Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




São Pedro, tu que foste imigrante no Mediterrâneo e chegaste a Itália vindo da Síria, livra-nos dos católicos.

Não de todos, claro, mas pelo menos do Salvini, que é tão, tão, mas tão católico que saca do terço num comício e dá a Nossa Senhora o lugar da Marine Le Pen à frente da extrema-direita europeia.

Que ele vá para casa fazer filhos, muitos filhos, a única maneira de combater a ameaça islâmica. Se não conseguir, então que reze o terço.

Que ele deixe em paz Nossa Senhora, que teve de fugir para o Egipto por causa de outro político que não gostava de crianças nascidas fora da aldeia dos pais.

Que  ele não invoque São Bento, que já teve muitas chatices com uns bárbaros do Norte parecidíssimos com o Geert Wilders, e recorra a São Paulo, o turco que evangelizou Roma, e a Santo Agostinho, o africano que se converteu em Milão.

Que ele não cite João Paulo II, Bento XVI e o Cardeal Sarah só para contrariar o Papa Francisco, e cite o actual Papa, um tal de Francisco.  

E, sobretudo, ah, sobretudo, que não cite o Chesterton sem perceber nada. Que o leia antes. Por exemplo: "Os piores nacionalistas não amam a Inglaterra, mas uma teoria da Inglaterra. Se amamos a Inglaterra por ser um império, talvez exageremos o nosso sucesso no domínio dos Indianos. Mas se a amamos por ser uma nação, podemos enfrentar qualquer acontecimento  porque seria uma nação mesmo que os Indianos nos dominassem. Só aqueles cujo patriotismo depende da história permitem que o seu patriotismo falsifique a história. Um homem que ama a Inglaterra por ser inglesa não se preocupa como é que ela nasceu. Mas um homem que ama a Inglaterra por ser anglo-saxónica é bem capaz de ir contra todos os factos  por uma fantasia." 

Ámen.    

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.05.2019 às 15:03

Isso era para rir? comentário...
Imagem de perfil

De Pedro Picoito a 23.05.2019 às 15:07

Sim. Se quiser, claro. 
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 23.05.2019 às 16:15

vá para casa fazer filhos, muitos filhos, a única maneira de combater a ameaça islâmica

Acha, mesmo? Ou está a gozar?

Muitas pessoas parecem pensar que os filhos permanecem toda a vida da forma que os pais os fizeram ou os desejaram. Por exemplo, pensam que, para aumentar a população de Portugal, é preciso fazer filhos em Portugal - esquecendo que os nascidos em Portugal podem emigrar, e que os nascidos fora de Portugal podem migrar para Portugal. Pensam também que a forma de aumentar o número de cristãos é os cristãos fazerem muitos filhos - esquecendo que muitos dos nascidos cristãos (ou muçulmanos) abandonam, se não nominalmente pelo menos na prática, a sua fé, e que muitos nascidos não-cristãos (ou não-muçulmanos) se convertem a essa fé.

O cristianismo não cresceu e se espalhou pelo mundo devido a uma taxa de natalidade desmedida. Também não será dessa forma que se manterá ou aumentará.
Imagem de perfil

De Pedro Picoito a 23.05.2019 às 16:25

Acho. (Não acho nada, estou a gozar.)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.05.2019 às 16:47

Hoje em dia há filhos, com e sem religião, seja de que espécie for, que os pais deles mais valia verem novelas portuguesas na televisão, do que tê-los engendrado..., más horas.
Nem os próprios pais os querem reconhecer. Nem lá por fora os aceitam para trabalhar. Uns indígenas.Uns enjeitados.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.05.2019 às 07:49

Salvino tem escrito direito por linhas tortas.
Imagem de perfil

De Pedro Picoito a 24.05.2019 às 13:42

Não tem escrito direito e as linhas são muito tortas. Deve ser por isso que apela à assistência divina.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ser de direita, tudo muito bem, para quem tem gran...

  • Anónimo

    Anónimo das 13:16 = Fernando SILVA

  • Anónimo

    Pouco apto para que fim?

  • Anónimo

    Pois ... E quem vai avaliar e decidir sobre se o "...

  • Luís Lavoura

    "irá basear-se na aptidão dos solos e no seu uso e...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D