Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sporting Clube da Portugalidade

por João Távora, em 21.02.21

Sporting.jpeg

O Sporting ontem na vitória dois-zero sobre o Portimonense jogou com Nuno Mendes, Tiago Tomás  e Gonçalo Inácio (todos com menos de 20 anos) no onze inicial, além de Palhinha e João Mário também portugueses da formação. No onze estavam outros dois: Pedro Gonçalves e Nuno Santos. Como suplentes e oriundos da academia de Alcochete entraram como suplentes Joavane, Daniel Bragança (até temos um Bragança) e Matheus Nunes. Um enorme contraste com os adversários e 13 pontos de avanço sobre o segundo lugar. O caminho para o título faz-se passo a passo.



3 comentários

Perfil Facebook

De António Lino PS Canavarro a 22.02.2021 às 21:10

No campeonato em que ganhou, contra tu e todos, Bruno Lages apostou em jogadores portugueses e jovens, como Félix, Ferro entre outros. 
No final da época, o Benfica arrecadou milhões com a venda de Félix para o Atlético de Madrid, e os outros jogadores também renderam algum dinheiro ao clube.
Rubem Amorim, neste ponto de vista, está a copiar Lages, ao lançar neste "circo de feras" jovens talentos "made in" Academia, pelo que fica a pergunta: e no final da época, como vai ser? É para serem vendidos? 
Cumprimentos de um benfiquista,
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.02.2021 às 15:52

 Neste relvado, estes jogadores que se batem por vencer o seu adversário _  não um inimigo _  são talvez os últimos cavalheiros que restam das antigas Batalhas. Terminada a "refrega", por mais dura que seja, cumprimentam a equipa vencedora, muitos abraçam-se e até confraternizam, tudo dentro das regras de boa convivialidade. São jovens que têm valores, a começar pelo respeito mútuo,  pela observação dos deveres e da disciplina. 
Este exemplo de civilidade e de humanidade contrasta com aquilo que tem acontecido diariamente (sobretudo nos últimos dias)  na cena política e na sociedade civil onde a absoluta barbárie se "normalizou" como numa arena onde brutos e selvagens se digladiam. A maior ausência de um resquício de humanidade.
Vêmo-los diariamente a estes novos carrascos, discursando ávidos de sangue e morte. Não perdem nenhuma oportunidade de levar ao patíbulo as suas vítimas e trucidá-las por delito de opinião. A desumanização instalou-se.


Lembrei-me dos antigos códigos de cavalheirismo de que tão falhos andam os tempos.
Envio-lhe, a propósito, um breve relato de episódios interessantes desses tempos de "resquícios do espírito cavalheiresco" nas Guerras do séc. XX
Sei que vai apreciar.
LS


 


 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.02.2021 às 15:55

https://repositorio.animaeducacao.com.br/bitstream/ANIMA/11949/1/Artigo%20Cientifico%20-%20F%C3%A1bio%20Salis.pdf



(por lapso não enviei  no comentário de há instantes).

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D