Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Por qué no te callas?

por João-Afonso Machado, em 08.08.20

Sobre o Rei Juan Carlos, os seus últimos anos, a sua partida de Espanha:

É já excessivamente repetitivo aludir ao papel do monarca na consolidação da democracia (momento alto: a tentativa golpista de Milans del Bosch e de Terrero), na pacificação da nação e no seu crescimento económico. Foram muitas décadas. De repente, um elefante morto a destempo, uns negócios mal (- pessimamente -) explicados, e até se descobriu que, afinal, Juan Carlos é um mulherengo infrene.

(Oh Sr Ministro Tal da nossa República! Vocelência esta parte da história não comenta, pois não?)

Íamos, portanto, no ponto conclusivo de a Monarquia, que os demagogos - com o beneplácito da santa ignorância instalada - dizem ser de direito divino (!!!), traduzir, porém, cousa infernal. Comprovada em todos os países pobres europeus, sobretudo nos que levantam a cabeça à UE... Assim a Esquerda já vislumbra luz republicana ao fundo do tunel.

Convirá no entanto recordar, o actual Rei de Espanha é um homem novo. Gozando de um prestígio em que poucos não comungam. A transmissão do trono processou-se sem qualquer aparato ou balbúrdia. E, nas suas funções de Chefe de Estado, obrigado a escolher entre o Pai e o acusado de prevaricação, não hesitou: pôs o Pai longe do lugar das badaladas ilegalidades. Tirou-o da Família Real, que não da alçada dos tribunais espanhois.

(ALô, alô, instituições republicanas portuguesas - algum exemplo semelhante por cá? Alô, Paulo Pedroso, alô, Soares & Cª, alô PS, Sócrates, - ligação estabelecida?)

Agora a Esquerda vizinha (e a parolice da nossa imprensa) precipitam-se a averiguar para que milionárias arábias Juan Carlos terá partido, obviamente à custa do contribuinte que suportará os milhares de euros diários de estadias em hoteis de luxo.

Isto é o que se ouve.

Não se ouve, infelizmente, em Espanha a Esquerda  ser sobretudo o separatismo (catalão ou basco). Não se ouviu Iglesias ironizar com uma deputada do PP (a «marquesa»), mas ouviu-se, e houve indignação ético-republicana, quando a senhora, replicando, o disse filho de um terrorista da ETA. Que o eram - um terrorista, o outro filho.

Não se ouve, tão-pouco, recordar o célebre «por qué no te callas» dirigido ao - sabe-se agora - ditador Chavez. Que Marcelito nosso teria coragem para tanto, mesmo numa conferênciazinha dos nossos "palopinhos"?



12 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 08.08.2020 às 18:43

“(ALô, alô, instituições republicanas portuguesas - algum exemplo semelhante por cá? Alô, Paulo Pedroso, alô, Soares & Cª, alô PS, Sócrates, - ligação estabelecida?)

Então e o PSD não existe? Alô Cavaco, alô Passos, alô Portas, - a ligação caiu, foi?

Por qué no te callas tu? (https://corta-fitas.blogs.sapo.pt/por-que-no-te-callas-6984300)

Se pretende fazer comparações, faça comparações sérias e não enviesadas.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.08.2020 às 06:38

Por qué no te callas tu?Escreva aqui o seu comentário...
Sem imagem de perfil

De zazie a 08.08.2020 às 22:12

Que Marcelito nosso teria coragem para tanto, mesmo numa conferênciazinha dos nossos "palopinhos"»


Que frase deliciosa.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.08.2020 às 06:40

Muito bem, Zazie, chegue-lhes!
Sem imagem de perfil

De António a 09.08.2020 às 15:22

Monarquia: o bisavô justifica o avô que justifica o filho que justifica o neto que justifica o bisneto.
Não se deita fora um destes elos: agora é que vai ser. "À séria".
O Sr. Deputado "filho de um terrorista" é o corroborar disto mesmo. O Sr. filho de um terrorista pode sair se o cidadão assim o decidir. O Sr. filho de rei não.

Seja o rei que for (bonitos, bonzinhos e com famílias adoráveis são quase todos...para além disso).
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 09.08.2020 às 20:28

O dito deputado é que começou a chatear a deputada PP por ela ser filha de quem era.
Não invertamos "a la vraie gauche"  a situação.
Sem imagem de perfil

De pitosga a 09.08.2020 às 19:19


João-Afonso Machado,
Ando cansado. De pensar no que vejo, no que leio, no que oiço.
Claro que a velhice conta mas a crise deu-me agora. Em Agosto. Será do calor? Dele não é com certeza... e a Vida bate assim.
Andei sempre a cuidar-me para não ter a 'espinhela caída'. Consegui. Não foi barato e não foi muito caro. Muito me foi oferecido por alguns: tão só pelo seu exemplo.

Paguei tudo sem pedir nada emprestado. Lamento não lobrigar sócios deste modo de estar na Vida. Mesmo quem por laços de família, ou por laços de profissão, deveriam ter aprendido algo. O sossego paga-se criando a 'ignorância' — a dos 3 macacos da 'imagem'.
Abraço de muito apreço e de gratidão pelo que tem escrito.
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 09.08.2020 às 20:25

O meu Amigo fala enigmaticamente e eu nada tenho a dizer contra isso.
Agradeço o seu cumprimento e retribuo.
JAM
Sem imagem de perfil

De pitosga a 10.08.2020 às 13:05


Creio que não sou enigmático. Como creio que JAM compreendeu. E eu fico satisfeito.
Abraço
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 10.08.2020 às 15:07

Meu Amigo: sinto muita simpatia nas suas palavras. 
O mundo é o que é. É mau. Sobra o Ideal.
Tive um prof. na Faculdade que me disse um dia, «a obra genial nunca é completada».
O Ideal não é. sobretudo, alcançável. Sob pena de se transformar numa desilusão. Mas é o nosso Ideal, a nossa vida.
Cumprimentos do maior respeito.
JAM
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.08.2020 às 20:24

Caro João


O Rei de Espanha, que para o ser assistiu a uma guerra civil, e terá evitado outra, mas que  teve que esquecer as precedências da dinastia Bourbon e trocá-la pela deFfranco, que teve de esquecer a amizade de Milans del Bosch, tinha responsabilidades acrescidas.
Não Juan Carlos não foi pior que qualquer políticozinho republicano; mas exigia-se-lhe mais,  muito mais do que essa fraca medida.
Julgo, ou melhor, receio, que Juan Carlos tenha dado a estocada final no estado unitário Espanha ( e naturalmente no regime ), o que pode ser muito mau para Portugal. E é isso o que verdadeiramente me preocupa.


Um abraço


Vasco Silveira
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 09.08.2020 às 20:34

Caro Vasco:
Pode ser que tenhas razão.
Oxalá não.


Abraço
JAM

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Elvimonte

    "Já agora quanto há Vit. D" Ah... Há de facto carê...

  • Anónimo

    O problema não está só nos "pivôs", nas suas forma...

  • voza0db

    Basta ver que para se entrar para uma faculdade de...

  • voza0db

    Pois...O engraçado é que em pleno século XXI ainda...

  • Anónimo

    Como não sou negacionista sobre a existência deste...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D