Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os últimos cartuxos

por João Távora, em 06.08.19

cartuxo.jpg

Claro que me incomoda profundamente o encerramento do Convento da Cartuxa em Évora, o último mosteiro contemplativo masculino existente Portugal. Hoje, um espasmo de gozo aliviou momentaneamente o tormento de Afonso Costa a arder no inferno dos déspotas. Vem nas notícias: com idades entre os 80 e os 90 anos, os quatro monges que lá resistem em clausura, em "silêncio, oração e absoluta entrega a Deus", em Outubro vão ser transferidos para outro mosteiro, em Barcelona. A questão que me aflige não tem tanto que ver com o destino a que irá ser dado àquele precioso património monumental e arquitectónico, mas ao facto da ordem em Évora, nas últimas frívolas décadas, não ter sido capaz de se renovar. Um sinistro sinal dos tempos. Quem não acredita que a oração (e o silêncio, meu Deus, o que fizeram ao silêncio?!) seja vital para a nossa harmonia como pessoas e sociedade, talvez perceba que estas ancestrais comunidades ao se extinguirem, na mesma medida em que vão perdendo corpo as velhas paróquias e rareando as famílias com laços sólidos, deixam expostos os indivíduos, cada vez mais solitários e vulneráveis, ao controlo e voracidade do cada vez mais desmesurado Leviatã, e à sua sagrada Ordem - aparentemente só querem os nossos impostos mas estamos bem domesticados. Não quero ser desmancha-prazeres, mas suspeito que isto, antes de um dia se voltar a humanizar, ainda vai piorar muito.

Fotografia daqui

Autoria e outros dados (tags, etc)



6 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.08.2019 às 21:18

O António, como eles ainda são muito novos e estavam a incomodar muito, manda-os também emigrar… era um assunto de primeira necessidade!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.08.2019 às 23:47

Caro João Távora,
No século passado, ou seja, há muito tempo, tive a oportunidade, graças a uma longa amizade de meu pai por um monge cartuxo, de lá ter entrado. Foi um momento único - eu seria incapaz de seguir os seus passos - de fé, mas mais do que isso de um silêncio dialogante com o Senhor, que ma marcou profundamente! 
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 07.08.2019 às 11:52

estas ancestrais comunidades ao se extinguirem deixam expostos os indivíduos, cada vez mais solitários e vulneráveis

Não vejo como, uma vez que estas comunidades de monges, por serem solitárias, confinadas, e sem interação com o mundo exterior, só aproveitam aos próprios membros da comunidade, e não a todos os outros indivíduos.
Perfil Facebook

De Aurélio Buarcos a 07.08.2019 às 20:37

Caro Lavoura
O sentido do texto é mais profundo que isso.
Efectuou umas amputações estratégicas que parecem tirar sentido a palavras que fazem sentido, fazem muito sentido.
Não sei se alguma vez efectuou um retiro espiritual, se não, recomendo a experiência.
Um dia, dois dias, sem falar, sem comentar, compulsivamente, tudo o que se escreve na "internet".
Disse comentar mas poderia, aliás deveria ter escrito: contrariar. Está sempre contra tudo, ninguém escreve nada que se aproveite.
"Relax, don't do it".
Descanse homem, se não tem nada e útil para dizer faça como os monges da Cartuxa, fique em silêncio.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.08.2019 às 19:16


J. Távora,
Um dos mais belos, tranquilos e elevados posts da Net em Portugal. Sobretudo quando se vai ver o link para a pastoral da cultura.
Num país de tontos, há sempre tontos a escrever tonterias.


Obrigado,
ao
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.08.2019 às 08:50


O nosso venerado Papa Francisco devia cismar, deitar um olhinho dos dele aqui para este caso…
Há demasiada comunicação lá pelo Vaticano com o Mundo cá de fora.Há muita liberdade , muito acesso a tecnologias demasiado vanguardistas, a toda a hora, e que deve proporcionar-lhe muitas vezes a Ele ter os dissabores que tem tido. Um pouco mais de recato , de "retiro espiritual" seria muito mais benfazejo e criativo àquele Lugar que também é um tanto místico e sagrado…, um pouco mais de silêncio até.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Costa, Costa! Então já não há um pouquinho de verg...

  • Anónimo

    O Costa é Costa, o Costa é hipócrita e demagogo, o...

  • Anónimo

    O peixe oficial é mais raia que o parta.Henrique P...

  • Anónimo

    Caro senhor, o Henrique Pereira dos Santos tem vin...

  • Pedro Nunes

    Já tinha saudades de ler os textos do Henrique.


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D