Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Para mais tarde recordar

por Pedro Correia, em 02.11.09

"Sócrates não teve dificuldade nenhuma em constituir o Governo."

 

"Porque é que o primeiro-ministro haveria de deitar fora pessoas com mérito? Teixeira dos Santos, Luís Amado e Vieira da Silva são grandes ministros em qualquer governo, em qualquer circunstância."

 

"Mariano Gago é glorificado pelas instituições da ciência."

 

"É um Governo para enfrentar os problemas que o País tem pela frente. Só por um exercício diletante se podia calcular que Sócrates esquecesse os eixos fundamentais do Governo anterior, que foram ministros competentes, que fizeram reformas."

 

"[Os novos ministros] são pessoas qualificadas, ninguém pode pôr isso em dúvida."

 

"É um Governo bastante forte. E vai prová-lo com certeza absoluta."

 

"Este Governo´é coerente, tem uma política bem organizada e vai lutar para resolver os problemas do País."

 

"Esses [partidos da oposição] são a favor da confusão."

 

Emídio Rangel no programa 'Directo ao Assunto', da RTP-N

Uma boa estreia

por Pedro Correia, em 04.03.09

 

Boa estreia, ontem à noite, do programa Cara a Cara, na TVI 24, com Augusto Santos Silva (pelo PS) e Nuno Morais Sarmento (pelo PSD). Houve debate a sério, com vivacidade, mordacidade e opiniões frontais. E também com uma moderação atenta do Paulo Magalhães, profissional com muita tarimba, como tem comprovado ao longo de anos na Rádio Renascença. É estimulante que estes programas de debate se multipliquem nos canais televisivos, até para não ouvirmos sempre as mesmas caras com as mesmas vozes a defenderem as mesmas teses ao serviço das mesmas damas e dos mesmos cavalheiros. Esta diversificação é bem vinda. Longe começam a ficar os tempos em que duas ou três figuras tinham o monopólio da opinião em Portugal, o que espelhava bem o atraso do País.

Tags:

As coisas que a gente aprende

por Pedro Correia, em 23.12.08

Frase escutada há minutos na televisão: "O crescimento económico nos EUA decresceu 0,5 por cento."

Tags:

Son ami Sócrates

por Pedro Correia, em 29.10.08

Acabo de ouvir Mário Soares no seu habitual programa da RTP. Faz duríssimas críticas a todos os dirigentes europeus - Angela Merkel, Gordon Brown, Nicolas Sarkozy...

Todos? Todos não. Abre uma calorosa excepção para José Sócrates, "uma pessoa responsável, com coragem". Sobre as legislativas do próximo ano, parece não ter dúvidas: "Acho que as pessoas vão escolher outra vez o Sócrates."

Não sei se isto é serviço público. Mas é seguramente um excelente serviço prestado pelo fundador do PS ao actual secretário-geral do seu partido. No mesmo canal em que Marcelo Rebelo de Sousa se viu recentemente forçado a reduzir para metade as suas intervenções em antena por determinação dos cronometristas da ERC, legitimamente preocupados com a salvaguarda da equidade política.

Temo o pior. Será que o cronómetro subitamente se avariou?

Tags:

A televisão que por aqui há

por Pedro Correia, em 11.08.08

Meia-noite de ontem. Procuro os noticiários televisivos para saber as últimas do mundo. Interessam-me, particularmente, as informações sobre a evolução da guerra no Cáucaso, com a invasão russa da Geórgia. Na SIC Notícias, Rui Santos debita as suas copiosas sentenças sobre futebol com uma incontinência verbal capaz de transformar Marcelo Rebelo de Sousa num modelo de concisão. Afasto-me dali, tento em alternativa a RTP N. Notícia de abertura: "O FC Porto venceu a Lazio de Roma por 2-1."

País monotemático, este: a oferta noticiosa parece indiciar que os portugueses só querem saber de futebol. Pois eu acho que não. Entretanto, sintonizei a BBC para ficar informado. E fiquei mesmo.

Tags:

Serviço "público"

por Pedro Correia, em 26.06.08

1. A RTP, pelo visto, não conseguiu entrar no Museu da Electricidade, em Lisboa, onde ontem o ex-Presidente americano Bill Clinton deu uma interessante conferência (estive lá, com o Francisco Almeida Leite). À noite, o canal público transmitiu uma fugaz imagem de Clinton no carro que o transportou, "acompanhado de uma das filhas". Espantoso: a RTP desconhece que Bill Clinton tem apenas uma filha, Chelsea.

2. Ainda ontem, zapping nocturno. Paro na RTP: há um concurso apresentado por Tânia Ribas de Oliveira, moça que me parece competente. Pergunta: "Quem escreveu The Gay Science - Freddie Mercury, Freud ou Nietzsche?" Arregalo os olhos de espanto: The Gay Science?! As concorrentes não sabiam: uma delas arriscou "Freddie Mercury". Vendo bem, seria o mais lógico. "Errado. Foi Nietzsche", corrigiu a Tânia. Belisquei-me. Nietszche escreveu mesmo uma obra com aquele nome? O que diria o professor Paulo Quintela deste serviço "público"?

 

Tags:

Mário Soares e Ana Lourenço

por Pedro Correia, em 19.06.08

Depois do futebol, ontem à noite, fui saltando canais. Na SIC Notícias, entrevistado por Ana Lourenço, o insuspeito António Vitorino sublinhava o óbvio: o Tratado de Lisboa "está por um fio". Na RTP, Mário Soares procurava imitar Ana Lourenço entrevistando Hugo Chávez em portunhol. Devia ser serviço público, tratando-se do canal do Estado, mas pareceu-me apenas tempo de antena ao "homem forte" de Caracas, que tratava Soares por tu enquanto este o tratava por usted.

Voltei à SIC Notícias. Detesto as camisas vermelhas de Chávez e prefiro Ana Lourenço a Mário Soares.

Tags:

Uma das frases do mês

por Pedro Correia, em 12.06.08

"Há um excesso de qualidade na equipa [portuguesa]."

Rui Tovar, ontem, na RTP-2

Tags:

Quadratura laranja

por Pedro Correia, em 06.06.08

Na Quadratura do Círculo, ontem à noite, António Lobo Xavier estava tão feliz com a eleição de Manuela Ferreira Leite que cheguei a interrogar-me se já teria trocado o CDS pelo PSD.

Tags:

O debate

por Pedro Correia, em 29.05.08

 

  

 

Pedro Santana Lopes estava com cara de "Vou continuar a andar por aí". Mário Patinha Antão estava com cara de "Eu é que sou presidente da Junta." Pedro Passos Coelho estava com cara de "Liberal, eu?!". Manuela Ferreira Leite (será obrigatório ter três nomes para concorrer à presidência do PSD?) estava com cara de "Tirem-me daqui."

 

A doutora Ferreira Leite perdeu o debate, por larga margem. O doutor Patinha Antão venceu. As melhores frases da noite foram dele.

Anotei algumas:

- "A senhora devia ter pensado mais na área social quando foi ministra [para Ferreira Leite]."

"O PSD tem muito mais do que a senhora doutora."

"É inacreditável [para Ferreira Leite]."

"Valha-nos Deus!"

 

Clara de Sousa, uma das estrelas da SIC, esteve bem na moderação. Tão bem como Manuela Moura Guedes estivera na imoderação do debate anterior, na TVI.

Tags:

Isto é serviço público?

por Pedro Correia, em 26.05.08

Vi ontem a segunda metade do Telejornal da RTP. Só a segunda metade.

Os temas foram os seguintes:

- Foi fabricado um pastel de Tentúgal com seis metros de comprimento.

- Foi atribuída a Palma de Ouro de Cannes a um filme francês.

- O treinador do Chelsea foi despedido.

- Pauleta saiu do Paris St Germain.

- Um português chamado Tiago Reis "venceu a primeira ronda do mundial de surf".

- Um piloto francês venceu o rali transatlântico.

- Pedro Passos Coelho e Pedro Santana Lopes prosseguem campanha no PSD.

- Jerónimo de Sousa na tradicional romagem ao túmulo de Catarina Eufémia em Baleizão.

- Os reis da Noruega vêm a Portugal.

- Houve 17 mortes por violência doméstica em Portugal nos primeiros tres meses do ano.

- 13 mil mulheres participam numa corrida contra o cancro.

- Jornalistas espanhóis querem Cristiano Ronaldo no Real Madrid.

- Scolari foi desejar "boa sorte" ao concerto de Tony Carreira em Viseu.

 

Daqui se conclui o seguinte:

- A RTP tem estranhíssimos critérios de alinhamento de notícias, o que a leva a pôr o pastel de Tentúgal à frente das mortes por violência doméstica, da campanha interna do PSD ou das declarações do secretário-geral do PCP.

- O chamado "desporto" ocupa cerca de dois terços do espaço informativo.

- Isto não é serviço público.

Tags:

O debate

por Pedro Correia, em 23.05.08

Um cavalheiro mete os pés pelas mãos, outro tem um discurso redondo que não chega a parte nenhuma, a senhora surge grávida de sentido de Estado. O país boceja.

Tags:

Mais de uma hora de telejornais sem notícia

por Pedro Correia, em 05.05.08

Vi com atenção os noticiários das 20 horas do último sábado nos três canais generalistas. E cronometrei o tempo que cada um dedicou ao chamado "caso Maddie". O que preencheu menos tempo de antena foi a RTP: mesmo assim, tivemos direito a DOZE minutos de "Maddie" no canal público. Seguiu-se a TVI, que nesta matéria acabou por ser mais comedida do que julguei: "apenas" DEZASSETE minutos. O prémio coube indiscutivelmente à SIC, com os seus TRINTA E OITO minutos de emissão sobre o aniversário do desaparecimento da "pequena Maddie". No total, uma hora e sete minutos de antena. Isto, note-se, apesar de não haver uma única notícia digna desse nome: o caso está parado há meses, não surgiu o menor vestígio sobre a criança, o mistério permanece tão denso como no primeiro dia, o "segredo de justiça" impede (e bem) a divulgação pública de alguns pormenores sobre a investigação.

Assim se faz jornalismo televisivo em Portugal. E ainda há quem se queixe de as audiências estarem a fugir a sete pés dos canais generalistas para o cabo...

Tags:

Obviamente parciais

por Pedro Correia, em 18.04.08

Gostei da declaração de estreia de António Costa na Quadratura do Círculo da SIC Notícias. O presidente da Câmara de Lisboa e número dois do PS não podia ter sido mais sincero: "Eu não vou aqui fingir que sou comentador independente e imparcial. Vocês também não são", disse ele, olhando de frente Pacheco Pereira e Lobo Xavier. Nenhum dos outros dois contestou.

Tags:

Samba de uma nota só

por Pedro Correia, em 09.04.08

Os canais portugueses de televisão, sempre alheados do que se passa em Espanha, concederam uma atenção mínima ao debate parlamentar de investidura de Rodríguez Zapatero no segundo mandato como chefe do Governo. Do mínimo que reportaram, não sobrou nada que acentuasse o actual carácter conflitual da vida política espanhola: dir-se-ia que Zapatero governa no vácuo. Vi ontem as brevíssimas peças de dois desses canais e reparei que só deram voz ao presidente do Governo espanhol. Do líder do principal partido da oposição, Mariano Rajoy, não se ouviu um pio. Como se não tivesse falado no Congresso de Madrid. Mas falou. Tive de esperar pelo noticiário da uma da manhã, na TVE, para saber.

Tags:

O voto de Pacheco e Xavier

por Pedro Correia, em 03.04.08

 

Quando falta pouco mais de um ano para uma eleição crucial em Lisboa, onde se jogará um mandato autárquico de quatro anos, António Costa, presidente da câmara da capital, consegue um palco mediátivo invejável, na Quadratura do Círculo da SIC Notícias. Em tempo de "guerra", não se limpam armas - e este posto bem poderá ajudá-lo a livrar-se da incómoda maioria relativíssima que tem nos paços do concelho, partindo desde já à conquista da maioria absoluta. Mas o mais interessante é que o faz com o aval de Pacheco Pereira e Lobo Xavier, de quem partiu a ideia de o escolher para o lugar que Jorge Coelho ocupava desde 2005 como comentador residente do programa.

Depois das conhecidas adesões de José Miguel Júdice e Maria José Nogueira Pinto, isto dá uma ideia da "abrangência" de que Costa é bem capaz.

Só lamento que o Paulo Gorjão tenha entrado em licença sabática, anunciando uma nova despedida temporária da blogosfera, e não possa portanto comentar, com a sua acutilância habitual, este judicioso voto de Pacheco e Xavier...

 

ADENDA: ler o que o Jorge Ferreira escreve aqui.

Tags:

Só falta mesmo o Sócrates...

por Pedro Correia, em 02.04.08

 

António Costa, presidente da Câmara de Lisboa e número dois do PS, será o novo comentador residente na Quadratura do Círculo, da SIC-Notícias. O facto seria quase irrelevante, não fosse a própria SIC - para desfazer eventuais equívocos - ter ontem esclarecido que a nova "contratação" se deveu a sugestões dos outros comentadores, Pacheco Pereira e Lobo Xavier.

Curiosa escolha. Pacheco e Xavier não sugeriram um comunista ou um bloquista, que poderiam criticar o Governo pela esquerda no referido programa, além de suprirem uma clamorosa falha no pluralismo opinativo desta "Quadratura". Também não sugeriram uma voz crítica do PS - António José Seguro, Ana Gomes ou Henrique Neto, por exemplo, já para não falar em Manuel Alegre. Não se lembraram de ninguém melhor do que Costa, que será naturalmente o mais institucional dos comentadores. Já consigo até imaginar Pacheco a acusá-lo, numa das próximas emissões do programa, de "fazer propaganda" socialista, como acusou antes José Magalhães e Jorge Coelho.

Acusação que não deixará de provocar sorrisos, partindo de quem foi co-responsável pela escolha...

Só apetece perguntar: quando terá José Sócrates direito ao seu próprio espaço como "comentador" num canal televisivo? Aqui deixo a sugestão, à consideração de José Pacheco Pereira e António Lobo Xavier.

Tags:

O mundo começou anteontem

por Pedro Correia, em 29.03.08

"A segunda travessia do Tejo já tem dez anos", disse-nos há pouco uma voz supostamente bem informada no Jornal Nacional da TVI. E eu a julgar que "a segunda travessia do Tejo" - das mais de duas dezenas existentes, em Portugal e Espanha - já tinha mais de 110 anos, por remontar a meados do século XIX...

 

Tags:



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Zé dos Grelos

    Não existe nenhuma pandemia, trata-se apenas de sa...

  • Anónimo

    os enormes holofotes sobre uma infeção que pode vi...

  • Anónimo

    A OMS não aconselhou o fecho de fronteiras no iníc...

  • Anónimo

    O autor do texto enxerga fora da caixinha. Parabén...

  • Anónimo

    para escapar ao golpe militar do familiardesfrizou...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D

    subscrever feeds