Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um conselho, leiam os evangelhos.

por Miguel A. Baptista, em 24.08.21

A Bíblia Sagrada é uma compilação de diversos livros escritos por autores distintos em diferentes épocas.  

A Bíblia não é um todo coerente. Ao Deus irado e vingativo do Antigo Testamento sucede o Deus de amor e compaixão do Novo. 

Como tal, em muitos casos, ler a Bíblia, sem um esforço de contextualização e reflexão (exegese) não é grande exercício. Por exemplo, sempre que o livro do Genesis foi lido literalmente, como se de um livro científico se tratasse, tal deu mal resultado, ainda que eu ache belíssima a descrição da criação do mundo e, curiosamente, relativamente semelhante ao que entendemos com sendo o Big Bang. 

No entanto, existe uma parte da Bíblia, a mais importante, que, normalmente, não exige grande esforço de contextualização, os evangelhos. Os evangelhos, que contam a passagem de Cristo pela terra, podem ser lidos quase com literalidade. São mais actuais do que o jornal da manhã. 

Para mim é sempre surpreendente o número de cristãos que nunca se dedicou a leituras bíblicas. Pois bem, se me permitem um conselho, comecem pela leitura dos evangelhos. Este conselho estende-se aos não-crentes que poderão ver em Cristo, não Deus feito homem, mas apenas um místico fascinante. 

Dificilmente encontrarão leitura mais inspiradora. 



5 comentários

Sem imagem de perfil

De pitosga a 25.08.2021 às 11:22


Deixe-se de beatices.
Mais valera que recomendasse que fossemos ler o que o Senhor seu Pai escreveu.
E nos desse essa lista.
Sem imagem de perfil

De António Ladrilhador a 25.08.2021 às 11:42


De acordo. Nos meus tempos de catolicismo, não só li como ouvi todos os Domingos passagens dos Evangelhos, alguns deles escritos décadas após os supostos factos por pessoas que deles apenas ouviram falar. Mas, nem por isso deixam de ser uma leitura inspiradora, que faz sentir e, sobretudo, pensar.
Ora, por falar em pensar, lembrei-me de que talvez queira refletir um pouco - racional, e não axiomaticamente - sobre a questão fundamental a qualquer religião: a da existência, ou não, de uma Divindade.
Como já tete a amabilidade de se intressar por alguns dos meus escritos, permito-me sugerir-lhe mais um, no qual procuro, pela lógica, responder à questão: "Afinal, Deus Existe?".
No Mosaicos, em https://mosaicosemportugues.blogspot.com/2021/07/afinal-deus-existe.html
Boa leitura, e peço-lhe que depois comente o que lhe ocorrer.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.08.2021 às 19:58

O Génesis (Antigo Testamento) é, como muitas outras,  uma narração sobre a Criação e Origem do Cosmos, do Universo, do Mundo e do Homem. É portanto aquilo  que se designa um "Mito de Criação". Todos os Povos, Culturas e Civilizações procuraram uma explicação para a Génese do Universo e da Criação e assim surgiram as narrativas (mitos). Conhecemos melhor os Mitos Gregos, mas também há os Maias, os Aztecas, os Africanos, os Japoneses, os povos Nórdicos, etc..... Todos têm em comum a sua linguagem misteriosa, simbólica, hermética e, julga-se, carregada de sentidos ocultos,  próximos da Verdade primordial.( As semelhanças com o Big Bang é um facto e um relato semelhante encontra-se no Poimandro atribuído ao Hermes de Trimegisto).  
Os Cabalistas, os Herméticos, os Místicos, os Gnósticos, os Teosofistas, os Religiosos, os Teólogos, os que têm Fé,.... dedicam-se a decifrar a linguagem dos mitos e dos textos sagrados, porque crêem poder desvendar o sentido que se oculta na sua  mensagem, e assim atingir o Sagrado, a Contemplação das Verdades transcendentes e espirituais (=o Conhecimento) a que uns chamam  Gnose, os budistas chamam Iluminação, outros Nirvana,  outros estado de Graça, etc. 
Parece-me, pois, no mínimo, muito simplista fazer uma interpretação literal de qualquer texto sagrado.
Sem imagem de perfil

De balio a 26.08.2021 às 16:59


Ao Deus irado e vingativo do Antigo Testamento sucede o Deus de amor e compaixão do Novo.


Em rigor, o Deus do Antigo Testamento é um criminoso de guerra da pior espécie. Não hesita em dizimar povos, incluindo mulheres e crianças, matando-os da forma mais bárbara para fazer prevalecer o seu Povo Eleito. Há passagens do Antigo Testamento que são de fugir.


Já o Deus de amor e compaixão é o do Corão, mais do que o do Novo Testamento. "O Clemente, o Misericordioso" é como o Corão designa Deus.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.08.2021 às 15:34

E ainda veio para aqui e bem criticar os Talibã...lavagem de cérebro envagélica, não tem nada de diferente da islâmica, e sendo ainda por cima também baseada num livro, e o Deus do Antigo Testamento, está, nos nossos dias, mais do que presente, porque senão tivesse, não teríamos as várias catástrofes que temos, pelo que e por favor, dispenso lavagens cerebrais, abomino mesmo, dado não acreditar em nada de nada, o Deus, de amor, nos tempos modernos, não tem mesmo nada...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Nuno

    Pelo menos foi honesto quando disse que não contas...

  • Anónimo

    Compete ao Estado zelar por nós, dizem. Mas, e se ...

  • Anónimo

    Tempos difíceis se aproximam e o Costa põe o corpi...

  • Anónimo

    https://blasfemias.net/2021/10/26/vai-se-a-ver-a-c...

  • Anónimo

    Subscrevo. Um período de má memória que vai deixar...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D