Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Onde pára a polícia?

por João Távora, em 29.04.08

Na sequência do assalto à esquadra de Moscavide, os polícias “exigem mais segurança dentro das esquadrasnoticia o DN de hoje. Se o problema é de recursos humanos, eu sugiro que a PSP recorra ao outsourcing para colmatar a lacuna do sistema: para as zonas mais problemáticas poder-se-á avençar uns "seguranças da noite", da branca do Porto ou da negra de Lisboa. Certamente estas criaturas, se escolhidas a dedo, serão conhecedoras dos gangs e delinquência local e negociarão com facilidade a paz e segurança dentro de portas. Por outro lado, se por mero acaso algum desafortunado for condenado por algum crime, basta transferir o seu posto de trabalho para dentro da cela.
Para as esquadras localizadas em lugares mais pacíficos, penso que bastará um "Securitas" sentado a uma secretária a limar a unha. Este será um tremendo elemento dissuasor, para mais se for apoiado por um daqueles tradicionais sistemas electrónicos: uma câmara de vigilância e um alarme ligado à central, que quando activado soará em simultâneo... na esquadra da polícia, para um eficaz e pronto socorro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nas colunas

por João Villalobos, em 24.03.08

 

Cécile Corbel, «Je m'endors»

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dia dos namorados

por Corta-fitas, em 14.02.08
«Will you still be sending me a Valentine,
Birthday greetings, bottles of wine...»

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pensamento do dia

por Corta-fitas, em 14.01.08
«Expiring for Love is Beautiful but Stupid»

Autoria e outros dados (tags, etc)

O avião do amor

por Corta-fitas, em 19.11.07

Exactamente quantas pessoas pensam os nossos jornalistas que se vão enfiar num avião, em busca de uma cara-metade para a vida? Pelos vistos, no mínimo uns bons milhares. Só isso justifica que, tenha eu aberto qualquer que fosse o jornal ou revista nos últimos dias, deparasse inevitavelmente com duas páginas sobre essa verdadeira manifestação de crise relacional pós-pós-moderna que é o skydating. Para quem não vai lá pelo nome da coisa, é uma viagem de avião durante a qual os passageiros vão mudando de lugar a cada cinco minutos enquanto decidem se o/a parceiro/a do lado cumpre os critérios elegíveis para a) Casamento, b) Andar com, c) Dar pelo menos uma queca em pleno voo quando a organização não estiver a olhar (dizem que há um clube só de malta que já passou pela experiência).
Com excepção da alínea c), cinco minutos parece-me manifestamente pouco para a tomada de decisão. Isto dito por alguém que admite desde já ter feito escolhas de vida decisivas em menos tempo, embora nem sempre em lugares bem iluminados. A meu favor, saibam pelo menos que quando viajo sozinho de avião não perco tempo em conversas com ninguém, excepto com a hospedeira. Tenho idiossincrasias cá muito minhas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A verdadeira crise dos 40 é isto

por Corta-fitas, em 07.11.07
Há uma série no Fox Life intitulada em português «Mãe e Filha». Estou apaixonado pela mãe...E pela filha. Valha a verdade, ambas partilham um sentido de humor muito acima da média. Tal como respondem as mulheres nos inquéritos das revistas, a mim o que mais me atrai é o sentido de humor. E depois as mãos, o sorriso e outras características delicadas e fofas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Momento fofinho

por Corta-fitas, em 30.10.07
Se bem ouvi, Berardo chamou ontem «querido» a Fernando Ulrich. E em português.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Foi ali, na mesa da direita

por Corta-fitas, em 04.07.07

Se habitualmente a comida de hotel é o que se sabe, há excepções. E uma delas é claramente o restaurante A Viscondessa do Meliá Palácio da Lousã. A capacidade de escolher ingredientes fresquíssimos e uma mão para os condimentos como poucos, é o que tem este chef Orlando Castro. O meu obrigado ao nosso João Távora pela sugestão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alma gémea, procura-se

por Corta-fitas, em 27.06.07

Anda para aí um spam inovador. Quero pensar que é spam e não alguma nossa leitora anglo-saxónica que, lendo os posts que escrevo, avalia os meus dislates de natureza mais íntima como desespero. A mensagem que recebi é diferente porque a senhora sua autora procura um relacionamento romântico e não gaba os atributos físicos com que a Natureza a dotou, mas antes a bondade do seu coração: «I am a nice lady with a big and tender heart», diz ela sem receio. «I am looking for my prince to give him joy and happiness and to share my life with. I think you can be the one I am looking for. I am attractive and kind, joyful and open-minded».
Por alguma razão e na infinitude das suas boas intenções, a autora da missiva julga que a vontade de partilhar uma vida inteira com a mesma mulher é o grande desejo de um homem. Pobre iludida. Estou a ponderar enviar-lhe alguns conselhos de amigo, ai Deus e u é. Ou então o endereço de uns príncipes encantados que eu cá sei...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Choque cultural

por Corta-fitas, em 08.06.07
O meu dia começou de forma trágica e com efeitos mais do que perniciosos para a harmonia conjugal. Descobri, chocado, que a minha mulher ignora quem sejam o Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado. Aliás, quando mencionei os primeiros associou-os ao nome de alguma banda de garagem. É possível que a relação resista. Mas que ficou abalada, lá isso ficou. Valem as palavras do herói da prancha prateada, citado por Richard Gere no remake de À Bout de Souffle: «Love is the power supreme».
By the way: O que será feito de Valérie Kaprisky?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adeus Lenine

por Corta-fitas, em 04.06.07
A história do polaco que acordou de um coma que durou 19 anos é inspiradora. Mas o que mais me comoveu nela foi a atitude daquela mulher que não só nunca desistiu nem abandonou o marido como, todos os dias de hora em hora, o mudava de posição para que não sofresse lesões ou infecções. Mulheres como Gertruda não deve haver muitas. Pelo amor e pela fé revelada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vento cá dentro

por Corta-fitas, em 26.05.07

«De ta tige détachée,
Pauvre feuille desséchée,
Où vas-tu ?
- Je n'en sais rien.
L'orage a brisé le chêne
Qui seul était mon soutien.
De son inconstante haleine
Le zéphyr ou l'aquilon
Depuis ce jour me promène
De la forêt à la plaine,
De la montagne au vallon.
Je vais où le vent me mène,
Sans me plaindre ou m'effrayer:
Je vais où va toute chose,
Où va la feuille de rose
Et la feuille de laurier».
Antoine Vincent Arnault (1766 - 1834)
.
.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Casar não é obrigatório II

por João Távora, em 23.05.07
Não sei até que ponto seja por razões genéticas, mas acho muito bem que o João Villalobos não se case jamais. Pelo que afirma parece-me uma atitude sábia. Que não “estrague mais nenhuma família”, e até poupe uns amargos divórcios. Pois que volteie vida fora como se sinta melhor e seja feliz. Que as suas opções e convicções lhe tragam o equilíbrio e animo na sua peregrinação terrena. Com responsabilidade. Sem infligir grandes estragos pelo caminho. Inteligente como o reconheço, só me apraz dizer isto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nota zero na escola da vida

por Corta-fitas, em 14.03.07
Ou ainda: As mulheres fortes como vanguarda da classe trabalhadeira.
«Tenho pesquisado - como apoio ao trabalho terapêutico - os motivos pelos quais se diz que as mulheres fortes intimidam os homens. Não encontrei até agora nada de interessante, nada que ultrapasse os chavões habituais (inversão do instinto de predador e outras psico-larachas semelhantes). Qualquer homem deveria adorar ir para a cama com uma mulher forte * (rica, poderosa, inteligentíssima, etc), pois nenhum outro sítio é mais socialista, igualitário e utópico. No dia seguinte, claro, a realidade prossegue». No Mar Salgado.
Qual é o «sítio»? A cama ou a mulher? É que se for a segunda, compreende-se o insucesso da investigação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

In memoriam

por Corta-fitas, em 07.03.07
«Não posso seduzir se não tiver já seduzido; ninguém me pode seduzir se não tiver já sido seduzido. Ninguém pode jogar sem o outro: é a regra fundamental. Enquanto eu posso amar sem ser amado, é problema meu. Se não te amo, é problema teu. Se alguém não me agrada, é problema seu. É por isso que o ciúme é como que uma dimensão natural do amor e é, em compensação, estranho à sedução». Jean Baudrillard, As Estratégias Fatais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Às vezes dá-me para a poesia

por Corta-fitas, em 23.02.07

Fragmento


«A WOMAN waits for me--she contains all, nothing is lacking,
Yet all were lacking, if sex were lacking, or if the moisture of the
right man were lacking.

Sex contains all,
Bodies, Souls, meanings, proofs, purities, delicacies, results,
promulgations,
Songs, commands, health, pride, the maternal mystery, the seminal milk;
All hopes, benefactions, bestowals,
All the passions, loves, beauties, delights of the earth,
All the governments, judges, gods, follow'd persons of the earth,
These are contain'd in sex, as parts of itself, and justifications of itself.

Without shame the man I like knows and avows the deliciousness of his sex,
Without shame the woman I like knows and avows hers». Walt Withman

Autoria e outros dados (tags, etc)

Físicas

por Corta-fitas, em 22.02.07
Lido isto e mais isto, confesso que também gostava de perceber melhor o que o Pedro Lomba quer dizer com «feminista radical». Não o estou a ver a recorrer a facilitismos como o pleonasmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Just in case

por M. Isabel Goulão, em 14.02.07
se as coisas não correrem bem, se ele não apareceu, se não ofereceu nada, se nem sequer se lembrou, se teve uma reunião até às onze da noite (?), se argumenta que o Dia dos Namorados não passa de pretexto comercial, se ele é um anti-consumista primário, ou se por azar tem a sogra lá em casa...


Lenços dos Namorados

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aviso aos namorados

por Corta-fitas, em 14.02.07
Hoje também é o dia da disfunção eréctil.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Queiram servir-se...

por M. Isabel Goulão, em 14.02.07
Dias não são dias.
Espero que cheguem para todos.Já guardei o cartão.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Esse jornal, o Expresso, ou traz poesia ou noticia...

  • Anónimo

    Sr. João, o direito a abster-se é tão legitimo qua...

  • Pedro Picoito

    Não tem escrito direito e as linhas são muito tort...

  • EMS

    Essa edição do "Expresso" é de 1973. É natural que...

  • João Távora

    Com os problemas dos outros posso eu bem...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D