Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pois é

por Maria Teixeira Alves, em 27.05.15

Notícia do Expresso

O cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, diz que não é a Igreja que precisa de rever a sua posição, pois a “derrota dos princípios cristãos” representa “uma derrota para a humanidade”.

Autoria e outros dados (tags, etc)



2 comentários

Imagem de perfil

De slade a 27.05.2015 às 15:12

Uma derrota da humanidade expressa num registo puramente numérico implica que a maioria dos seus representantes saiu a perder (no o que quer que seja).

Dos sete mil milhões de seres humanos, pode dizer-se, sem grande margem de erro, que pelo menos cinco mil milhões não se identificam com os valores cristãos. Dos que se identificam (ver exemplo do referendo na Irlanda sobre casamento gay), uma boa parte disse e diz sim ao tema em causa, o que atira a posição Não! para um limbo em tudo minoritário.

Fica a questão: De quem é, de facto, a derrota?

O deus católico insiste em morrer aos poucos. O problema é que o resto da humanidade não quer saber disso para nada, e os supostos interessados são os executores de tão pesada pena.
Imagem de perfil

De cristof a 28.05.2015 às 17:01

Não admira nada que as opiniões sobre familia sejam uma anedota. A agremiação nem aos seus autoriza que tenha família.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Luís Lavoura

    um infeliz acidente rodoviário é coisa para nunca ...

  • António

    Nem sei como há ainda quem leve o BE a sério. Um p...

  • António

    Às tantas o PSD ainda ganha. Com o PSD tão próximo...

  • Anónimo

    Mas ainda há alguém que leve a sério a prostituída...

  • Anónimo

    Os madeirenses sofreram imenso. Só eu, que vivo em...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D