Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os derrotados dos Açores

por José Mendonça da Cruz, em 05.02.24

Em vésperas de eleições nos Açores, o Expresso publicou uma sondagem sobre voto nacional em que concluía pelo grande sucesso do Chega, e colocava uma fotografia triunfal de André Ventura atravessado na página. O Chega subiu a votação e conseguiu 5 deputados nos Açores, mas a vitória foi da AD. Se era um prognóstico para as eleições regionais, o Expresso perdeu as eleições nos Açores.

A Sic abriu o telejornal das 13, hoje, dizendo que a AD ganhou, mas a governação depende do PS. Em peça separada, pouco adiante, a Sic garante que «o PS pode ser a chave». Por entre manipulação de dados - que só pode ser considerada desonesta, para evitar dizer que é vã e estúpida (nem com Bloco e IL o PS formaria governo) - a Sic perdeu as eleições nos Açores.

A Católica disse à RTP e ao Público, em sondagem sobre as eleições nos Açores, que o PS ia ganhar com 39% (teve 35,9 e perdeu dois deputados) e a aliança PSD/CDS/PPM ia perder com 36% (teve 42% e elegeu 26 deputados). A Católica, a RTP e o Público perderam as eleições nos Açores.

A CNN/Tvi abriu o jornal das 13, hoje, com o interrogatório a Madureira, o «Macaco» dos dragões, e os protestos da Polícia. Sobre as eleições nos Açores - ao fim de vários minutos, por fim - garantiu depois que «há dúvidas sobre a governabilidade», e que «o PS deixa tudo em aberto». A CNN/Tvi não consegue engolir que perdeu as eleições nos Açores.

A sondagem da Aximage para o Açoriano Oriental e a Rádio Açores TSF deu um empate técnico entre PS e AD: 36,6% (foi 35,9%) contra 33,5% (foi 42%). A Aximage, o Açoriano Oriental e a Rádio Açores TSF perderam as eleições nos Açores.

Aguardam-se mais erros de avaliação, manipulações e dislates.

P.S. (salvo seja) Entretanto, na Sic como na Tvi, os comentistas -- já sem sequer repararem, como rabos escondidos com o gato de fora -- continuam a perorar sobre as eleições dos Açores exclusivamente pelo ponto de vista do PS.


16 comentários

Sem imagem de perfil

De Jorge a 05.02.2024 às 17:00

A grande derrota do PS foi também a derrota de um certo jornalismo subserviente e ativista que vive de favores e financiamentos indevidos. Parece-me que os portugueses abriram a pestana e os xuxas e seus acólitos jornalistas ativistas estão em pânico. 
Sem imagem de perfil

De RR a 05.02.2024 às 21:48


Tem toda a razão. A Bolha mediatico-oligarca de Lisboa está em pânico.
Sem imagem de perfil

De balio a 05.02.2024 às 17:29


O Chega subiu a votação e conseguiu 5 deputados nos Açores, mas a vitória foi da AD.


Acha? Eu diria que (1) a AD manteve exatamente o mesmo número de deputados, portanto não teve uma grande vitória, e (2) as condições da AD para governar o arquipélago não melhoraram substancialmente.


As condições de governabilidade melhoraram um pouco, porque (1) a AD agora somente necessita de negociar com o Chega, e já não com a Iniciativa Liberal também, e (2) mesmo que 2 dos 5 deputados do Chega abandonem o partido, ainda assim a aliança AD-Chega manterá a maioria. Portanto, as condições melhoraram um pouco. Mas não melhoraram muito - a AD continua a ter que negociar com o Chega, o que, como vimos nos últimos 2 anos, pode ser difícil.


Portanto, eu diria que a vitória da AD não foi uma coisa por aí além. Foi uma vitoriazinha.
Sem imagem de perfil

De RR a 05.02.2024 às 21:42


O Chega já disse que só viabiliza o governo nos Açores se for parte integrante. E se a AD nos Açores governar em minoria? Vai o PS viabilizar o governo da AD, abstendo-se? Ou vai juntar-se ao Chega no voto contra? 
Sem imagem de perfil

De balio a 06.02.2024 às 09:32


Vai o PS viabilizar o governo da AD, abstendo-se? Ou vai juntar-se ao Chega no voto contra?


Não sei.


Mas creio que a questão nem sequer se porá. O PSD fará uma aliança com o Chega, tal qual como fez há dois anos. É essa a forma civilizada de fazer as coisas, e eu creio que será o que o PSD e o Chega farão. Por que raio não haveriam o PSD e o Chega de, civilizadamente, chegar a acordo para governar a região?
Sem imagem de perfil

De RR a 06.02.2024 às 16:12

Esse vai ser o dilema do PS. É o que dá não ter nada para dizer ou acrescentar. Toda a estratégia do PS se resume a agitar o espantalho do CHEGA. Pode sair pela culatra... 
Sem imagem de perfil

De balio a 06.02.2024 às 17:54


Tal como escrevi anteriormente, e aparentemente RR não entendeu, creio que o PS não enfrentará dilema nenhum. O PSD e o Chega vão-se entender para formar um governo estável para os Açores. Os restantes partidos, o PS em particular, ficarão na oposição.
Sendo o PSD e o Chega partidos com muitas afinidades, creio que não será excessivamente difícil entenderem-se um com o outro.
Sem imagem de perfil

De Hugo a 05.02.2024 às 21:51

Mesma percentagem, mesmos mandados, uma vitória de pirro. Vá lá, não ganhou o pêiesse.
Sem imagem de perfil

De Hugo a 06.02.2024 às 00:26

*Mandatos. Mandados ainda não! É dar-lhes tempo eheeheheh
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.02.2024 às 20:23

A chamada "comunicação social" portuguesa mais não é que o gabinete de imprensa do Partido Sórdido.
Enxameia de Palmas  " Cavalinhos" e  Melchiores que se esganiçam e esfalfam em louvores ao Dâmaso ...
Juromenha
Sem imagem de perfil

De cela.e.sela a 06.02.2024 às 10:25

« Em sentido figurado, um "bode expiatório" é alguém que é escolhido arbitrariamente para levar (sozinho) a culpa de uma calamidade, crime ou qualquer evento ...»
cordeiro neste caso


Sem imagem de perfil

De cela.e.sela a 06.02.2024 às 10:17

«- vem um MALUCO em contramão!
- são todos!»


«-é do manicómio?
-nós nem temos telefone!»
Sem imagem de perfil

De Cá não há bar a 06.02.2024 às 16:21

Participante no forum da Tsf (ontem) : ' Por que é que...'  
Pode concretizar a sua questão? (Diz o moderador do forum)
'Sim,por que é que...'
Imagem de perfil

De O apartidário a 06.02.2024 às 13:23

As sondagens da católica ainda podem ser mais acertadas,com mais água benta.
Imagem de perfil

De Ricardo A a 06.02.2024 às 16:22

Os tubos de ensaio …
Agricultores, polícias e professores em protesto, justiça inoperante, megaoperações de busca, auto-baixas em alta, manifestações extremistas... Serão “tubos de ensaio", ou experimentalismos perigosos?

06 fev. 2024, 00:15 no Observador

Que se passa neste país, com um governo em gestão, à beira mar plantado?…
Milhares de polícias em protesto nas ruas, já com ameaças de boicote às eleições Legislativas em março? Centenas de agricultores nas estradas, que admitem fazer desaparecer alguns produtos nas prateleiras dos supermercados? Milhares de alunos sem aulas, porque há professores envolvidos em protestos ou em baixas duvidosas? Justiça adiada por expedientes dilatórios das defesas, demoras absurdas e inoperância dos tribunais? Megaoperações policiais, a pretexto de buscas urgentes, para depois os arguidos detidos ficarem dias à espera de interrogatório, num claro abuso dos seus direitos cívicos e constitucionais? Manifestações de extrema direita e contra-manifestações de extrema esquerda, reeditando a antiga parafernália dos “ismos”?

E que dizer de mais de 200 mil auto-baixas médicas de curta duração (não superiores a três dias de faltas ao trabalho), a maioria encostada, estrategicamente – como seria de prever -, a fins de semana e a feriados, graças a uma iniciativa impensada e folclórica do governo, em vigor desde maio do ano passado, o que permitiu a um responsável do ministério da Saúde rejubilar “com a poupança gerada por esta medida”?

E que dizer, também, de médicos que continuam a prestar-se a passar declarações de baixa, solicitadas com fins obviamente falsos?

Dinis de Abreu no Observador

https://observador.pt/opiniao/os-tubos-de-ensaio/
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 06.02.2024 às 19:00


Curioso como ninguém fala nisto:
1 milhão de euros para UNRWA apoiante do Hamas ordenado pelo Governo Português demitido. 

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • cela.e.sela

    a esquerda reacionária continua no:«bem, não é bem...

  • cela.e.sela

    D. Sebastião não quis regressar

  • Manuel da Rocha

    E a AD que fez desaparecer 70000 milhões de euros,...

  • Beirão

    A maltosa da bolha mediática não tem emenda nem ve...

  • Anónimo

    Não me lembro de ter ouvido ninguém, tirando os ex...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D