Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A minha pátria é a língua portuguesa *

por João Távora, em 01.06.13

"Angola recebe festivamente Dom Duarte de Bragança, demonstração clara que naquele país a tão propalada hostilidade a Portugal deve ser interpretada como desconfiança em relação aos titulares do regime. Dom Duarte é para os angolanos "o Rei de Portugal"

 

Miguel Castelo Branco

 

* Fernando Pessoa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Com quem?

por Vasco M. Rosa, em 30.07.11

 

Que Luanda seja indicada como a capital mais cara do mundo não tem merecido, como julgo adequado, os devidos comentários nos média portugueses. É patético! Por um lado, importa lembrar que há muito que Portugal deixou de ter correspondentes nas antigas colónias, o que dá sinal da falsidade da política lusófona e admite, sem indignação, que nenhuma liberdade de imprensa é consentida por essas bandas. Por outro, há uma cortina de silêncio conveniente aos negócios em curso ou prometidos ou perspectivados pelo muito que há a fazer-se lá para tornar o país num lugar digno.

Mas como perdemos todo o respeito a nós mesmos como pátria quase milenar, como fracos, pobres e mal remediados que no fundo somos, cedemos a conveniências do momento e baixamos a cabeça diante de atitudes de sobranceria racista justificadas ou não como suposto ressentimento dos tempos coloniais.

Dir-se-ia que, empurrado por tanto lixo informativo televisivo e impresso, Portugal não se pensa, não se levanta, não se lança. E àqueles que acreditam que uma crise aguda é o início dum novo ciclo (positivo) pergunto apenas: mas com quem?

Autoria e outros dados (tags, etc)

De acordo com relatos insertos no Angola24horas.com, a nomeação de Yitzhak Yanuka foi recusada pelo governo angolano.

A nomeação do embaixador de Israel em Angola foi recusada por Angola devido ao facto do Embaixador, Yitzhak Yanuka, ser abertamente homossexual, de acordo com um relatório publicado na imprensa.

O Embaixador Israelita Yitzhak Yanuka está em Angola com seu parceiro, Mikey Goldstein, desde 1995. Goldstein é o chefe da comissão de Jerusalém Open House, e durante anos foi um activista da comunidade gay e lésbica de Israel.

Alguns meses atrás, o Ministério das Relações Exteriores israelita aprovou a nomeação Yanuka e esperou pela aprovação do governo Angolano. As Autoridades angolanas não emitiram uma recusa oficial para evitar prejudicar as relações, mas não confirmaram a nomeação.

Um porta-voz da embaixada israelita em Luanda, Angola, disse na semana passada que a embaixada tinha ouvido relatos dos media locais angolanos que a demora da nomeação Yanuka estava ligada à sua homosexualidade, mas não pôde confirmar se foi este o caso.

O porta-voz disse igualmente que um artigo em num dos jornais de Angola afirmou que o facto de Angola ter relutância em aprovar a nomeação de Yanuka pode ter-se originado a partir de preocupações de que ele traria o seu parceiro para Luanda.

Nas últimas semanas, Goldstein teria decidido que não iria acompanhar Yanuka se ele fosse nomeado, mas o Governo angolano ainda não aprovou as suas Cartas Credenciais.

Yanuka depois decidiu anular a sua candidatura para o cargo, uma decisão que o Ministério dos Negócios Estrangeiros Israelita disse que era por "razões pessoais".

O porta-voz da embaixada disse que ninguém da embaixada foi informado pelo governo angolano porque é que a nomeação Yanuka foi adiada e disse que funcionários do governo angolano temiam que a nomeação do diplomata israelita "poderia pôr em risco o relacionamento entre o governo israelita e o governo  angolano”.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Salva qualquer um com magros resultados no balanço...

  • Anónimo

    o pescador é um predadoranualmente são lançadas no...

  • Anónimo

    os seres humanos anteriores à agricultura morriam ...

  • António

    A I.L. pode não ter amarras, mas tem tiques. Não f...

  • Anónimo

    Não havendo escrúpulos,sem atenção à diversidade d...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D

    subscrever feeds