Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não gosto da opinião do Pacheco Pereira (é uma espécie de nosso Al Gore - que by the way também não gosto), nem gosto das prioridades deste Governo, por exemplo que tenha dado prioridade à (perversão) da mudança de sexo ou que mantenha o financiamento ao aborto por capricho, ou que sucumba à histeria do moderninho (de que a Web Summit é um ícone) em vez de dar prioridade ao investimento nos hospitais, de modo a minimizar o risco de as pessoas apanharem bactérias nos hospitais públicos.

O Governo que repare bem que, por exemplo, nos Hospital da Luz e no Hospital da Cuf essas bactérias não andam a matar que nem tordos.

Digam o que disserem, venham as Web Summits que vierem Portugal é e sempre será um país do terceiro mundo quando as pessoas morrem queimadas em incêndios, ou quando morrem por bactérias em hospitais públicos. 



12 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.11.2017 às 09:22

Eu acho extraordinário que só agora os jornalistas e comentadores se tenham apercebido que morrem pessoas nos hospitais com infeções bacterianas. É o jornalismo, classe política e comentadores que temos…. Esse é um problema geral em qualquer hospital do mundo, santinhos, desde sempre, seja no público, seja no privado. Como é que sabe a Maria que não morrem pessoas nos hospitais da Luz e Cuf com infeções apanhadas nos próprios hospitais? É assim tão ingénua? Olhe, cultive-se e comece por aqui, por exemplo:

https://en.wikipedia.org/wiki/Hospital-acquired_infection

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.11.2017 às 09:28

Em 2015 houve oito doentes (oito) mortos por uma infeção por bactéria ultraresistente no hospital de Gaia. Não dá jeito à Maria falar disso?(https://www.rtp.pt/noticias/pais/bacteria-ultra-resistente-no-hospital-de-gaia_a865848)

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.11.2017 às 09:46

"bactérias" tem um c antes do t. Escreve-se tal e qual como se lê.

"o aborto por capricho" existirá, mas é certamente raro. A maior parte das mulheres que aborta fá-lo por necessidade, por não ter condições materiais para educar filhos. Não se trata de um capricho como, por exemplo, comer um gelado.
Sem imagem de perfil

De Weltenbummler a 10.11.2017 às 09:53

fecham as discotecas, mas 
não fecham o hospital
entregue aos cuidados intensivos de D. Legionella
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.11.2017 às 10:36


Estando de acordo que o governo deveria fazer, ou ter feito há muito anos, mais para evitar estas situações, este problema não é exclusivamente português.


LEGIONELLA and the prevention of legionellosis

World Health Organization 
World Health Organization 2007



"In Denmark, the annual rate of Legionella infections is 17–20 cases per million population, compared with the European average of 4–10 cases per million population. The difference may be due to Denmark’s long history of surveillance — the country has a high level of testing for Legionella in patients with pneumonia, and a centralized reference laboratory for diagnosing and reporting cases. If all countries had incidence rates similar to those of Denmark, the total number of cases reported by the 33 countries would amount to more than 10 000 per year, rather than the 4500 currently reported. Thus, although the burden of disease associated with Legionnaires’ disease is not known, these estimates suggest that it is much higher than is currently recognized."



Taking France as an example, 807 cases of Legionnaires’ disease were notified by the French National Public Health Centre in 2001. In 558 of these cases, predisposing factors included: • cancer or blood disease (11%) • immunosuppressant treatment (12%) • diabetes (10%) • smoking (40%).




Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.11.2017 às 12:18


Concordo, em geral , com os seus pontos de vista. E também partilho de reservas em relação a algumas das personagens que oraram na Web Summit, como, entre outros, Al Gore (ver como tem sido desmentido pela realidade e por muitos cientistas acerca das chamadas "alterações climáticas", nova designação (não por acaso) do que anteriormente chamavam "aquecimento global" - video a titulo de exemplo: 
https://www.youtube.com/watch?v=z6l1Cp3MYCQ.


Mas creio que as bactérias ainda se escrevem bactérias porque se lêem com um "C" antes do "T".
Obrigado.
Francisco
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 12.11.2017 às 01:13

Já mudei bactérias (baralhei-me com o acordo ortográfico)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.11.2017 às 14:38

Mofo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.11.2017 às 17:10

Cara Maria Teixeira Alves
Batérias?! Isso é uma «oção» válida? A que mundo pertence um país que «adata» desta maneira a sua língua?
Sem imagem de perfil

De Sérgio Ambrósio a 10.11.2017 às 22:15

Na verdade, a prioridade deste Governo deveria ser o acordo ortográfico Image

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    E essa história de embalar quem lha contou?"Durant...

  • Anónimo

    Hoje, na TV, o Dr. Filipe Froes fez uma declaração...

  • Anónimo

    Mas... não se derrubou já uma ditadura?!...

  • Anónimo

    Com sua permissão, José Mendonça da Cruz: "Em Port...

  • Anónimo

    Pois poderá arriscar uma multa de 80 milhões. Pode...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D