Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Observador bipolar

por José Mendonça da Cruz, em 21.10.22

O Observador tem o melhor conjunto de colunistas de todos os media portugueses, muitos deles notáveis a todos os títulos.

A redacção do mesmo Observador continua, porém, a cultivar a agenda ideal das madrassas socialistas. O Observador corre a entrevistar Mariana Mortágua e Lula. Publica artigos sucessivos de ataque a Carlos Moedas e à presidência da Câmara de Lisboa. Assume e entusiasma-se com os ataques à Igreja Católica. Refastela-se na espuma dos dias e evita a análise séria das questões políticas e económicas.

Que pretende o Observador? Atrair a esquerda e o centro para o esclarecimento dos seus colunistas com a astúcia de um noticiário à maneira do Público? Ou é mesmo desnorte?


4 comentários

Imagem de perfil

De O apartidário a 21.10.2022 às 12:29

Um exemplo (e bom) de colunista no Observador: "O financiamento do BCE permitiu a Costa pôr o país a descer as escadas do declínio gradualmente. Agora, o fim do dinheiro barato faz tremer este reino de fatalismo medíocre. Já não se trata de descer as escadas, mas de cair por elas abaixo. Os funcionários públicos terão no ano que vem a maior perda de poder de compra desde 2010Notem bem: maior do que no tempo dos cortes da troika. Vão conformar-se? Vão continuar a acreditar que melhor é impossível, e que mudar é um perigo? Ou vão perceber que enquanto Costa estiver no governo, nunca haverá boas notícias? "  --- Artigo de Rui Ramos no Observador
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 21.10.2022 às 13:09


Não sabia que um jornal teria forçosamente de seguir agendas (sempre tive a ideia das notícias objectivas, e do jornalismo de investigação), e que os articulistas tinham de seguir uma ideologia, ou no mínimo haver uma representação das várias. Sempre pensei que quem escrevia artigos (de opinião) deveria ser a) honesto b) inteligente.
Se calhar por isso não compro uma resma de folhas impressas há tanto tempo.
Sem imagem de perfil

De Octávio dos Santos a 23.10.2022 às 20:35

Exceptuando, precisamente, os artigos dos colunistas (e nem são todos), os textos do Observador estão invariavelmente em «acordês». Só isso é suficiente para não lhe dar muita credibilidade.
Sem imagem de perfil

De Alexandre N. a 23.10.2022 às 22:35

As "baratas" são os animais mais resistentes à face da terra, até nos lugares supostamente mais "limpos" de vez em quando fazem a sua aparição. 

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • balio

    É um funcionário público, ao que dizem técnico su...

  • João Ribeiro

    Sabe bem, ler isto.

  • RR

    Se o P(N)S fala para valer, em vez de andar aí a b...

  • cela.e.sela

    «Ora zus, truz, truz,Ora zás, trás, trás,Ora chega...

  • O apartidário

    Um candidato do outro mundoO PS, ou uma parte do P...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D