Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tino! Tino! Tino!

por João-Afonso Machado, em 28.12.15

RIBEIRA.JPG

O espantoso argumento, posto a correr, de Marcelo há anos em campanha eleitoral, por via dos seus semanais comentários na TV, esse raivoso queixume da inimitável Esquerda, é bem demonstrativo do que se irá passar já em Janeiro: um coro de cinco ou seis vozes candidatas, aproveitando os respectivos tempos de antena para, em uníssono, deitar abaixo o seu adversário, à partida o favorito - esse mesmo que, para eles, personifica a Direita. O mal a abater.

A questão não é excessivamente importante. Constituiria um puro exercício académico conjecturar qual a diferença entre Marcelo e, por exemplo, Sócrates, caso a a vida tivesse corrido a contento deste último e, após tantos e tão corrosivos domingos de palco televisivo, concorresse às Presidenciais também. Mas que ela sobrexistiria, essa diferença, sobrexistiria sim.

Importante será constatar que a República é isto: um regime cuja chefia de Estado divide uma fatia de eleitores contra outra fatia dos mesmos, algo mais delgada.

Neste sentido, nem sequer pelas suas linhas programáticas (???), mas antes pelo seu resultado nas urnas, a única candidatura que serve a Portugal é a do Tino de Rans.

 

(Fotografia tirada de uma estrada calcetada de Rans, Penafiel).

Autoria e outros dados (tags, etc)



Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D

    subscrever feeds