Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




República de papelão

por Vasco M. Rosa, em 29.12.15

img_890x500$2015_08_25_23_41_48_262153.jpgPaulo Portas foi capaz de se afastar desta república de papelão, feita por acordos políticos da mais baixa conveniência e sem cautela patriótica de qualquer tipo. É uma decisão de foro pessoal mas também de foro político, e exemplar, dadas as circunstâncias nacionais.

O clima no parlamento não é saudável, como se viu em poucas semanas, sem deixar espaço para entendimentos que não sejam só cedências em favor duma estabilidade, ela própria em consequência um assalto. O espectáculo ainda está no prólogo e logo se verá o que nos dão os próximos actos. Não se espere dignidade nem polidez em gente satisfeita por ter subido ao poder para impor as suas agendas descabeladas num frenesi legislativo que corre atrás do tempo para que as coisas passem, enquanto podem.

A selvajaria que foi culparem um magnífico ministro da saúde pelo desastre no HSJ é só um pequeno, primeiro exemplo do que nos espera. 

Não viajamos de borla nesse comboio rápido e desgovernado, mas apertaremos o cinto, sabendo o que lá vem. E PP sabe.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



1 comentário

Sem imagem de perfil

De Ali Kath a 29.12.2015 às 18:32

esta merda estampa.se na 1ª curva
diz-se que estão a criar a KGB 
e que São José passa a Hospital psiquiátrico

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D