Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O "On" e o "Off"

por João-Afonso Machado, em 25.08.20

Finalmente! - vai uma diferença grande entre o que um político diz e o que ele pensa. Algo não desconhecido pela generalidade dos portugueses, como agora se confirma, e com as consequências eleitorais bem medidas pela abstenção.

Desta feita, a entrevista de Costa tem, à devida escala, a dimensão de um Watergate português.

Primeiramente, as palavras de circuntância. Já o episódio de Reguengos estava sob investigação, já a Ordem dos Médicos expusera as suas críticas, e Costa repudiava-as com o argumento jurídico da falta de competência para se pronunciar, via parecer, sob o assunto. E tudo - embora de evidente modo irritado - dentro do formalismo adequado aos trâmites legalistas.

Contudo, voluntária ou involuntariamente, já em privado, o seu pensamento veio à tona e foi divulgado - «gajos cobardes, os médicos».

No instante segundo, a Ordem reagiu. Diplomaticamente. Pediu uma reunião, que aconteceu. No fim da qual, Costa saiu dizendo esperava os mal-entendidos fossem ultrapassados.

O costume!

Desse cavalheiro, por natureza negociante, não havia a esperar mais. Aguarda-se é a resposta da Ordem dos Médicos (o Bastonário, Miguel Guimarães, parece dono de toda a confiança), em nome da nossa segurança e saúde.

Espera-se essa resposta - sem "On" nem "Off", apenas ditada pela verdade no nosso País.



18 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.08.2020 às 17:54


Tal e qual como o 'Ronaldo das Finanças' - aquando da garantia que deu a António Domingues na nomeação deste p/ presidente da CGD, e depois negada desta forma...:
- "foi um erro de percepção mútuo" . . .
Agora o 'Repugnante' repete:
- "Um mal-entendido" . . .
• Costa: “Está tudo Esclarecido!” - "Caso Encerrado!" . . .
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.08.2020 às 19:14

É só mais um animal feroz última geração. 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.08.2020 às 19:41

Não sei que raio de associação acabei de fazer, mas surgiu-me à memória a imagem recente do Dr. Costa, a lamentar com voz  tonitruante e ar compungido o "massacre" (sic) dos animais no incêndio de um canil em Sto Tirso.
Mas esteve bem, muito bem mesmo, o fato também lhe assentava muito bem e até captaram o seu melhor ângulo, com um fundo muito bem escolhido, muito bem pensado, onde se via o André Pan a acenar.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.08.2020 às 20:39


João-Afonso Machado,
Bom escrito. Mas quando um Castro Guimarães parece ter vergonha do apelido, passa a ser o miguelito
Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 25.08.2020 às 21:02

" os gajos cobardes, não fizeram "
Se pretender reproduzir uma frase dita por outrem, não invente, só lhe fica mal e o texto perde toda a credibilidade.
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 25.08.2020 às 21:08

Não seja especioso. tente ser só socialista.
Costa, a propósito:
a) - referiu-se aos médicos,
b) - tratou-os por "gajos", e
c) - adjectivou-os como "cobardes".


Depois do enunciado, creio não ser preciso o desenho.
Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 25.08.2020 às 21:51

Para quem espera uma resposta apenas ditada pela verdade não deveria utilizar falácias para esclarecer más interpretações. Mas isto sou eu, que sou um especioso. 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.08.2020 às 06:12

CS:
4+5+2 = 5+2+4 = 11
capisci?
Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 26.08.2020 às 10:16

Beira da estrada = Estrada da beira
Entendi perfeitamente ...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.08.2020 às 10:04


Aquele desabafo em privado ou em off como queiram chamar-lhe, nada tem de inocente e portanto não foi espontâneo. Com o Dr. Costa convém não se ser inocente e não mordermos com facilidade o isco que nos lançou e com que nos anda a distrair, fazendo por desviar a atenção do assunto principal  que NÃO lhe convém que se discuta.
Foi tudo uma encenação de "boi-piranha", expressão brasileira que aqui se aplica. Quando os criadores de gado tinham de atravessar um rio cheio de peixes carnívoros temiam perder as suas cabeças de gado. Então, tinham um estratagema para evitar a perda das suas reses: lançavam à água apenas um boi para atrair as piranhas e enquanto estas se entretinham a devorá-lo, o peão passava sossegadamente e a manada inteira, sua grande riqueza, atravessava também incólume.

Foi isto.
La Palisse





























Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 26.08.2020 às 10:29

É evidente que o desabafo nada tem de inocente, assim como também nada tem de inocente a auditoria feita ao lar de Reguengos por parte da ordem. Por isso é que quando fazemos juízos de valor convém pôr o "clubismo" de parte. Se quisermos ser distinguidos pela seriedade. 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.08.2020 às 20:11

Não há um relatório, há dois. Um oficial que seguiu para o Min. Público. Não é autorizada a sua divulgação, não é permitido que se conheça o seu conteúdo. E há também o relatório da Ordem dos Médicos, mas deste já se souberam alguns aspectos.
Concluindo: alguém pode fazer um  "juízo de valor" como afirma, sem conhecer os factos? Com base em quê se ninguém teve acesso aos documentos e um deles até está em segredo de justiça?
Parece-me que há aqui alguém a querer safar-se...( e não parece que seja a OM ).


Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 26.08.2020 às 21:33

Juízo de valor é quando você diz que o desabafo em off nada tem de inocente. 
A actuação do bastonário também nada tem de inocente, mas isso você não referiu.
Juízo de valor é também quando você diz que ninguém teve acesso aos documentos, e opina que alguém se está a querer safar mas não lhe parece que seja a OM.
Fazer insinuações, lançar suspeitas e forçar situações são alguns dos métodos utilizados em regimes que eu não creio que você defenda.
Emitir uma opinião isenta e sem demagogia ou populismo, não é fácil. Mas quero acreditar que é esse o seu objectivo. 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.08.2020 às 10:39

Sim, claro que faço juízos de valor sobre o carácter das pessoas, de acordo com o que delas observo, como é o caso. Faço um julgamento, sim,  de acordo com o que julgo ser uma boa conduta ou uma conduta desviante de certos padrões universais tidos como bons e razoáveis pelo senso comum.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.08.2020 às 10:45


Desculpe maçá-lo mais, mas ainda lhe acrescento que estou totalmente de acordo com a análise feita por Paulo Tunhas, pela perspicácia demonstrada e que se quiser ler... Tenha pelo menos a abertura de espírito de tentar entender outros pontos de vista.


https://observador.pt/opiniao/e-os-gajos-cobardes-nao-fizeram/ (https://observador.pt/opiniao/e-os-gajos-cobardes-nao-fizeram/)
Sem imagem de perfil

De Geyze a 26.08.2020 às 00:36


Bole posts meus parabéns. ;)  
Sem imagem de perfil

De voza0db a 26.08.2020 às 20:03


O gangue dos mérdicos apenas demonstrou aquilo que realmente é: um gangue que inventa o que for preciso para se proteger ainda que tenha de queimar alguns dos mérdicos do gangue.


E neste pequeno e divertido circo que estes dois gangues de salafrários nos proporcionaram ficamos a saber, ou muitos deveriam ter ficado a saber, que agora se sabe porque foi que o "Estado"/"Governo" ofereceu aumentos salariais ao gangue dos mérdicos...
Sem imagem de perfil

De voza0db a 26.08.2020 às 20:07

No dia em que o bostanário, salafrário cabecilha do gangue, falar pela "nossa" - fala por ti ignorante - "segurança e saúde", já está a MANADA toda MORTE, tais velhos e velhas em lares de idosos!

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Portugal, iniciou a sua auto destruição em 1/2/190...

  • Anónimo

    Assim vai o "regime". Eis o retrato da 3ª Repúblic...

  • Anónimo

    E por ex., em relação aos Papas, em sua opinião co...

  • Anónimo

    Achei um texto tão acertivo , logo no título, que ...

  • Anónimo

    Tudo bem desde que a sucessão não caia num Harry.....


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D