Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Venham as consequências, sim!

por José Mendonça da Cruz, em 25.09.14

O primeiro-ministro Passos Coelho prometeu que tirará dos resultados da investigação sobre as suas antigas situações na AR e na Tecnoforma e sobre as suas antigas declarações de impostos todas «as conclusões e consequências». Gostaria que assim fizesse, que tirasse todas as conclusões e que levasse as consequências até ao limite do possível.

 

Não creio que Passos Coelho esteja em falta. Creio que, com a sua incompreendida frieza, está a cozinhar em lume brando os críticos que julgam estar a cozinhá-lo a ele. E estou seguro que, estando em falta, se demitirá do cargo de primeiro-ministro. Uma consequência dramática.

Mas não estando em falta, deve tirar conclusões e consequências de igual dramatismo.

As primeiras devem ser políticas e respeitar ao seu próprio governo. Ou seja, PPC deve reunir com a ministra e tratar de alterações legislativas na Justiça, para evitar que gangsters se aproveitem de deficiências e lacunas. É que as coisas são como Miguel Sousa Tavares explicava: qualquer crápula pode fazer uma queixa infundada à Procuradoria; a queixa fica lá; um crápula amigo nos media pergunta, depois, à Procuradoria se existe uma queixa; a procuradoria diz que sim; e é quanto basta para atirar lama.

O primeiro-ministro deve, depois, elaborar finalmente uma política de comunicação social. É que há em muitas redacções abundância de imbecis e canalhas, cegos por causas tontas ou ávidos de um osso no futuro. São aqueles que, mal «os seus» são condenados em tribunal por corrupção e abusos ocultos, inventam faces ocultas nos outros. São aqueles que inventam, que invocam «suspeitas» sem provas, que dizem que «alegadamente» há «uma impressão geral de que», aqueles que escavam processos enterrados na justiça com os quais possam difamar, relativos a questões prescritas, de preferência, para dificultar o desmentido.

O primeiro-ministro deve elaborar uma política de comunicação consistente e pensada, mas deve, antes, processar -- em processos pesados e onerosos para os orgãos de comunicação social que acoitarem bandidos -- os militantes da lama e das campanhas.

E, por fim, o primeiro-ministro deve divertir-se, como ganhou o direito de fazer. Deve ir à Assembleia e confrontar os bloquistas e os junqueiros que não enxergam a ponta do pé mas se julgam impolutos e justicialistas. E espero que, ao menos aí, se divirta muito. 



Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Das coitadas das farmacêuticas: "Na verdade, já ho...

  • Anónimo

    EUA pagam 1,6 bilhão de dólares à Novavax para ace...

  • Anónimo

    As patentes não são roubadas pois tantos americano...

  • Anónimo

    A coisa já demora tanto a chegar que o governo pas...

  • Anónimo

    A maior parte das pessoas não sabe o que signififc...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D


    subscrever feeds