Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Uma curiosidade

por henrique pereira dos santos, em 27.02.17

Como sabemos hoje a publicação das estatísticas offshores é uma questão central para o país.

Como sabemos houve um Secretário de Estado (Sérgio Vasques) que determinou a sua publicação e levou essa publicitação à prática.

Sabemos hoje que durante vários anos essas estatísticas não foram publicadas por um "erro de percepção" entre outro Secretário de Estado (Paulo Núncio) e a Autoridade Tributária.

O que ainda não sei, e tinha curiosidade em saber, é que diligências foram feitas durante esses quatro anos, pelos senhores deputados, no âmbito da fiscalização dos actos do Governo, para entender esta suspensão de publicitação e retomar a sua publicação, uma questão que, como sabemos hoje, era absolutamente central e essencial para o combate à fraude fiscal.

Perguntas ao governo, questões nas audições dos responsáveis, comissões de inquérito, uma coisinha qualquer.

Ou os senhores deputados, que acham esta questão da publicação das estatísticas absolutamente central, não deram pela ausência dessa publicação durante quatro anos e são politicamente irresponsáveis?



8 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.02.2017 às 18:38

No Insurgente: "Desde que Mário Centeno tomou posse como ministro das finanças saíram cerca de 10 milhões de euros por dia para offshores do banco público. Nenhuma destas transferências pagou imposto. Mário Centeno sabe de tudo isto, conhece os valores e mesmo assim decidiu não fazer nada, deixando que 10 milhões de euros saiam todos os dias do banco público. Mais surpreendentemente, BE e PCP nunca questionaram o governo sobre esta fuga de capitais do banco público."

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Tanta tretaDe que falamos?Somos seres humanos ou m...

  • Anónimo

    Neste seu texto você parte de um pressuposto falso...

  • Jose Miguel Roque Martins

    Concordo. Essas importâncias, hoje para a seguranç...

  • Elvimonte

    A propósito de geografia.Os dois padrões das ILI -...

  • Anónimo

    Um conhecido constitucionalista esclarece a sua po...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D