Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Objecto Esquisito

por José Mendonça da Cruz, em 19.06.24

As convoluções do linguajar desportivo atingem dimensões inauditas. Leio numa crónica que

«com apenas dois médios que se transformavam em três com os movimentos de Cancelo para dentro numa réplica com nuances daquilo que o lateral fazia no Manchester City de Pep Guardiola, Palhinha acabou por ser sacrificado em detrimento de Vitinha e Bruno Fernandes. Assumidamente, a ideia de Portugal no corredor central do setor intermédio passava mais por aquilo que podia fazer em posse do que com aquilo que tinha de fazer sem bola, o que fazia com que a linha ofensiva fosse a primeira a pressionar mais alto para obrigar a um jogo direto que dava vantagem aos centrais nacionais.»

E que, no entanto,

«o tridente ofensivo habitual voltou a ser aposta de Roberto Martínez, com Bernardo Silva a ter de forma mais frequente movimentos para dentro para deixar o flanco para as subidas de Diogo Dalot e Rafael Leão mais por fora a dar largura ao ataque de Portugal a olhar também para as transições, deixando Ronaldo em posição mais central na área mas com liberdade para sair do seu raio de ação para trazer consigo também defesas na marcação.»

O que me deixou entretido com cinco interrogações:

- Em que língua estará escrito o texto?

- Que quererá dizer?

- De que modalidade se tratará?

- A que evento dirá respeito?

- Terá acontecido realmente?


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Anonimus a 19.06.2024 às 12:42

Isso não é nada. Ouvir um relato televisivo português é pior que uma reunião técnica na nasa. Desde as entrelinhas ao overlaping. Com o acréscimo de conseguirem debitar som durante os 90 minutos mais descontos.
Gabriel Alves, saudade.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 19.06.2024 às 14:24

É perfeitamente entendível.
Sem imagem de perfil

De Cá não há bar a 19.06.2024 às 16:10

Eu não pelcebel,pode repeltil?   
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 19.06.2024 às 22:59

Diga-me uma frase que não entende que eu explico 
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 19.06.2024 às 16:43

Pelo que fizeram,  os jogadores também não percebem..
Sem imagem de perfil

De maria a 19.06.2024 às 17:49

Só um cego não vê que os jogadores dianteiros são uns brinca na areia, têm a bola colada às botas e por isso não fazem centros. Isto se não mudar vai ter consequências. Difícil, os jogadores são os mesmos e com vícios.
Em três passos os adversários centravam sempre e estavam em cima da baliza.
Sem imagem de perfil

De cela.e.sela a 20.06.2024 às 08:28

«portunhol ?
a raia que os parta
Sem imagem de perfil

De Jorge a 20.06.2024 às 09:15

Eh eh eh...muito bom.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anonimus

    Concordo.

  • lucklucky

    "poder económico" !?Está a gozar... não há maior p...

  • Silva

    Conversa da treta sobre estudos da treta.O que há ...

  • P. Fernandes

    Não nesse caso. O armazenamento de semente nas pin...

  • cela.e.sela

    podiam aproveitar os 'calitros' para fabricar meta...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D