Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pensando bem...

por henrique pereira dos santos, em 12.09.20

Primeiro eram os grandes ajuntamentos e proibiram-se os grandes ajuntamentos.

Depois eram as escolas e fecharam as escolas.

Depois era o trabalho e mandou-se as pessoas para casa.

Depois eram as deslocações e proibiram-se as pessoas de mudar de concelho.

Depois eram as festas ilegais de jovens e proibiu-se o consumo de álcool na rua e a sua venda depois das oito da noite.

Depois eram os bairros dos trabalhadores pobres e chegaram-se a selar cafés em bairros pobres.

Depois eram surtos localizados em empresas com trabalhadores que viviam juntos e se deslocavam juntos e proibiu-se as empresas de funcionar assim.

Mas não chega.

"Quando vamos ver [como surgiram] os surtos é: famílias, família, família e depois [de âmbito] social, laboral", explica a responsável pela Direção-Geral da Saúde (DGS). "As famílias têm de entender que, se vivem em casas diferentes, em núcleos diferentes, em bolhas diferentes, quando se juntam estão a juntar mundos diferentes e basta uma pessoa infetada" para contagiar as outras, continua.

Independentemente das outras medidas tomadas, "o convívio tem de ser diminuído. Estamos numa pandemia", lembra Graça Freitas".

Suponho que isto seja a preparação para a proibição das famílias, mas acho essa decisão muito timorata: estamos numa pandemia, não podemos fraquejar, é absolutamente urgente e fundamental proibir as pessoas.

Se há coisa certa é que sem pessoas, não há pandemia.

 



5 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.09.2020 às 22:34

...urgente e fundamental proibir as pessoas.
Se há coisa certa é que sem pessoas, não há pandemia"


Caro Senhor


Desta feita, num registo que não lhe é o mais habitual, matou pela raiz, com uma lógica irrepreensível, e mordaz ironia, a "doutrina" de guerra à epidemia que tem como consequência óbvia -  proibir as pessoas!


Esse será o meu grito de discórdia daqui para a frente: Proíbam as Pessoas!


Cumprimentos


Vasco Silveira
Sem imagem de perfil

De voza0db a 13.09.2020 às 14:56


Todos somos os NOVOS TERRORISTAS.


A lenga lenga do "guerra ao terrorismo" esgotou-se e como é lógico é preciso outra lenga lenga ainda mais eficaz! E nada como um mítico pedaço de RNA para iniciar a implementação da "guerra ao bioterrorismo", mas neste caso TODOS NÓS SOMOS OS TERRORISTAS!


As SFD os Bilionários e os políticos que implementam as suas ORDENS E DESEJOS (e cá em Portróikal são TODOS) temem realmente: uma Humanidade Livre, Convívio entre Pessoas, Conversas entre Pessoas, Trabalhar, Jogar... Viver!


A Manada só tem de esperar pelo que sairá da reunião em DAVOS em Janeiro de 2021... Aí se decidirá o teu futuro!
Sem imagem de perfil

De voza0db a 13.09.2020 às 00:40


Demorou tempo mas estão a CHEGAR LÁ!


Desde o início desta fraude, no entanto bela, OPERAÇÃO CUVID, que tenho escrito (apesar da PIDEDGSapo ter apagado o blogue, afinal de contas REALIDADE não pode ser difundida!) que o objectivo a médio prazo (1º fase termina em 2030) das SFD e Bilionários é a redução substancial do número de cabeças de gado da MANADA GLOBAL...


Esta foi a 1ª msg no actual espaço que uso, depois da PIDEGDSapo ter apagado toda a realidade que já tinha escrito desde Janeiro 2020!


https://voza0db.livejournal.com/304.html


Mas pelo que leio e vejo a MANADA TUGA não tem capacidade intelectual para ser melhor que isto!
https://ic.pics.livejournal.com/voza0db/86588161/1380/1380_900.png


De resto em 30 Abril 2020 deixei esta sugestão para os patriotas!


"Ah! Antes que me esqueça, ALERTO A MANADA que, neste Planeta, o simples acto de RESPIRAR pode causar infecção e morte, pelo que se calhar é melhor começarem a ponderar se devem continuar a RESPIRAR.

Quem avisa Amigo é!"
Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 13.09.2020 às 15:26

Este é um fragmento do comentário do António que vi num dos blogs que frequento. Penso que merece destaque.
“O governo está desorientado, e desde há muito.
- Não usem máscara, usem máscara,
- Os ingleses estão pior que nós; queremos cá os ingleses.
- Não há ajuntamentos, há o 1º de Maio.
- Não há festas, há o Avante.
- Somos um milagre, somos uma desgraça.
Fecharam escolas com 80 casos por dia, abrem com 600.
O vírus transmite-se a meio metro, a dois metros, a dez metros. Mas não nos aviões.
A imprensa carrega, as redes sociais ampliam.
O vírus é uma arma biológica dos chineses, ou dos russos, ou dos americanos.
O chá de teia de aranha cura o vírus. Beber lixívia cura o vírus. Já há vacina. Afinal não há. Já há tratamento. Afinal não há. Afinal há, mas está escondido por razões de domínio global.
O milagre é ainda haver alguma sanidade mental. A desgraça é ser tão pouca.”
Sem imagem de perfil

De V.Valente a 15.09.2020 às 11:54

Oh artolas.....  Pensa antes assim.  
 Antes o "especialista" da noruega dizia que nao havia mortes em excesso no euromondo, NADA.  Depois havia, mas eram falsas. Depois era o lockdown. Depois era as mascaras. . Depois era a constituição, Depois as crianças,  e depois a p*ta que vos pariu a todos !  

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Elvimonte

    "Já agora quanto há Vit. D" Ah... Há de facto carê...

  • Anónimo

    O problema não está só nos "pivôs", nas suas forma...

  • voza0db

    Basta ver que para se entrar para uma faculdade de...

  • voza0db

    Pois...O engraçado é que em pleno século XXI ainda...

  • Anónimo

    Como não sou negacionista sobre a existência deste...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D