Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os próximos dias

por henrique pereira dos santos, em 05.07.20

No pressuposto de que as previsões meteorológicas se verificam, parece-me que os próximos dias podem ter alguns fogos de alguma dimensão, alguma complicação aqui e ali, mas não estão previstas condições verdadeiramente dramáticas.

É verdade que há temperaturas altas, mas a humidade e o vento são muito mais importantes na criação de condições para fogos dramáticos. Se é verdade que a humidade é bastante baixa em muitos dias, aparentemente à noite recupera e o vento será de maneira geral fraco.

Seria uma boa situação para ensaiar uma doutrina de combate que nos permitisse ir criando imunidade contra os mega incêndios: deixar arder o que não são povoamentos florestais, infraestruturas, casas e instalações de valor económico, e melhorando a capacidade de preparar a paragem do fogo onde queremos, protegendos os usos vulneráveis, isto é, os usos que não sendo forçosamente aqueles em que o fogo lavra mais facilmente, são aqueles em que os efeitos negativos do fogo são mais expressivos.

Pelo contrário se continuarmos com a doutrina de apagar os fogos o mais rapidamente possível, logo que eles são detectados, com o objectivo de quebrar as cadeias de contágio do fogo, mais ou menos como se fôssemos atrás das ignições e não dos prejuízos causados pelo fogo, o resultado só pode ser o que tem sido nos últimos anos: um território em que as cadeias de contágio do fogo são tão poderosas que quaisquer condições favoráveis ao fogo dão origem a mega incêndios dramáticos e socialmente desastrosos, para além de um permanente credo na boca de cada vez que há uma ignição, e haverá sempre ignições.

Finalmente escrevi um post que não é sobre a epidemia, já tinha saudades.



8 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.07.2020 às 18:46

É verdade, mas estamos a abordar (os incêndios e a infecção) sob o mesmo conceito...
E os resultados, em ambos os casos serão, inevitavelmente, os mesmos.
Dizemos amar a natureza mas não queremos viver com ela, queremos mandar nela.


OL
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.07.2020 às 19:22

E bem.
Problema, o profissionalismo que domina Bombeiros & Cia,
na onda do profissionalismo partidário/governamental.
Sem nunca ter assumido uma melhor profissionalização Escola e Corpo de Bombeiros...
Havia de lembrar à inteligência política: Bombeiros na GNR.
Aéreos na Empresa qq coisa - EMA, no final,
a passar a pasta, inquinada, para a Força Aérea.
Sem imagem de perfil

De voza0db a 05.07.2020 às 21:39


Lá escrever até que escreveste... Pena que já foste infectado pelo vírus da OPERAÇÃO COVID, pois o texto está com sinais de contágio!
Sem imagem de perfil

De voza0db a 05.07.2020 às 21:53


Os fogos são sempre uma desilusão! Tirando os dois que conseguiram o feito de figurar com POMPA no registo diário de mortos em Portróikal...



https://evm.min-saude.pt/#shiny-tab-a_total



... algo que nem a treta da etiqueta COVID foi capaz de bater, mas de resto incêndios é sempre o mesmo! Tal e qual como com a falsa pandemia o que as televisões gostam (e comentadores) é de ver Portróikal a arder para terem o que fazer!
Sem imagem de perfil

De Manuel Vicente Galvão a 05.07.2020 às 22:05

Ou até mesmo promover incêndios controlados, para queimar cargas combustíveis excessivas. Isto no outono.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.07.2020 às 17:59

Os fogos são na sua grande maioria de origem criminosa.
E a comunicação social ajuda à festa dando indicações das condições favoráveis à coisa,o que os incendiários agradecem, claro!
Tudo o que se disser a mais sobre o assunto é mera especulação e até inconsciência
Imagem de perfil

De henrique pereira dos santos a 06.07.2020 às 22:30

Não tem razão. Tem direito à sua própria opinião, mas não aos seus próprios factos e o facto é que o que diz sobre a origem das ignições pura e simplesmente não é verdade
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.07.2020 às 22:39

Não é por acaso que ao primeiro bafo de calor comece tudo por aí a arder.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Carlos Sousa

    E pegando nalgumas palavras do primeiro-ministro, ...

  • Anónimo

    caro senhornestes tempos aburguesados e politicame...

  • Anónimo

    Caro Senhor"Apesar dos frequentes casos de corrupç...

  • Carlos Sousa

    O que me está a causar apreensão não é a DGS fazer...

  • Albino Manuel

    A monarquia espanhola vai aguentar. Derrubá-la é c...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D