Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Parece impossível mas é público

por Vasco M. Rosa, em 20.04.16

Na sua curiosa escolha de frases canónicas com que, subtilmente, a direcção do Público comenta a actualidade com «Escritos na Pedra» da sua última página, nesta terça-feira fez uma patifaria sem nome nem tamanho a um génio brasileiro, livre, independente, e tudo o mais, Millôr Fernandes, e haverá outro como ele?

Então não é que na tonteira de esquerdismo que passa pelo fundo da Infante Santo, foram escolher a frase que diz, dois dias depois da votação a favor do impeachment de Lula da Silva - Dilma (por esta ordem, que é a verdadeira!), o seguinte:

«Quando a gente está cansado, dá uma bruta vontade de dizer que sim.»

 

Que desonestidade absurda...

 

Ninguém diz nada?! 



10 comentários

Sem imagem de perfil

De Renato a 21.04.2016 às 08:49

Reparei que o Vasco está muito indignado e que a coisa, de tão desonesta e asquerosa, deve merecer um inquérito parlamentar e abaixo assinados, etc. Mas antes de eu próprio me indignar muito, pode-me, por favor, explicar qual é o problema de o Público ter publicado a frase?
Imagem de perfil

De Vasco M. Rosa a 21.04.2016 às 15:23

A manipulação não lhe ocorreu? Bom, nesse caso, não tenho nada a dizer-lhe, seria inútil.
Imagem de perfil

De Vasco M. Rosa a 21.04.2016 às 15:24

Não, não sou assim. O parlamento tem mais que fazer — e todos nós também. Uns mais do que outros, claro.
Sem imagem de perfil

De Renato a 21.04.2016 às 16:18

Vasco, eu acho que uma patifaria dessa dimensão, uma coisa que faz enojar qualquer pessoa de bem, um tal atentado à dignidade humana, merece mais do que um simples post no corta-fitas. 
Imagem de perfil

De Vasco M. Rosa a 22.04.2016 às 08:12

E provavelmente um corta-fitas merece mais do que um Renato.
E se um Renato se indignar com isto, pois que vá queixar-se ao seu parlamento.
Sem imagem de perfil

De Renato a 22.04.2016 às 14:04

Vasco, e porque é que alguma coisa que aqui se escreve devia provocar alguma indignação ou queixas onde quer que seja? Não se ponha em bicos de pés. Somos apenas dois comentadores obscuros. Apenas achei piada a tanta indignação com a transcrição da frase e apelos à indignação pública. Já lhe passou? 
Imagem de perfil

De Vasco M. Rosa a 23.04.2016 às 17:29

Não passou, simplesmente porque não gosto de ser enganado por um jornal que pago. Se o Público perde clientes, uma parte disso deve-se obviamente a posições deste tipo. Quando fechar, quem se indignará por fim, afinal? Não demorará, vai ver.
Sem imagem de perfil

De Algarvio a 21.04.2016 às 09:23

Os políticos são como os pedófilos
Negam sempre os crimes que cometeram porque no seu intimo sabem que foram infames e abjectos
Sem imagem de perfil

De Algarvio a 21.04.2016 às 09:26

Os políticos são como os pedófilos
Negam sempre os crimes que cometeram porque no seu intimo sabem que foram infames, abjectos e desprezíveis.
Sem imagem de perfil

De ali kath a 21.04.2016 às 10:08

Millôr
'quem se baixa ao opressor, mostra a bunda aos oprimidos'

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Júlio Sebastião

    O António José Seguro começou a dar aulas de mestr...

  • Anónimo

    Há sistemas baseados no voto que não são democráti...

  • Elvimonte

    Já dizia Eça: "Os partidos elegem-nos e nós votamo...

  • Anónimo

    Que esperar de um Regime corrupto, de corruptos, ...

  • Anónimo

    Muito bem analizado. Apenas mais uma das consequên...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D