Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Portugal dos pequeninos

por Pedro Picoito, em 16.10.19

Não acompanho o entusiasmo generalizado com a multiplicação de pequenos partidos em São Bento. Sim, há muitos eleitores que de outra forma não se sentiriam representados, mas também há um maior tribalismo. Em geral, os pequenos partidos querem ser a voz de uma parte da sociedade contra a outra. Não têm um programa: têm inimigos. São partidos identitários, de causas ou mesmo single issue,  que dispensam a chatice de falar para a maioria e governar para o bem comum (um conceito, de resto, desprezado pelo pós-modernismo reinante, à esquerda e à direita).  Isto é muito claro no caso do PAN ou do Chega, mas também está presente no Livre e na Iniciativa Liberal. Para a IL, todos os outros partidos, do CDS para lá, são "socialistas", o que revela a amplitude da sua visão do mundo. O mesmo se diga do Livre, que invoca como mérito da sua deputada o facto (alheio a qualquer escolha e, portanto, a qualquer mérito) de ser mulher, negra e gaga, sugerindo assim que finalmente estas minorias têm quem as represente no Parlamento. O potencial de tal ideia é infinito, mas adivinho os protestos dos manetas albinos de Sacavém porque o Livre se esqueceu deles. 



4 comentários

Sem imagem de perfil

De António a 16.10.2019 às 20:54

O BE começou pequeno. Não sei bem como pode um partido começar logo grande - houve o PRD, mas ficou demostrado que o método não funciona, para azar de Santana Lopes.
Eu gostaria de ver a AR ainda mais pulverizada. Os grandes partidos fizeram do Portugal democrático o que ele é - não é grande coisa.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.10.2019 às 22:11


O que está a acontecer em Portugal em consequência do sistema eleitoral vigente há 45 anos, é um fenómeno previsível, uma evolução natural.


Os constitucionalistas e os respectivos partidos políticos, convenceram o eleitorado português que votar neles, partidos políticos era um sistema de representação política. Ora partidos políticos são apenas grupos de indivíduos que almejam poder político, com ou (já) sem ideologia.... 



O aparecimento, com sucesso(!), de um número significativo de novos candidatos a deputados na Assembleia da República -personagens que vivem da sua personalidade e apenas organizados, por necessidade legal, em "partidos"-  apenas traduz a apetência natural do eleitorado pelo voto (uni)nominal. Voar em alguém, num candidato, numa cara com nome, num personagem responsável ou, pelo menos, amanhã responsabilizável. Os partidos estão imunes a esse control pelo eleitor.
Os partidos ditos tradicionais, perderam -há muito- o prazo de validade, a confiança do eleitorado em vê-los como seus representantes....


Haverá muitos responsáveis políticos que ignoram essa desagradável, para eles, realidade. Os que a reconhecem preferem sobreviver, ir sobrevivendo, a qualquer preço. Em falta para com o País que dizem representar e, não mesmo importante, em falta para consigo mesmo. Merecem algum reconhecimento?.
Sem imagem de perfil

De pvnam a 16.10.2019 às 23:20

Europeístas, boys e girls do sistema,... estão ao nível dos Nazis e dos Estalinistas
.
Um bando de hipócritas: estes boys e girls do anti-racismo e da anti-xenofobia na sua cruzada anti-Identitária:
1- estão em conluio com a doutrina do maior criminoso contra a humanidade da História: o europeu tiques-dos-impérios.
[nota: quando a elite económica entende que uma substituição populacional proporciona uma melhor rentabilização de investimentos... o seu cão-de-serviço, o europeu tiques-dos-impérios, expele ódio/intolerância para com Intenções Identitárias: ele executa as mais variadas sabotagens sociológicas:
- estes criminosos impediram muitos povos autóctones de terem tempo para poderem prosperar ao seu ritmo... mais, povos autóctones da América do Norte, da América do Sul, etc, foram, inclusive, alvo de holocaustos massivos]
2- estão em conluio com as negociatas da máfia do armamento.
[nota: «grupos rebeldes» (daesh, etc) não possuem fábricas de armamento, no entanto, a máfia do armamento fornecem-lhes armas... para depois terem acesso a recursos naturais (petróleo, etc), e para deslocarem refugiados para locais aonde existem investimentos interessados em mão-de-obra servil de baixo custo.
Ora, os hipócritas não só não condenam os territórios aonde a máfia do armamento tem instaladas as suas fábricas a pagar os estragos que as suas armas provocaram... como também querem que não colaboracionistas (exemplo: húngaros não colaboracionistas) sejam alvo de sanções)]
3- estão em conluio com negociatas de neo-esclavagistas: não estão interessados que a ajuda aos mais pobres seja feita por meio da introdução da Taxa-Tobin... para eles... tal deve ser feito por meio da degradação das condições de trabalho da mão-de-obra servil de outros povos.
4- falam em problemas no clima... no entanto... perante a existência de povos autóctones DE PEQUENA PEGADA ECOLÓGICA que procuram prosperar ao seu ritmo... os hipócritas dizem logo que tal não pode suceder: os investimentos têm de ser rentabilizados!
5- eles procuram impor uma democracia nazi: quando os autóctones Identitários são uma minoria... deve ser democraticamente negado o seu (legítimo) Direito à Sobrevivência.
6- eles falam nos crimes cometidos  pelos nazis hitlerianos... procurando ao mesmo tempo... branquear os crimes cometidos pelo maior criminoso contra a humanidade da História: o europeu tique-dos-impérios (deixou um enorme rasto criminoso anti-Identidade)
.
---» É PRECISO TER LATA: com que então... os povos autóctones que procuram estar pacatamente no planeta, e que procuram dispor de tempo para poderem prosperar ao seu ritmo... é que são portadores de um discurso de ódio!?!?!?!?
.
.
.
.
P.S.
É a piada do século: identificar anti-racistas, anti-xenofobia... com defensores dos Direitos dos homosexuais e lésbicas.
.
Já há mais de uma quinzena de anos que venho defendendo:
1- o legítimo Direito ao separatismo-50-50.
2- não importa nem o estado civil nem a orientação sexual, importante mesmo é VALORIZAR A DISPONIBILIDADE EMOCIONAL DO INDIVÍDUO para criar/educar crianças... pois, tal como eu explico no blog «ORIGEM TABU-SEXO» (http://tabusexo.blogspot.com/), promover a Monoparentalidade (sem 'beliscar' a Parentalidade Tradicional, e vice-versa) é evolução natural das sociedades tradicionalmente monogâmicas.
Resultado, sob a acusação de ser racista/xenófobo fui expulso de fóruns e os meus comentários foram apagados.
Pois, e também percebi uma coisa: paladinos do anti-racismo e anti-xenofobia, são altamente amigos dos Direitos dos homosexuais e lésbicas... desde que... esses Direitos não ponham em causa o seu estatuto de salvadores/donos da demografia.
.
.
.
Anexo:
IDENTITÁRIOS SEPARATISTAS
1- todas as Identidades Autóctones devem possuir o Direito de ter o seu espaço no planeta: inclusive as de rendimento demográfico mais baixo, inclusive as economicamente menos rentáveis.
2- os 'globalization-lovers', UE-lovers, etc, que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa: SEPARATISMO-50-50.
---» blog http://separatismo--50--50.blogspot.com/
Imagem de perfil

De Flávio Gonçalves a 17.10.2019 às 07:52

A maior parte dos pequenos partidos, incluindo estes que agora entram na AR, bem podiam ser correntes de opiniões dos 'grandes' que já lá se encontram. Diferem destes meramente em pormenor, com excepção dos loucos do PAN que na prática só servem para abafar Os Verdes sem serem sequer ecologistas, mas mais um fenómeno de alienação urbana, vegan e animalista fundada por budistas e anticomunistas derivados das espiritualidades Nova Era.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    um preso quando pendura o retrato usa uma moldura ...

  • João-Afonso Machado

    Muito obrigado.

  • Anónimo

    A César o que é de César e a Deus o que é de Deus.

  • Anónimo

    Há por aí uns imbecis que vão para as TVs e só fal...

  • Anónimo

    Para o Fundador.Como senti logo, a foto faz lembra...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D