Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Saudades do programa do totobola:

por Vasco Lobo Xavier, em 29.09.15

Pedro Adão e Silva, comentador da SIC e da TSF, está agora a comentar na TVI24. Comentar..., leia-se: debitar desejos. Os mesmos que debitava de manhã na TSF, à noite na SIC N em debate (?!?) com Marques Lopes, e agora na TVI 24 (estou cansado, não vou ver a RTP). 

Eu não consigo perceber a comunicação social portuguesa, ou pelo menos a lisboeta. A gente percorre os canais de televisão ou rádios, e folheia os jornais, e aquilo está cheio (assim a olho, talvez uns 75%) de pessoas que falharam todas as previsões dos últimos 5 ou 6 anos. Que tínhamos de reestruturar a dívida, que seria necessário outro resgate, que a coisa não iria lá, que a coligação se iria desfazer, que o Costa iria ganhar limpinho, e têm falhado em tudo. Mas a comunicação social tem continuado a apostar nas mesmas pessoas para informar os seus ouvintes ou leitores; é fabuloso! Como podem imaginar que isso ofereça credibilidade ou respeito pelas pessoas que servem?

 

Recorda-me um antigo programa semanal da RTP, julgo que às quartas, que era o Totobola, e que também falhava sempre as suas previsões (mesmo incluindo duplas e triplas). Mas pelo menos esse programa tinha sempre entrevistas e documentários muito interessantes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



5 comentários

Sem imagem de perfil

De Fernando S a 29.09.2015 às 01:08

"Eu não consigo perceber a comunicação social portuguesa, ou pelo menos a lisboeta."

Os patrões, a clientela, os jornalistas ... fazem parte daquela "elite" urbana com estudos e bem na vida que nas duas décadas anteriores à Troika mais beneficiou com um modelo de desenvolvimento de sectores de actividade de bens e serviços não transaccionaveis, a começar pelo proprio Estado gastador e endividado e a acabar na ... "comunicação social".
Tudo isto descurando e à custa do pais real produtivo, o dos "provincianos incultos", aqueles que aguentam os sectores transaccionaveis, que contribuem para as exportações, fazem avançar o turismo, a industria e a propria agricultura.
Durante estes 4 anos a comunicação social "urbana" não reparou na existencia deste pais e não é agora, à boca das urnas, e apesar de estar algo atordoada com os resultados das sondagens, que vai mudar !     
Sem imagem de perfil

De Ali Kath a 29.09.2015 às 08:49

o anão estava desfigurado
os Almeidas que varem a merda de cão do jardim percebem melhor que o prof dr politólogo, o mundo em que vivem
Sem imagem de perfil

De Josephvs a 29.09.2015 às 15:22

"Nao vai haver problema com as pensoes... Portugal d 'aqui a 50 anos tera 8 milhoes" . LOL o anão Quadruped só diz merda
Sem imagem de perfil

De joaquim a 29.09.2015 às 09:54



Os jornalistas da tv , jornalistas  ,comentadores ,parecem ter uma avença com origem desconhecida São muito vaidosos na postura
Não se compreende como é o recrutamento dos ditos chegam a ir a dois e três programas no mesmo dia e quase á mesma hora - fora os programas em exclusivo que têm
Não se sabe o que fazem na vida nem as habilitações que têm .
Usam palavras muito caras e falam no financial times. Um horror
Sem imagem de perfil

De Arno a 29.09.2015 às 14:07

A esperança de uma limpeza está na escatombe que vai ser para as televisões privadas de esquerda a entrada da CMTV na ZON e na Vodafone, além de que Balsemão vai sofrer falta de mama no MEO com a renegociação do contrato.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Salva qualquer um com magros resultados no balanço...

  • Anónimo

    o pescador é um predadoranualmente são lançadas no...

  • Anónimo

    os seres humanos anteriores à agricultura morriam ...

  • António

    A I.L. pode não ter amarras, mas tem tiques. Não f...

  • Anónimo

    Não havendo escrúpulos,sem atenção à diversidade d...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D