Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Sr Costa de sempre ou para sempre?

por Jose Miguel Roque Martins, em 17.09.22

Nos últimos dias temos assistido a uma dupla indignação com o Sr. Costa. Porque cortou nos rendimentos dos pensionistas e dos funcionários públicos. Porque teima em anunciar realidades muito alternativas, em que o branco passa a preto ou o contrario.

Começando pela ultima critica, justa e frequente, só falta ver quantas vezes consegue o Sr. Costa mudar as cores até que os Portugueses reparem ou o castiguem por isso. A mentira frequente, não lhe tem custado votos.

No entretanto, os Portugueses aparentam continuar comovidos pela sua bondade, quando não faz mais, não porque não queira ou até possa, mas porque a terrível comissão europeia não o deixa.

Quanto à queda de rendimentos de dois grupos importantes, pilares essenciais do seu apoio político, lamenta-se, mas parece necessária. Não havendo criação de riqueza nem um espartilho nas despesas publicas, até os mais próximos têm que pagar. Nem que apenas para poder aliviar um pouco a miséria, mais antes das próximas eleições.

 



15 comentários

Sem imagem de perfil

De Luis a 17.09.2022 às 14:22

O sr Costa é eventualmente o pm mais mentiroso de sempre mesmo tendo como rival um indivíduo como Sócrates... É obra realmente!
Mas mais incrível é ver que, mesmo tendo vivido de mentiras atrás de mentiras durante vários anos sempre culpando terceiros e nunca assumindo a culpa de nada, ainda mereceu dos portugueses uma maioria absoluta. Felizes seguem os portugueses rumo à cauda da Europa. Que falta de capacidade de análise e crítica a deste povo! 
Imagem de perfil

De João Felgar a 17.09.2022 às 15:39

Os partidos e os ilustres políticos que desgovernam Portugal, o povo com literacia vota para esta fantochada, os ignorantes sem literacia alguma, alguns mesmo analfabetos, conseguem distinguir o errado do certo e não votam.


Os outros que adoram a vida Bohemia e bons cidadãos, estão na linha da frente em votar em qualquer eleição e depois ficam admirados pela Mentira, ficam sem palavras para este entendimento, ficam preocupados com Democracia.


O perigo da Democracia.


Pois o Povo um dia vai querer de volta a Monarquia, os analfabetos, os outros podem sonhar com a vossa República preenchida de mentiras. 




João Felgar  
Sem imagem de perfil

De Manuel da Rocha a 17.09.2022 às 16:39

Mais um dos que já obtiveram 300000 doutoramentos na universidade de Verão do PSD e que afirma "A inflação de 2023 será de 8% e pode chegar ao triplo disso" ou que garante "a pensão média está entre 5000 euros mensais, como é apresentada nas simulações". 
Como se despenharam, porque, sem serem os 67000000 de apoiantes, nas redes sociais, as pessoas leram até onde explicavam como fizeram as tais simulações, agora são os funcionários públicos que "vão perder 700000000 euros durante os 50 anos de carreira contributiva". Começa logo por o valor apresentado ser mais de 300000 vezes o valor médio dos funcionários públicos e termina no bando de desinformados, como o Dr. José Roque Martins, e mentirosos, pois a carreira contributiva é de 40 anos, podendo ser mais que isso, sendo cada vez mais raro acontecer. Ou será que V.Exa está a dizer que vai vier 5000 anos e não revela como consegue essa longa vida? 
Já agora, que sabe tanto, será que me pode dar 100000 euros, dos 50000 milhões que vai ganhar a jogar no Euromilhões, a partir de Janeiro de 2023? Como sabe muito mais que todas as consultoras do mundo será muito simples ganhar 104 sorteios do euromilhões, consecutivos, durante o ano de 2023, a jogar 2,50€ por jogo. 
Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 17.09.2022 às 18:11

O Costa é mesmo um aldrabão, não sei porque é que ele vai dar meia pensão aos pensionistas, então não era melhor tirar o 13°mês e meter uma sobretaxa de 3,5% ?
Isso sim é que era, e então em 2024 Se houvesse condições, tá bem, devolvia-se a sobretaxa. 
Imagem de perfil

De Vagueando a 17.09.2022 às 18:36

Vou abster-me de comentar a parte das mentiras, até porque em política, no futebol e nas conversas de café, cada um diz as suas verdades, nem que para isso seja possível mentir descaradamente.
Vou apenas falar da criação de riqueza e do seu impacto nos descontos para a SSocial o tal pilar que suporta os pagamentos aos reformados.
Criação de riqueza parece haver para poucos (basta olhar para o parque automóvel, para as compras das casas mais caras) o que não há é distribuição equitativa. A construção dessa riqueza (para poucos) é feita com cada vez menos mão de obra, logo menos contribuição para a SS e alguma dela passa fora do sistema fiscal português.
Por último resta a mão de obra pouco qualificada que se divide em duas partes, ainda que tenha em comum, o baixo salário. Uma dela é informal, não desconta para lado nenhum, pelo que um desempregado pode estar registado como tal e não o ser. A outra, como vive de baixo salário os seus descontos são irrisórios e, claro está, não asseguram a sustentabilidade da SS no futuro.
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 18.09.2022 às 08:36

António Costa está a fazer o melhor que pode, perante o legado neoliberal do Passos.
Sem imagem de perfil

De balio a 18.09.2022 às 10:01

Evidentemente, o autor deste post tem razão: é impossível os governos controlarem a inflação se a sua política for aumentar sempre os pensionistas e os funcionários públicos à taxa da inflação, mesmo quando esta é alta de mais - como atualmente é, mas na década passada nunca foi. As leis ou normas que obrigam os governos a aumentar os pensionistas e os funcionários públicos à taxa da inflação são estúpidas e feitas para um tempo passado, em que a inflação era sempre muito baixa. Seria bom que a oposição reconhecesse isto.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2022 às 13:20

E não se deveria aumentar os salários indexados à inflação porque...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2022 às 13:19

Que os salários devam ser aumentados e bem, é uma coisa. Agora dizer que António Costa cortou salários é só falso. Não aumentou tanto quanto devia, isso sim.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.09.2022 às 11:05

é melhor seguir o conselho do comentador em baixo: veja o Polígrafo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.09.2022 às 06:04

A mentira não é atributo exclusivo do dr. Costa. É extensível ao PS. Por isso:

A não perder ---  "Polígrafo"  --- ontem, dia 19/Set., na SIC

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.09.2022 às 09:22

Há duas coisas que ficámos a saber nos últimos tempos (e o Polígrafo ontem confirmou na Sic):
-- 1º-  Que o Passos Coelho disse a verdade quando alertou para o problema da insustentabilidade da Segurança Social e que era uma bomba-relógio que poderia "explodir" a qualquer momento. E como não era homem de empurrar os problemas com a barriga, anunciou em 2015 que eram inevitáveis e inadiáveis os tais cortes que seriam feitos gradualmente, ao longo dos 4anos, da legislatura seguinte, de forma a suster o descalabro que aí vinha se nada se fizesse 
-- 2º- Ora o mais grave disto tudo é que o dr. Costa e todos sabiam do estado de depauperação da Segurança Social (e não só) e que as medidas anunciadas pelo Passos eram indispensáveis. Mas cinicamente acusou-o, mentiu aos portugueses e omitiu essa Verdade, e transformou-a na palavra "austeridade" e no engodo com que forjou o seu mote de campanha: o "virar da página" da austeridade. 
Viu-se.
E vê-se hoje onde nos trouxeram as famosas "reversões" , as badaladas "contas certas" com as cínicas "cativações" da sua política de expedientes e de embustes habilidosos.

Mas como o diabo tem uma capa que dum lado tapa e do outro destapa,  já não dá mais para o dr.Costa continuar com os seus truques para enganar os portugueses. Chegou ao fim da linha: não pode esconder mais dos portugueses o estado calamitoso (e comatoso) a que, infelizmente, deixou chegar o país. Os cortes, desta vez, serão às escâncaras e talvez a doer. É lixado onde nos trouxe a demagogia barata... 
Se não fosse trágico o nosso viver, seria ocasião para dizer "o último a rir é quem ri melhor".

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • pitosga

    João Távora,Na sequência Tolentiana adiciono, porq...

  • Anónimo

    Prostituição - e da mais reles...JSP

  • Anónimo

    Não desvalorizando de modo algum o ensino superior...

  • henrique pereira dos santos

    Seria um bocado estúpido partir do princípio que p...

  • jo

    As vagas supranumerárias exitem, custam recursos, ...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2015
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2014
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2013
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2012
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2011
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2010
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2009
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2008
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2007
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2006
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D