Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Retaliação ou vingança - eis o problema

por João-Afonso Machado, em 30.08.21

Na sua rigidez teocrática, o Estado Islâmico (finalmente sediado), não será, porém, capaz de se governar a si mesmo. Jamais! A óbvia consequência resulta na insegurança e no medo em que há de ficar o mundo inteiro sofrendo, sempre na expectativa de uma brutalidade qualquer, em qualquer indeterminado lugar.

Assim o demonstra o recente atentado ao aeroporto de Cabul, e mesmo os mísseis hoje disparados, mas, ao que parece, neutralizados. Morreram, indiscriminadamente, ocidentais e afegãos e, de imediato, Joe Biden veio aos microfones informar o planeta - os americanos vingar-se-iam. E foi, - vingaram-se, utilizando belicista tecnologia de ponta.

Os EUA vivem, sempre viveram, no espírito e no procedimento dos seus Wyatt Earp e Pat Garret's. Sendo, já então, uma imensa potência guerreira, envolveram-se na II Guerra Mundial por retaliação ao cobarde ataque a Pearl Harbour. E estiveram no Vietname com a mesma postura com que quase exterminaram os peles-vermelhas...

Contudo, o seu poderio militar é uma salvaguarda nossa, europeus. Tal como a habitual sensatez do aliado britânico, sem cuja Commonwealth ficaríamos muito pequeninos. De um lado e do outro, devia resultar a lucidez do estado de guerra em que vivemos. Um novo tipo de guerra, mas isso ao caso interessa tanto quanto os combates de trincheira de 14/18, por comparação com a blitzkrieg de 39/45.

Entre o fundamentalismo religioso e os ódios étnicos do "deserto", a paz é uma ilusão para americanos, europeus, Oriente islamita e o que mais der na cabeça daqueles loucos. Sejamos crus: a guerra é lícita se o desiderato for a dita paz. Churchill assim o disse, sem rodeios, quando o Reino Unido enfrentava sozinho o poderio nazi. E não foi em conversas, exigiu a capitulação, a total rendição. Entre estes facínoras talibãs e Adolf Hitler, ainda não consegui perceber onde o mundo livre vislumbra diferenças...



Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Francisco

    Neste cenário apresentado, o picanço das perspecti...

  • Elvimonte

    Mas quem violou a senhora e em que país foi ela vi...

  • Anónimo

    É impressionante e assustador esse relato, mas não...

  • Anónimo

    Não é preciso perder tempo com essas questões _ me...

  • Anónimo

    Esta corte pomposa de pedantes pensa sempre em gra...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D


    subscrever feeds