Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pro bono: Raul Brandão e Herberto Helder

por Vasco M. Rosa, em 17.05.15

images.jpegUnknown.jpeg

Nesta sexta-feira, a Porto Editora lançou com o estrondo mediático que é capaz de gerar um livro de poemas canhotos de Herberto Helder, falecido há menos de um mês. Luís Miguel Queirós sublinhou, numa crítica no jornal Público, o «défice de coesão e acabamento» desse livrinho «paginado um tanto à larga para ocuparem 37 páginas», que foi vendido como uma preciosidade que manifestamente não poderia ser. A voracidade de certos «editores» é um escândalo.

Lembrando-me do jubiloso triunfo de Manuel Alberto Valente no dia em que conseguiu ser editor de HH, e sobretudo — um grande sobretudo — duma breve conversa com Jorge Silva Melo há poucos dias sobre o livrinho Húmus, poema de Herberto sobre o livro-abismo de Raul Brandão, venho por este meio, numa atitude pro bono — que a generosidade de um domingo solar proporcionou — indicar ao editor MAV da PE um novo negócio editorial que será também, inesperadamente, um bom serviço cultural.

Do que se trata, afinal? De publicar em 2017, centenário de Húmus, uma edição do livrinho de Herberto saído em 1967 com a chancela Guimarães, um exercício literário de fundição de duas poéticas, a de Brandão e a de Helder, juntando-lhe o facsímile das anotações de Herberto no livro de Brandão (que JSM viu...), que há de estar na posse dos herdeiros ou na mão de algum alfarrabista ou coleccionador.

É uma ideia que lhe dou, sem lhe pedir nada em troca. 

Aproveite!! Tem quase dois anos para isso, quem sabe consegue. Edição restrita, grande gincana comercial, e asseguro-lhe que não é rapar o fundo do tacho mas algo que a história literária reconhecerá como uma das mais belas homenagens dum escritor a outro. Que está esquecida, mas pode ser vivificada com uma semana de trabalho efectivo... Pode, até, para ganhar mais uns cobres e fazer boa figura, pedir a um actor que leia o poema de Herberto-Brandão, para um cd apenso.

Cordialmente,

Vasco Rosa

 

 

 

 



Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    obrigado!

  • Anónimo

    Caro Luis O titulo é " e foi mau na saude e na eco...

  • Anónimo

    José Mendonça da Cruz,uma coisa me consola: não há...

  • Anónimo

    HPS,lembro que neste país de palhaços 'toda' a gen...

  • Anónimo

    Roque Martins,este seu escrito mostra que sabe sin...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D


    subscrever feeds