Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pois, pois. A culpa foi dos Eucaliptos

por João Távora, em 24.07.18

 

"Está a acontecer no sul quente e seco. Está a acontecer onde os Estados são falhos, governados à vista desarmada e tomados por administrações públicas lideradas por incompetentes promovidos por cunhas e cartões partidários, incluindo nas suas proteções civis. Portugal e Grécia são casos diferentes mas ambos estão há anos tomados por governos com total incapacidade estratégica de longo prazo (o que nos incêndios se vê na floresta e no ordenamento do território), por comportamentos sociais desvinculados e por uma sujeição orçamental a que chamamos austeridade: impostos muito elevados para pagar despesa pública e corte de meios e serviços públicos por exaustão (o que nos incêndios se vê na falta de recursos de combate).

Esta combinação de incompetência na estratégia e na ação, de falta de planeamento e de falta de meios, leva perfidamente à resignação inaceitável: a da fatalidade. Como se morrêssemos nos incêndios porque a natureza está assim e vida é isto."

Pedro Santos Guerreiro

Autoria e outros dados (tags, etc)



9 comentários

Sem imagem de perfil

De António Maria a 25.07.2018 às 10:23

Claro que é muito mais fácil culpas os eucaliptos que assumir as asneiras.
Gostava agora que fossem perguntar aos fanáticos contra os eucaliptos, a começar pelo Miguel S. Tavares o que ele pensa do que está a acontecer na Grécia e na Suécia.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.07.2018 às 18:05

Pergunte-me a mim, que sou da Pampilhosa e conheço como as palmas das minhas mãos a área ardida o ano passado. Tive inclusive um eucaliptal ardido, para além de muitas colmeias e cortiços, veja lá. Pergunte lá. O que quer saber? Posso começar por informá-lo que os incêndios na Suécia, Grécia e Portugal têm pontos comuns (condições meteorológicas extremas e anómalas) e outros particulares de cada um, como o tipo de povoamento e vegetação. No caso português, o tipo de povoamento vegetal, com as vastas extensões de eucalipto, sem qualquer tipo de ordenamento (o particular é que manda e o Estado não mete o bedelho na iniciativa privada😊) foi determinante. 
Sem imagem de perfil

De António Maria a 26.07.2018 às 15:44

Estou de acordo consigo que as condições meteorológicas são determinantes, pelo que não se pode culpar quase exclusivamente o eucaliptal como responsável pela tragédia do ano passado. Quando há condições extremas, tudo arde, seja que que árvore seja.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.07.2018 às 11:32

se pudesse empalava-os num tronco de 'acalitro' desramado
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.07.2018 às 14:59

Que artigo de mau gosto. Em tempo de incêndios deve-se ajudar e solidarizarmo-nos, não lembrarmo-nos de atirar culpas para cima do Estado e do partido no poder.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.07.2018 às 17:40

E o que dá porem esta malta da Literatura a comentar sobre caliptros , pinheiros e chaparros...
Ficamos sempre mal informados!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.07.2018 às 18:23

João Távora, você, volta e meia, orgulha-se aqui muito de ser um verdadeiro lisboeta, um daqueles lisboetas que já estão em Lisboa há pelo menos dez gerações, coisa assim, ao contrário daqueles pobres diabos que para aí foram das berças com tamancos. Ora, o seu conhecimento de eucaliptos deve ser um bocado limitado, deve ter visto desenhos em criança e de vez em quando umas incursões à província para confirmar que essa espécie existe mesmo. Quer uma visita guiada, num fim de semana,  aos concelhos de Góis, Pampilhosa e Lousã, a um preço módico, para ficar a saber um pouco mais do assunto?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.07.2018 às 02:29

Mas não há eucaliptos na Grécia?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.07.2018 às 03:35

O Miguel Sousa Tavares andou nos caliptros? Quando esteve a viver dois anos no "interior", quando era pequenino?

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Tiago

    Se uma vaca pesa pelo menos 500kg, e as cantinas c...

  • Anónimo

    Esta história do filho pródigo é música para os ou...

  • Anónimo

    Afirmo que o próprio Estado manobra máquina agríco...

  • pitosga

    Mendonça da Cruz,eu tenho um 'mau' hábito que é re...

  • Anónimo

    Era o que faltava que , quem tem o seu blogue não ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D