Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Para lá do Marão...

por João Távora, em 06.05.16

Sócrates.jpeg

O projecto do Túnel do Marão, que será amanhã inaugurado, constitui por si uma parábola sobre a forma de desgoverno socialista em que os dinheiros públicos são feijões para jogar à batota com os amigos. Lançada a obra em 2008 pelo Governo Sócrates na forma de uma parceria público privada, nela se previa um investimento inicial de 458 milhões de euros, dos quais 341 milhões destinados à construção. Chegados a 2011 com o País intervencionado pelos credores e sem financiamento, o governo Passos Coelho negoceia e consegue o resgate da obra em 2013 - um facto inédito em Portugal - e em Fevereiro de 2014 o governo lançou três concursos públicos para a conclusão do empreendimento. O resultado foi a viabilização desta ambiciosa obra com poupanças de mais de mil milhões de euros não só na renegociação das PPPs mas também com a execução das obras. É por isto que, se José Sócrates e António Costa tivessem um pingo de vergonha na cara, amanhã ficavam recatadamente em casa a ver a inauguração pela TV. Quanto ao mais, Passos Coelho faz muito bem evitar certas companhias. 



18 comentários

Sem imagem de perfil

De Sol Garlic a 06.05.2016 às 15:20

Qual foi afinal o custo total do Tunel do Marão (não encontro referências coerentes a este valor na comunicação social).
(e qual teria sido o custo se o Governo de então não rescindisse os contratos, pois também já li que o consórcio estava a reclamar mais 100 milhões de euros)
Sem imagem de perfil

De RO a 06.05.2016 às 15:33

O único político integro e de caracter actualmente em Portugal- Pedro Passos Coelho,e mais uma vez muito bem a recusar a companhia destes dois fedorentos. A falta de vergonha está a ultrapassar os limites do razoável.
Sem imagem de perfil

De Abastado a 06.05.2016 às 21:02

Tambem acho que faz bem em recusar o convite...

Ainda era capaz de enaltecer e apadrinhar alguem que numa fuga da boca para averdade num daqueles discursos de improviso:
http://expresso.sapo.pt/politica/2015-05-06-Passos-Coelho-volta-a-elogiar-Dias-Loureiro
Sem imagem de perfil

De Euzinho a 06.05.2016 às 17:19


João Távora,
Essa do Passos Coelho político íntegro, etc., é de rir às gargalhadas.Até o relvas se ri, aposto. Nunca ouviu falar de um deputado do PSD, que trabalhava para uma empresa chamada Tecnoforma, que vivia dos apoios comunitários arranjados por um Secretário de Estado do PSD chamado Miguel Relvas (célebre pela sua expedita licenciatura e por outras proezas), deputado esse que não pagava segurança social e que não hesitou em receber um subsídio de reintegração como se tivesse estado em exclusividade? Sério, o pAssos? Íntegro,o Passos? Talvez v. seja tão sério e tão íntegro como o passos (ou mais...)
Imagem de perfil

De João Távora a 06.05.2016 às 17:30

Restrinjamo-nos aos factos mencionados no post, ok Euzinho?
Sem imagem de perfil

De Marco Antunes a 06.05.2016 às 17:47

Claro, restrinjamo-nos aos factos mencionados, porque a serem como diz, se é que foram, são uma gota no oceano. 


Qual o politico que não tomou umas poucas boas decisões e muitas más decisões?
Se assim não fosse Portugal não estaria como está: mal.
Mas ainda há quem acredite no pai Natal.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.05.2016 às 17:32

O Passos não pode comparecer dada a incapacidade de avaliar tuneis, ele é mais controladores aéreos de aeroportos inexistentes. Houvesse vergonha no verdadeiro sentido da palavra, e não haveria qualquer comemoração amanhã. Dizer que o Passos é serio é como o mito da prostituta virgem, na volta ainda vai aparecer uma estrela e os reis Magos.
Sem imagem de perfil

De zemaworks a 06.05.2016 às 17:42

A inveja é uma m....!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.05.2016 às 17:44

se o homem não quer ir lá terá as suas razões,  pode-se ver o grande democrata que é, ainda mais transmontano, devia sentir-se orgulhoso,  esta obra tem um custo mais elevado do que o previsto por causa do governo liderado por ele, o resto é conversa fiada
Sem imagem de perfil

De RO a 06.05.2016 às 21:44

O problema nāo é a obra. O homem nāo está interessado em ir a locais mal frequentados, parece que está fácil de entender.
Sem imagem de perfil

De ali kath a 06.05.2016 às 18:00

como se dizia na cavalaria
'tocou a saque e a degola'
Imagem de perfil

De pescadore a 06.05.2016 às 18:24

Bem.... e se quando a comitiva estivesse dentro do túnel ... ele se fechasse, como por milagre e eles fossem obrigados a devolver tudo o que nos roubaram até hoje?
Acham que depois disso ainda havia algum politico declarado??
Concordam comigo???
Sem imagem de perfil

De Jorge a 06.05.2016 às 18:54

Essa gente da esquerda para além da falta de vergonha, são péssimos gestores. Os gajos são mesmo bons é a gastar o dinheiro dos outros!
Sem imagem de perfil

De comunista a 06.05.2016 às 19:18

Adorei o mito urbano. Vou juntar outros de que me lembro. Beber água depois de beber leite faz mal. Comer hamburguer dá cancro. Lembra-se de mais?
Sem imagem de perfil

De Carlos c a 06.05.2016 às 19:00

Para mim tanto se me dá que vá Joaquim como António. 
O que gostaria de saber era numeros. Antes após e depois, porque os do poste nada dizem  a não serque a poupança foi superior ao valor inicial da obra. É obra

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Zé dos Grelos

    Não existe nenhuma pandemia, trata-se apenas de sa...

  • Anónimo

    os enormes holofotes sobre uma infeção que pode vi...

  • Anónimo

    A OMS não aconselhou o fecho de fronteiras no iníc...

  • Anónimo

    O autor do texto enxerga fora da caixinha. Parabén...

  • Anónimo

    para escapar ao golpe militar do familiardesfrizou...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D