Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O mistério dos cilindros de cera

José Manuel Fernandes, a propósito da grande almoçarada anual do Corta-fitas

por Corta-fitas, em 10.10.21

almocarada corta-fitas.jpg

Desde que chegara à casa do anfitrião que reparara na curiosa presença de umas embalagens cilíndricas cuidadosamente expostas numa prateleira da sala. Mas a conversa – variada e interessante, que a actualidade convida e os temas eram muitos – e a refeição foram-me distraindo da pergunta inevitável: o que era aquilo? Como mandam as regras, ou não fosse este blogue de gente conservadora, liberal e, alguns, monárquicos, a refeição seguiu por caminhos bem portugueses – bacalhau à Gomes de Sá, uma das receitas primas entre as mil que o fiel amigo nos proporciona, e grão com mão de vaca, pois dias não são dias. Mas depois de despachada a intendência da conversa mais política – que na verdade nunca se despacha, pois há temas sobre os quais nunca se chega a acordo –, eu fiz a pergunta sacramental: “o gramofone ainda funciona?”. Abriu-se a caixa de Ali-Babá, pois não só o gramofone funcionava, como de repente saltou detrás de um móvel um mais antigo fonógrafo de Edison e, milagre!, saíram de dentro das embalagens cilíndricas o que eu nunca tinha visto, cilindros de cera, com mais de 100 anos e com sons insuspeitos assim preservados. Mas não se julgue que ali tudo era antigo. Na mesma sala, na mesma hora em que fui introduzido a sons velhos de um século, mostraram-me como uma caixinha do tamanho de um maço de cigarros transforma o som agreste e digital do Youtube no som envolvente de outros tempos, um contraste de que eu – que me confesso duro de ouvido – já me tinha esquecido.

Quem diria pois que este convidado para um almoço de um blogue onde talvez esperassem ouvir qualquer coisa de mim, de lá sairia como alguém que lá foi sobretudo para ouvir e aprender.

José Manuel Fernandes



2 comentários

Sem imagem de perfil

De balio a 11.10.2021 às 10:00

As barrigas são menores do que eu esperaria.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.10.2021 às 11:37

- Viva o Rei! ...
C`um caneco...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Nuno

    Pelo menos foi honesto quando disse que não contas...

  • Anónimo

    Compete ao Estado zelar por nós, dizem. Mas, e se ...

  • Anónimo

    Tempos difíceis se aproximam e o Costa põe o corpi...

  • Anónimo

    https://blasfemias.net/2021/10/26/vai-se-a-ver-a-c...

  • Anónimo

    Subscrevo. Um período de má memória que vai deixar...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D