Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Não é para todos

por Vasco M. Rosa, em 29.03.16

O mundo incrédulo assiste ao nó górdio brasileiro apodrecido, sem perceber como vai desatar-se uma crise política, económica e institucional com dimensões de icebergue, que massacra um país imenso, num continente a que já chamaram latrina.

Lula da Silva é apenas um dos responsáveis por essa hecatombe do Brasil, que a cada semana dá passos firmes para o abysmo. Mas ele acredita que é o salvador da pátria, e supõe que basta a sua intervenção para normalizar o país.

Eu vejo-o mais como alguém que claramente enlouqueceu autocraticamente com a vertigem do poder e já não tem a mínima noção do que se passa, a responsabilidade que tem e delira perigosamente com a ideia de que o seu afamado e insuflado prestígio internacional basta para boas decisões de governo. E não basta mesmo... 

Não esquecer que ele é um grande admirador de Fidel e de Chávez. Ora isso: —

A democracia não é para todos...

Lula.jpg

A corrupção boa

por João Távora, em 21.03.16

 (...) Se o potencial corrupto é “um dos nossos” trata-se invariavelmente de uma cabala; se o potencial corrupto é um adversário político, deve ser linchado. Este maniqueísmo, que corrompe a inteligência, está espalhado na sociedade e atravessa todos os quadrantes políticos. É evidente que vive da enorme tolerância com que, tanto em Portugal como no Brasil, as elites convivem com o fenómeno da corrupção.

Em Portugal, o caso Sócrates foi exemplar a este respeito. (...)

 

Ana Sá Lopes sem papas na Lingua hoje no Jornal i 

À descarada

por João Távora, em 17.03.16

A situação política no Brasil tresanda a "ética republicana". O presidente da república protege os da sua facção... 

Nojo br

por Vasco M. Rosa, em 15.03.16

15286490.jpeg

Quem queira saber como acabar com o resto de credibilidade dum país, pois pergunte a Lula e Dilma. Eles sabem! Um dia depois de imensas manifestações pelo impeachment da presidente-marionete, os principais jornais anunciam que para evitar ser preso a qualquer momento Lula vai aceitar ser ministro, escapando por enquanto a decisão do poder judicial. (Uma manobra que o primo Maduro venezuelano seria capaz de riscar, o que merece ser lembrado.) Se ainda fosse preciso provar que o PT está a fazer muito mal ao Brasil, esta jogada torpe chegaria e sobraria. Que tudo isto acabe rapidamente, para bem dum grande país — que merece muito mais e melhor. 

Palavras tolas, orelhas moucas

por João Távora, em 29.03.11

 

As declarações de Lula da Silva à comunicação social ontem num jantar com Mário Soares e José Sócrates sobre a malignidade duma intervenção do FMI e que hoje ribombam nos media, como qualquer wishful thinking, são completamente inúteis. Certo, certo, é que o Estado português terá que se financiar nas próximas semanas em milhares de milhões de euros para cumprir os seus compromissos. Foi nos mandatos deste governo socialista, que ainda sonha com obras faraónicas como o TGV e o novo Aeroporto de Lisboa, que a dívida da república quase duplicou. Se mais ninguém lhe emprestar dinheiro, não restará outra alternativa a Sócrates do que pedir ajuda ao FMI. Cá se fazem cá se pagam!



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D