Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um regime, dois partidos, uma enorme confusão.

por Jose Miguel Roque Martins, em 28.10.20

O  que mais me impressiona, nas medidas contra o Covid, não é a sua eficácia mais que duvidosa. Afinal o governo precisa de mostrar as suas garras e o povo exige placebos. O nível de confusão  que o PS e o PSD, o regime,  conseguem lançar na vida dos pobres cidadãos é que me parece sobrenatural.

Os atropelos á constituição nem são o pior. Afinal estamos num País onde compreendemos que os nossos maiores nos têm que proteger mesmo contra a nossa vontade e a lei! Nem vale a pena pois, falar dessas minudencias...

O realmente extraordinário é que, apesar de tantos, tão ilustres e tão inteligentes deputados, supervisionados por um jurista tão extraordinário como o nosso presidente, conseguem produzir e passar leis que são uma total confusão.

Os mais recentes exemplos são a proibição de circulação entre concelhos e o uso de mascara: ou ninguém as percebe, ou destinam-se a meia dúzia de cidadãos, ou pretendem exatamente não terem eficácia por serem inconstitucionais ou ineficazes.

È este o triste retrato do nosso regime!



13 comentários

Sem imagem de perfil

De balio a 28.10.2020 às 10:00


No caso das máscaras na rua, fazem uma lei inaplicável devido à sua ambiguidade: só se é obrigado a usar máscara quando fôr impraticável manter o distanciamento, mas não se define essa impraticabilidade de forma clara.


Eu por mim, tal como durante o confinamento obrigatório todos os dias me desloquei para o trabalho, e jamais alguém me chateou por o fazer, vou fazer o mesmo com a lei das máscaras: ando sempre sem máscara na rua, e espero que jamais alguém me chateie por isso.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 28.10.2020 às 10:17


Natural, a promoção da mediocridade é de facto o objectivo essencial do regime se formos a ver a ideologia do ensino.


PS: há outra hipótese... criar conflitualidade legal para dar trabalho ao excesso de advogados.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.10.2020 às 11:44

Já agora um conselho: a proibição de circulação é entre concelhos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.10.2020 às 12:39

o senhor devia tentar dar menos erros. Ajuda a credibilidade.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.10.2020 às 13:06

 "tantos, tão ilustres e tão inteligentes deputados"

A menos que esteja a ser irónico, RM, ultimamente ando muito em desacordo consigo. Salvo honrosas  excepções, no geral, os deputados actuais são de uma mediania confrangedora (incluindo governantes) facto que tem contribuído para este regime clientelar que trouxe a degradação da própria Democracia e, por causa disso, tem dispensado ou afastado os melhores dos melhores.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.10.2020 às 14:24

'vale mais ser do BENFICA do que ser rico'
os pulhiticos que vão BARDAMERDA
Sem imagem de perfil

De balio a 28.10.2020 às 16:01


Hoje no noticiário da hora do almoço vi que o governo está a preparar mais um conjunto de medidas anti-covid, a serem adotadas num conselho de ministros extraordinário a ter lugar no sábado.
Fiquei preocupado. Que mais disparates incongruentes, indefinidos e ineficientes virão aí? Que mais limitações disparatadas e inúteis à liberdade estarão a congeminar?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.10.2020 às 22:03


Sobre o 'Great Reset' (que está por detrás da agenda Covid)



https://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2020/10/28/the-great-reset.aspx
Sem imagem de perfil

De Elvimonte a 28.10.2020 às 22:41

Sobre o título do post.
Proposta de alteração: "Um regime dos partidos, uma profusão de idiotices"


Sobre as máscaras.
Máscara em espaços abertos? Para além de ridículo é ineficaz. [1], [2]


Por isso a Preservita, empresa virtual que até agora fabricava preservativos de lã e cachecóis para os ditos cujos, destinados a resguardar do frio as partes pudendas de namorados machos frequentadores de jardins em pleno Inverno, se propõe agora fabricar preservativos de latex gigantes, quais burqas antivirais dos tempos modernos.


Tendo já efectuado registo provisório de patente, a empresa destaca a total  protecção que um verdadeiro meio não-poroso garante quando desenrolado pela cabeça abaixo e estendendo-se até aos pés.


De acordo com os mais recentes estudos de mercado, a empresa espera vender milhões de unidades deste inovador dispositivo de protecção. Inúmeros governos manifestaram já intenção de adquirir quantidades substanciais do produto para uso obrigatório de todos os políticos, jornalistas e otários avulso, afinal os únicos merecedores de tão elevada protecção.


[1] "Nonpharmaceutical Measures for Pandemic Influenza in Nonhealthcare Settings—Personal Protective and Environmental Measures"
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7181938/


«Although mechanistic studies support the potential effect of hand hygiene or face masks, evidence from 14 randomized controlled trials of these measures did not support a substantial effect on transmission of laboratory-confirmed influenza.»



[2] "Effectiveness of personal protective measures in reducing pandemic influenza transmission: A systematic review and meta-analysis"
https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28487207/



«Meta-analyses suggest that (...) facemask use provided a non-significant protective effect (...).» 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.10.2020 às 22:58

se tem os dois partidos não tem cornos inteiros

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Vasco Silveira

    ..." temos 3 instituições: as forças armadas, os b...

  • Anónimo

    Pois! Isso foi notícia. Mas é claro, indignnações ...

  • Jose Miguel Roque Martins

     O problema é parecer ou  querer serem p...

  • Anónimo

    Os militares não actuam de livre vontade. Tem que ...

  • Anónimo

    Brilhante artigo. Mais um crme da responsabilidade...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D