Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O ressurgimento do fascismo

por henrique pereira dos santos, em 26.07.20

Um dias destes era a câmara de Leiria a promover uma "polícia anti-covid".

Hoje é a polícia que apresenta contas da sua acção de defesa da sociedade "Restrições ao Covid com 346 contraordenações. O maior número foi por consumo de álcool na via pública".

E vai lembrando que as festas passaram a ser uma coisa estritamente controlada pelo Estado, através dos seus mecanismos de repressão.

Que exagero, dir-me-ão, será que não vejo a enorme ameaça que estamos a enfrentar?

Sim, sim, eu vejo uma enorme ameaça, mas não é vírus nenhum (esse, tal como os outros milhares de vírus são uma ameaça com que lidamos há milhares de anos), é mesmo o ressurgimento dos fascistas que nos querem proteger de nós próprios: "O ministro da Administração Interna anunciou que “pelo menos até às 24 horas da próxima terça-feira” serão proibidos “todos os trabalhos em espaço rural, exceto os combates a incêndios florestais e a garantia da alimentação dos animais”. Este anúncio surge porque, diz Eduardo Cabrita, a “grande parte dos incêndios” registados nos últimos dias “são evitáveis”."

Para quem não perceba bem: o Ministro da Administração Interna, não se sabe bem com que mandato e com que mecanismos de controlo, decidiu que os trabalhos no mundo rural passam a estar proibidos porque podem provocar fogos, decidindo discricionariamente sobre a vida de milhares de pessoas.

Pode ser que haja quem não veja aqui nenhuma evolução - nunca em nenhum outro ano alguém se lembrou disto, mas pelos vistos a gestão da epidemia deu umas ideias à protecção civil - mas para mim é clarinho, clarinho: o abuso do poder do Estado passou de ameaça a opção querida por nós.

Continuem a procurar o fascismo em Venturas e afins, e a não o ver em nós, e logo veremos onde isto nos leva.



12 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.07.2020 às 19:37

E tratar da horta, posso?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.07.2020 às 07:17

Pode, claro. Então como repartia as couves com o vizinho? A srª DGS aconselhou, lembra-se?
Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 26.07.2020 às 20:30

É preciso agir ,de "Bertold Brecht".
Sempre actual.
Sem imagem de perfil

De voza0db a 26.07.2020 às 20:30


Do Fascismo Pseudo-Sanitário ao Fascismo/Ditadura só é preciso um espirro!


Pseudo-Sanitário porque já morreram mais velhos por causa do CALOR do que por causa da inventada pandemia!


https://postimg.cc/JD1N4nDk
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.07.2020 às 21:36

Caro Senhor
O dito senhor mostrou  a sua tendência para a autoridadezinha ao roubar o microfone de um convidado da A República, por que ele é que mandava na comissão ( a bola era dele, está a ver o género).
Agora, como ministro ( é o "dono" dos polícias) de um governo perdido no histerismo de uma gripe que não vai acabar, tal como as anteriores, e com uma imprensa que vende títulos como os feirantes vendiam cobertores nas feiras, é fartar vilagem: tudo tem de parecer ser controlado porque o descrontolo é total: é assim que as minhas filhas não podem jogar raquetes na praia; mas qualquer grupo de pressão com um mínimo de força faz o que quer.


E o povo gosta, de ver as autoridade sa fazer contra-ordenações, e  a impedir actividades "ilegais" como , por exemplo ceifar e debulhar o alimento, não destas bestas, mas das que eles comem sob a forma de bifes.
 Cuidado com o que desejam: não há telebifes!


Cumprimentos


Vasco Silveira.  
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.07.2020 às 06:33

Com grande estupefacção, cada vez mais ouço e leio palavras que eu julgava arcaicas, caídas em desuso:
controlo, restrição, ameaça, proibição, cancelamento, monitorização, repressão, silenciamento.
Palavras estas que foram postas em prática e se transformaram em actos ilegítimos. 
Actos ilegítimos de abuso de poder.
Abuso de poder consentido por nós. 
É preciso deslegitimizar este poder discricionário.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.07.2020 às 07:14

(cont.) 
(...)
"Cuidado com suas palavras, pois elas se tornam acções.
Cuidado com suas acções, pois elas se tornam hábitos.
Cuidado com seus hábitos, pois eles se tornam o seu carácter.
E Cuidado com seu carácter, pois ele se torna o seu destino".



Convém agarrar e conduzir o nosso Destino com as próprias mãos e não deixar que o façam os outros. 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.07.2020 às 09:16

"Quem acredita que uma coligação entre o PS e todos os restantes grupos de esquerda seja capaz de fomentar a poupança, estimular o investimento nacional e internacional, atrair as melhores empresas e grupos do mundo, seduzir cientistas e capitalistas de vanguarda capazes de organizar a exploração racional de alguns recursos, como sejam os minerais? Pensa-se possível que um governo duro de esquerda conseguirá chamar instituições e capitalistas a fim de cuidar de um dos nossos maiores problemas que é o da falta de capital? Alguém acredita que os fundos europeus chegam? Que, sem outro tanto de origem interna ou internacional privada, seja possível recuperar, reformar e relançar?"  António Barreto, (via  jacarandá blogspot).

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.07.2020 às 09:50


Os mecanismos de controlo têm dias, HPS e não dá para tudo...
Se não veja.


https://www.youtube.com/watch?v=4IidfVzYzTk&feature=youtu.be (https://www.youtube.com/watch?v=4IidfVzYzTk&feature=youtu.be)

Como diz a Helena Matos: "Monitorize, sra. Ministra, monitorize"



Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.07.2020 às 11:14

Um dia destes há confinamento obrigatório nos concelhos de risco máximo de incêndio.  E porque não?
E o povo aplaude...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.07.2020 às 16:08


Para todos, autores e comentadores, um texto que me atraíu pelo título:
COVID — The Lies We Don’t Question | by Omar S. Khan | Jul, 2020, em
https://medium.com/@oksensei66/covid-the-lies-we-dont-question-56eb6e929a27


Bon appetit.

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Carlos Sousa

    E pegando nalgumas palavras do primeiro-ministro, ...

  • Anónimo

    caro senhornestes tempos aburguesados e politicame...

  • Anónimo

    Caro Senhor"Apesar dos frequentes casos de corrupç...

  • Carlos Sousa

    O que me está a causar apreensão não é a DGS fazer...

  • Albino Manuel

    A monarquia espanhola vai aguentar. Derrubá-la é c...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D