeno que dizem ser ministro, que , tal como tantos deste ajuntamento chamado governo, escondem uma indigência intelectual e profissional por trás de meia dúzia de chavões políticos, iguais ao que já fariam quando eram jotinhas na escola.
E, para haver ou remorso, ou, e, aprendizagem, teriam que haver préviamente valores, e capacidade de raciocínio minimamente elaborada. 
Quanto às "redacções da TV's, ninguém as tem definido melhor do que o Sr. em escritos anteriores.


Tristes tempos os que vivemos: Se ainda vivesse, Sousa Franco diria que era o pior governo desde D.Maria, a primeira.


Melhores cumprimentos


Vasco Silveira
Sem imagem de perfil

De Mauritano a 07.03.2021 às 22:22

Pois! E mais não digo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.03.2021 às 00:50

Invejável. Obras primas negociais tal como outros negócios similares realizados nos tempos do PS / Sócrates, também na altura me levaram a comentar a maravilha que é negociar grandes projectos, PPs autoestradas barragens direito de travessia túneis(?) pontes, com estes governantes socialistas. Quando deixam de ser governates até surgem muito bem governados.
Imagem de perfil

De SAP3i a 08.03.2021 às 08:13

Quer fazer como os Liberais, que queriam arrancar as vinhas do Douro porque não eram competitivas?
Imagem de perfil

De SAP3i a 08.03.2021 às 08:18

Se vocês não fossem de Esquerda e de Direita, e quisessem servir Portugal...Em vez de,...
Imagem de perfil

De SAP3i a 08.03.2021 às 08:21

... de porem os vossos militantes nas empresas que privatizam. São 47 anos de Abrilismo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.03.2021 às 21:01

De tanto desgosto, vergonha e raiva que sinto pelo meu país ser vilipendiado por estes escroques, às vezes dou comigo a desejar o estatuto de apátrida.
Este país está a ser desmantelado e ninguém vê e ninguém se importa.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D