Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O novo "povo mártir"

por João-Afonso Machado, em 25.02.22

IMG_5731.JPG

E eis, enfim, o covid desapareceu - da nossa atenção, é claro, que a pandemia poderá ser agora de natureza nuclear e as radiações estendem-se já por aí.

A guerra das armas chegou à Europa. A uma Europa que, sem outras armas senão as ameaças e a dissuasão, saíu ilesa da Guerra Fria e quase já não recorda a II Guerra Mundial. Anote-se, este não é um conflito em que subjazem diferendos ideológicos: somente o imperialismo autocrata russo, a sua vontade de expansão e de recuperação da sua antiga imensidade (para além da gulodice económica) levam Putin a roubar e a matar.

Possivelmente, a Europa, os EUA, andaram este tempo todo dormindo, como já acontecera antes de 1939. Agarrados a uma diplomacia que é sempre a gargalhada dos tiranos - desses que, como Putin, ainda proclamam intenções de paz quando as suas tropas já iniciaram a invasão.

Depois vêm as represálias económicas. (Outra gargalhada dos tiranos - vejam-se as décadas de embargo comercial aos cubanos...) Mais conversa mole, com cada país estudando meticulosamente os prós e os contras para as suas economias desta e daquela medida de contenção. Finalmente, o ridículo total: já foi anunciado, a final da Champions não será disputada em S. Petersburgo.

Tudo isto com os exércitos russos, precedidos dos indispensáveis bombardeamentos, chegados a Kiev. Adeus Ucrânia livre e soberana!

Até hoje a guerra era lá longe, em África ou na Ásia. Agora bate-nos a uma porta que não queremos abrir. As tropas ocidentais posicionam-se em volta (parece que um milhar de portugueses estacionará na Roménia) só para russo ver. Cada período da História tem os que já nos habituámos a chamar seu "povo mártir". Foi o caso dos polacos, é o caso dos ucranianos.

Entretanto Putin reprime os muitos russos que se manifestam contra a guerra. E o PCP em mirabolante comunicado, põe-se do lado de Putin. Falta apenas António Costa pronunciar-se sobre a inclusão do PCP no seu dilecto "arco constitucional". Assim vai esta planetária "geringonça".



8 comentários

Sem imagem de perfil

De Vasco Silveira a 25.02.2022 às 13:08

Caro João


Um dos piores erros da humanidade é o de se esquecer da história, porque esta nunca se esquece da humanidade.


O homem Moderno (??) Europeu de início do século XXI , julgava o mundo igual a si: 
_ sem homens com as suas imensas fraquezas e irracionalidades; só chavões políticamente correctos, e aluguém  ( ??) para o defender sempre que a sua irreligiosa moral pública fosse ameaçada.


No entanto cá está tudo de volta, uma vez mais.


Um pouco de humildade, coragem, decência, e fé, talvez nos ajudem, não a afastar a história, mas a viver com ela.


Um abraço, e que Deus ajude as pessoas que sofrem com esta guerra, seja qual for o lado onde elas se encontram.


Vasco
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 25.02.2022 às 13:14

Caro Vasco:

Tens toda a razão e, como tu, digo: Deus ajude aqueles desgraçados, privados da sua liberdade e independência e do que havemos de ver.
Um abraço!
Imagem de perfil

De Cecília a 25.02.2022 às 13:35

por favor João, não nos faça relembrar o execrável discurso proferido pelo Oliveira do PCP na Assembleia da República.
Foi mau demais - quase tão mau quanto ver um país e seus cidadãos sofrerem às mãos da tirania.


o que vale é que acredito serem necessários só mais 4 anos de paciência para os ouvir da bancada (e é botar paciência nisso - aquela que já nem o Costa teve para o final). 
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 25.02.2022 às 13:38

Assim espero Cecília. Mas digo-lhe com a maior sinceridade hoje indigna-me muito mais o que se está a passar na Ucrânia. Porque parece uma irreversível fatalidade e eu nasci muito pouco dado a conformismos.
Imagem de perfil

De Cecília a 25.02.2022 às 14:00

eu também sou muito pouco dada a conformismos daí achar absolutamente terrível a existência de mentalidades que suportam e justificam as atitudes do neo-czar russo. 


e o que está a acontecer na Ucrânia magoa-me muitíssimo, sobretudo como mulher,  mas de uma certa forma devolve-me esperança na humanidade porque vejo, naquelas mulheres e homens, uns cojones como pouco já vejo mais a ocidente (onde o exercício pena-blazé-de-sofá é rei); 


sabe, perdi o contacto - a vida tem destas coisas - com colegas ucranianos com os quais privei há cerca de 20 anos : dois de Donetsk e um de Kiyv, precisamente, e já então eles falavam que não tardaria muito e a Europa iria rachar precisamente por ali. tinham mulheres e filhas naquelas cidades e lembro-me muito de todos eles. das muitas e culturais conversas que tivemos. da tenacidade, da paixão quente que lhes corre no sangue e que tão bem escondem atrás de olhos glaciais. o povo ucraniano está a sofrer, mas mesmo assim, juntamente com o seu presidente, está a dar uma lição de caráter como há muito não se via por estas bandas. 
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 25.02.2022 às 14:08

É verdade.
Aqui conheço um, trabalha que se desunha e tem cá a família mais chegada.
Já me tinha dito que não voltaria para a Ucrânia. Ficava cá...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.02.2022 às 09:44

 " E o PCP em mirabolante comunicado, põe-se do lado de Putin. Falta apenas António Costa pronunciar-se sobre a inclusão do PCP no seu dilecto "arco constitucional".


Embora o Vamulaver tenha topete para tudo, que descaramento não lhe falta, mesmo para um contorcionista, deve ser bastante embaraçoso justificar a geringonça, neste momento da História. Seria bom para todos que nos lembrássemos dos dislates e barbaridades que ele, Costa, disse na altura sobre os seus 2 parceiros de "coligação". Será ele capaz de manter ainda que aquelas duas seitas pertencem ao "quadro democrático" sem corar de vergonha?  

 Depois de reveladas as posições do BE e PCP sobre Putin e a invasão da Ucrânia,  não seria mais avisado e prudente colocar um cordão sanitário à volta destes fanáticos? Umas linhas vermelhas? Isolá-los de vez?

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.02.2022 às 09:49

PCP e BE pertencem ao “quadro democrático”?

 "Aí é que está: não pertencem. A violência que defendem ou relativizam na Ucrânia é evidentemente a mesma que defenderiam ou relativizariam em Portugal.  (...)  Hoje e sempre, o PCP e o BE aspiram ao caos. Hoje e sempre, e à imagem das extremas-direitas autênticas, PCP e BE são inimigos dos EUA e da NATO e de qualquer nação aliada dos EUA ou membro da NATO. PCP e BE são inimigos de Portugal, que se pudessem submeteriam ao projecto de ditadura que os move.

Continuem, então. Continuem a convidar comunistas de ambas as seitas para protestos. Continuem a chorar a escassez de comunistas no Parlamento. Continuem a convocá-los para sustentar governos. Continuem a pendurá-los no Conselho de Estado. Continuem a oferecer-lhes espaço de comentário televisivo. Continuem a tratá-los com a civilidade que eles, nas circunstâncias adequadas, jamais retribuiriam. Continuem, no horrendo jargão da época, a “normalizá-los”. Apenas não se esqueçam de que estão a “normalizar” cúmplices dos maiores criminosos deste tempo. Se as discussões com porcos nos deixam imundos, o convívio jovial transforma-nos na própria porcaria. Numa sociedade limpa, o comunismo não é normal e carece do célebre “cordão sanitário”. Mas as “linhas vermelhas” que por cá se traçam são demasiado vermelhas e demasiado sujas, decerto de sangue." ---- Alberto Gonçalves

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anonimo

    A da equerda é o Portugal dos meus sonhos, a direi...

  • José

    O Observador não anda distraído: contratou jornali...

  • pitosga

    Foi sempre mau escrever "a metro".A CEP, creio eu,...

  • Maria Neves

    Olá.Obrigada pela partilha.Boa semanaMaria

  • Anónimo

    Nem mais, Zazie! Esses hipócritas mostram-se muito...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2015
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2014
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2013
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2012
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2011
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2010
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2009
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2008
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2007
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2006
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D