Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O que é de mais, é moléstia (parte dois)

por henrique pereira dos santos, em 30.01.21

Chamaram-me a atenção para esta entrevista de Manuel Carmo Gomes:

"Evitamos falar de números, porque a situação altera muito de um dia para o outro, mas em termos de contágios reais deveremos ficar algures entre 16 mil e 18 mil casos. Os 16 mil casos que tivemos reportados esta semana (quarta-feira) corrigem os dias anteriores e referimo-nos sempre a médias semanais.

...

Quando no dia 12 de janeiro recomendei (na reunião do Infarmed) que se fechasse tudo, incluindo as escolas, à exceção das escolas dos miúdos mais pequenos, não era por causa da variante, mas da velocidade a que a epidemia estava a subir. Dissemos: vamos ter 14 mil casos no dia 24 de janeiro. Enganámo-nos por três dias, porque os 14 mil casos chegaram mais cedo".

Vamos aos factos.

É simplesmente mentira que no dia 12 de Janeiro Manuel Carmo Gomes tenha dito que no dia 24 (penso que era 27, mas isso é um mero engano) se chegaria aos 14 mil casos, o que disse era que esse seria o cenário se imediatamente se fechasse tudo, incluindo escolas. Sem essas medidas, a previsão era de 37 mil casos (médias semanais como Manuel Carmo Gomes faz questão de frisar).

É simplesmente mentira que em algum dia a média semanal de casos tenha chegado aos 14 mil casos, o máximo, até agora, foi atingido a 28 de Janeiro com 12 890 casos. Daí para cá - ontem e hoje - a média semanal desceu para 12 365, ou por aí, o que não quer dizer que não venha a subir no futuro próximo, não é o que os números parecem sugerir, mas não se sabe.

Não há problema nenhum no facto dos modelos darem resultados que no futuro se venham a provar errados ou imprecisos, é da natureza das coisas, o futuro é uma coisa muito incerta.

Mas mentir desta forma sobre os seus próprios modelos e os resultados a que chegaram, para defender a sua aderência à realidade tem um nome: desonestidade.



4 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.01.2021 às 17:30

Provavelmente é o que este senhor MCGomes é e muitos outros que ou mentem ou tiram frases de autores para as enquadrarem em versões q lhes são convenientes...
Maria Eduarda 
Sem imagem de perfil

De voza0db a 30.01.2021 às 22:24

Esse salafrário e corrupto NUNCA irá contra a PROPAGANDA e a OPERAÇÃO COVIDIUS... O bom salário que os privados lhe pagam - via impostos - isso exige!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.01.2021 às 19:53

Exmo Sr


A sua "guerrinha pessoal" com Manuel Carmo Gomes (se não existe aparenta existir) é algo que nada me interessa, mas eu não sendo especialista em epidemias sei fazer contas e as contas dizem-me que Portugal registou quase tantos casos e mortos em Janeiro quanto nos meses entre Março e Dezembro de 2020, sendo a nível mundial por milhão de habitantes (em Janeiro) um desastre completo.
Aguardo os seus comentários


Cumprimentos respeitosos


Pedro Cunha
Imagem de perfil

De henrique pereira dos santos a 01.02.2021 às 06:32

Estamos de acordo em considerar Janeiro o pior momento, até agora, de incidência da epidemia, se se considerarem os números nacionais.
Regionalmente esta afirmação não é verdadeira para a região Norte.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Júlio Sebastião

    O António José Seguro começou a dar aulas de mestr...

  • Anónimo

    Há sistemas baseados no voto que não são democráti...

  • Elvimonte

    Já dizia Eça: "Os partidos elegem-nos e nós votamo...

  • Anónimo

    Que esperar de um Regime corrupto, de corruptos, ...

  • Anónimo

    Muito bem analizado. Apenas mais uma das consequên...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D