Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O que ainda falta na massa

por Vasco Mina, em 17.05.15

Assim Seja_Foto.jpg

 

"As pessoas sabem com o que podem contar da nossa parte: com responsabilidade, com prudência, com exigência. É desta massa que será feita a recuperação do nosso país"

Esta afirmação de Passos Coelho bem que deveria ser o mote da campanha eleitoral que já se encontra em marcha e que ontem teve, para a coligação PSD-CDS, o momento de celebração formal entre os dois partidos. Eu acompanho a tese defendida pelo Presidente do PSD mas também espero responsabilidade, prudência e exigência na escolha dos representantes que iremos (ou não) eleger. As opções políticas desta coligação são conhecidas e quatro anos de governação servem para avaliar os conteúdos. O que, na verdade, ainda está por saber são os que irão representar quem neles vai votar. Sei que é uma frase já muito gasta mas “a política é das pessoas para as pessoas”. O nosso sistema político está assente na representatividade através de eleições às quais se apresentam partidos políticos. Talvez fossem desejáveis algumas mudanças mas não as teremos nas eleições legislativas de Outubro. Assim, quando votamos em partidos estamos, também, a eleger, em cada círculo eleitoral, os deputados que, supostamente, nos representarão. Não os escolhemos (infelizmente) individualmente mas sim como parte integrante de uma lista. Esta limitação à nossa liberdade de escolha em nada retira a responsabilidade, efetiva, que temos na composição do parlamento. É que não podemos votar em responsabilidade com irresponsáveis, não conseguimos optar pela prudência com imprudentes e muito menos ser exigentes com candidatos a deputados quando estes integram listas sem critérios claros e sérios de seleção. António Costa tem de apresentar (o que ainda não aconteceu) alternativas políticas mas também quais os respetivos protagonistas. A coligação PSD-CDS tem mesmo é de apresentar gente capaz de fazer a tal massa que fará a recuperação do país. Ou consegue isto ou arrisca-se a não fazer qualquer massa.




Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • lucklucky

    Racismo de Biden, censurado claro pelos jornalismo...

  • lucklucky

    Ninguém vai para jornalismo para dar notícias. Vai...

  • henrique pereira dos santos

    Acordo esse que estou a cumprir integralmente, não...

  • Anónimo

    "Corre por aí que não compete ao prof. Marcelo sub...

  • Anónimo

    " Os estragos que o dr. Costa causou nestes cinco ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D