Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sociedade por quotas

por João-Afonso Machado, em 01.09.15

É o mundo em que vamos andando, entalados por plafonds ou chicoteados por metas a atingir. Um mundo de retórica oca, abstrata, onde tudo se orienta por quotas.

Na pesca da sardinha e na produção leiteira. Na atribuição de lugares políticos às mulheres. (E, lá virá, estou certo, também aos outros géneros ou opções sexuais). Recentemente na repartição do ónus de acolhimento dos refugiados do Oriente e do Norte de África. Tudo discutido longe das pessoas segundo o critério das quotas.

Assim vai o nosso quotidiano de contas aflitas, o produto da gestão danosa de recursos e de concursos. Do peixe e da guerra.

Quanto a este último e mui premente e complexo aspecto - o das vítimas da ditadura síria ou do terrorismo islâmico - felizmente algumas almas caridosas vão-se antecipando, por sua iniciativa, aos demorados cálculos aritméticos dos governantes. Disponibilizam-se, realizam a sua quota pessoal. Notável! - nestes tempos em que vivemos realmente uma visão de responsabilidade muito limitada.



2 comentários

Sem imagem de perfil

De João das Regras a 01.09.2015 às 11:02

Impomo-nos regras por quotas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.09.2015 às 14:40

Mas parece que a Alemanha vai ser maioritária no capital.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    José Monteiro by 19.52especializado em técnica de ...

  • Anónimo

    Imperdível, a ponto de ir levar o Post, para algum...

  • Francisco Albino

    Ficamos mesmo bem governados, com 70 membros do Go...

  • Anónimo

    E eu fiquei com a cabeça a andar à roda!

  • Anónimo

    «Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a subi...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D