Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Se as sondagens não valem, porque as compram?

por Maria Teixeira Alves, em 29.09.15

200.gif

Assisto com espanto à discussão que se tem desenrolado à volta das sondagens de voto para as próximas eleições de 4 de Outubro. Discute-se na praça pública a fé nas sondagens.

Parece incomodar sobejamente o facto de a coligação estar à frente em algumas sondagens. Inicialmente quando as sondagens davam vitória ao PS, ninguém comentava o simples facto de as sondagens serem feitas por ... telefone fixo. De repente é tema em cada fórum o facto de as sondagens só abrangerem o universo de pessoas que têm telefone fixo.

Suspeito que, não fosse a coligação de direita estar à frente das sondagens, e eu nunca teria descoberto essa nuance técnica: o universo de sondados têm telefone fixo. Mas alguém alguma vez exigiu em nota de rodapé a explicação de que a sondagem não é representativa porque só abrange pessoas com telefone fixo? Não, nunca. Mas essa é agora a explicação que todos os portugueses de esquerda (que têm a arrogância de achar que o povo está sempre maioritariamente com eles) e alguns de direita (que não acreditam na popularidade da sua direita) parecem ter encontrado para este fenómeno bizarro "a coligação PSD/CDS está à frente das intenções de voto dos portugueses". Como é que é possível?! É só porque contactam pessoas com telefone fixo, dizem.

As pessoas discutem hoje as sondagens como se discute religião: "eu acredito nas sondagens", ou "eu não acredito nas sondagens". Como se fosse uma questão de fé.

Os pivots dos telejornais questionam os directores das empresas de sondagens e insistem em plantar a dúvida: "Isto pode ser pouco viável, não é? Isto tem uma credibilidade relativa não é?"

Os humoristas fazem piadas. Como é possível que a coligação esteja à frente das sondagens? Não é por mérito da coligação, é por desmérito, do PS, ou... das empresas de sondagens.

É este o pensamento dominante!

Adaptando a frase metafórica do MRPP: Morte ao pensamento único! Caramba. 

Autoria e outros dados (tags, etc)



5 comentários

Sem imagem de perfil

De Ali Kath a 29.09.2015 às 11:31

é preferível fabricá-las
já nem a errossondagem o salva
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.09.2015 às 11:38

O país está cheio de alegres revolucionários venezuelanos.
Sem imagem de perfil

De carneiro a 29.09.2015 às 11:42

Na época em que o PS estava com um mísero ponto á frente, a discussão dos peritos centrava-se na hipótese de o PS chegar ou não á maioria absoluta.
Sem imagem de perfil

De a. pinho cardão a 29.09.2015 às 12:49

Excelente e certeiro post
Sem imagem de perfil

De luis miguel a 29.09.2015 às 19:28

Pensamento único é o imposto pela direita desde 2011:


Temos que empobrecer
Vivemos acima das nossas possibilidades
Trabalhamos pouco, ou não fôssemos do sul da Europa
A austeridade é uma receita única e dogmática - tem que ser assim e só assim


E esta conversa martelada até à exaustão, juntamente com o drama grego que nos entrava pela televisão todos os dias, todo este marketing de Moedas, Gaspar, Albuquerque, Passos Coelho, etc, etc, influenciou milhares e milhares de eleitores do centro, moderados, que em cada eleição flutuam entre PS e PSD.
O medo que meteram a estas pessoas foi tanto que estão agora dispostas a dar-lhes o voto, esquecendo tudo o que lhes foi feito ou considerando-o como inevitável, como um fado.


Portanto, pensamento único é uma praga que a direita com marketing poderoso conseguiu impôr à sociedade, nomeadamente, até, através de pontas de lança da troika como Camilo Lourenço, Henrique Raposo, Alberto Gonçalves, José Manuel Fernandes...isto para quem em insiste em dizer que a comunicação social é "de esquerda"...lembro ainda o projeto jornalístico-troikista que se chama Observador, com os Alexandres Homem Cristo desta vida, entre outros...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Costa, Costa! Então já não há um pouquinho de verg...

  • Anónimo

    O Costa é Costa, o Costa é hipócrita e demagogo, o...

  • Anónimo

    O peixe oficial é mais raia que o parta.Henrique P...

  • Anónimo

    Caro senhor, o Henrique Pereira dos Santos tem vin...

  • Pedro Nunes

    Já tinha saudades de ler os textos do Henrique.


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D