Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vende-se a Torre dos Clérigos

por João-Afonso Machado, em 06.01.24

Trata Pedro Nuno Santos.

Oportunidade imperdível.  Transporte da pedraria por meios aéreos ou ferroviários em data a combinar com outrém.

PS - Pedro Santos, Imobiliário, Saúde e Transportes, Lda. -"No limiar da sobrevivência,  o pudor nada pode valer" é o nosso lema de bem servir o público.

(Hoje fechado para balanço anti-PSD)


13 comentários

Imagem de perfil

De O apartidário a 06.01.2024 às 16:43

E vende-se para depois nacionalizar ou não? 
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 06.01.2024 às 16:53

Logo que definida a questão da Tap.
Provavelmente a torre dos Clérigos substituirá a fascista de Belém 
Sem imagem de perfil

De Albino Manuel a 07.01.2024 às 13:03

A fascista é um grande monumento europeu. A daí é uma curiosidade local. 


É tão simples como isto: para o guia Michelin viagens, a Torre de Belém tem duas ou três estrelas, isto é, merece por si a visita ou um desvio. A lá de cima tem uma estrela, quer dizer, se por lá passar veja.


Resumindo: não se ganha nem se perde grande coisa com essa estaca. Bonito, bonito, é a vista do Porto com o Douro, as pontes e a sé.
Sem imagem de perfil

De Figueiredo a 06.01.2024 às 18:08

Deviam era vender e despachar para bem longe sem direito a retorno, troca, ou, devolução, quem está à frente da Diocese do Porto e o Executivo liberal/maçónico do Porto, o Nosso Partido/Porto, o Nosso Movimento/Aqui Há Porto.
Imagem de perfil

De zé onofre a 06.01.2024 às 18:56

Boa tarde, João-Afonso Machado


Portugal começou a ser vendido no dia em que PS/PSD/CDS nos entregaram nas mãos da então CEE, hoje UE.
Infelizmente foi assim.
Quem sempre mais lucrou com as nossas dificuldades foram os nossos "velhos aliados".
Para apoiarem a restauração de Portugal, levaram Tânger e Bombaim.
Para nos ajudarem, porque nós os ajudamos não lhes fechamos os portos, como exigia Napoleão, levaram-nos o negócio do Brasil, obrigando -nos obrigando-nos a abrir-lhes os portos daquela colónia. Não satisfeitos ainda fizeram de Portugal uma colónia e para os corrermos tivemos que fazer a Revolução Liberal.
Contudo, Eça de Queiroz não estava com contemplações "patrioteiras" como eu o fiz acima, não. Eça de Queiroz era pragmático e comparava as colónias  salvas de prata que um fidalgo arruinado arrecadava, enquanto os seus filhos morriam de fome e na miséria. Então usemos as suas palavras "Pois bem, estes quatro milhões de portugueses são os filhos esfomeados do Estado, para quem as colónias estão como velhas salvas de família […] hesitará o Estado em as vender?" (in Uma Campanha Alegre, Eça de Queiroz, Livros do Brasil, sd, pág. 168).
Se os governos constitucionais nos trouxeram até este estado de "vil tristeza", e não conseguem pôr este país a produzir riqueza e a distribuí-la com equidade pois que vendam os monumentos Nacionais todos e quando não houver mais nada para vender que nos vendam como escravos.
Porque, tenho para mim, que a culpa da má governação não é dos governantes, mas nossa que escolhemos ora uns, ora outros para voltar aos ora uns, …
Bom fim de semana,
Zé Onofre 
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 06.01.2024 às 19:59

Dou- lhe toda a razão Zé Onofre.
Mas há uns com mais lábia e menos escrúpulos do que outros.
Uma boa noite.
Imagem de perfil

De O apartidário a 07.01.2024 às 09:00

O dito centro politico (por cá e por outras paragens),mais à esquerda,claramente, que direita, faz lembrar,e muito,a realidade politica italiana nos anos 80/90(quem não tem memória disso que faça uma busca na net que vai entender porque hoje há “populistas”(ou seja os maus populistas se acreditarmos nos "bons" populistas que nos “divertem” todos os dias) a governar a Itália e não só(isso enquanto os papagaios do costume continuam na mesma lenga-lenga,e com frases batidas,qual cassete comunista, como 'não passarão' etc e tal).
Imagem de perfil

De O apartidário a 07.01.2024 às 10:53

Não Passarão,ou baralhar para voltar a dar as mesmas cartas viciadas


https://imagenssem.blogs.sapo.pt/nao-passaraoou-baralhar-para-voltar-a-79659
Sem imagem de perfil

De urinator a 07.01.2024 às 09:34

lema ps e congresso PNS
Io sono nato in un dolce paeseDove chi sbaglia non paga le speseDove chi grida più forte ha ragioneTanto c'è il sole e c'è il mare blu
Sem imagem de perfil

De urinator a 07.01.2024 às 09:43

Os Cegos de Michel de Ghelderode
Imagem de perfil

De Kruzes Kanhoto a 07.01.2024 às 12:36

Saberá PNS a taxa de iva a aplicar aos calhaus?
Imagem de perfil

De O apartidário a 10.01.2024 às 14:59

E os calhaus saberão a taxa de iva a aplicar a PNS?

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Jo

    Duas ou três empresas não são concorrência.O ajust...

  • balio

    cito um dicionário cuja primeira edição é de 1956R...

  • henrique pereira dos santos

    Eu cito um dicionário cuja primeira edição é de 19...

  • balio

    Os dicionários atuais já incluem montes de estrang...

  • balio

    As maiores empresas em Portugal estão numa posição...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D