Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O milagre das mercearias finas

por João Távora, em 09.09.19

evaristo.jpg

Uma prova de que o saudosismo o mais das vezes é fruto da falta de memória ou da imaginação fértil é o que acontece por estes dias em que o conceito de "Mercearia" está na moda, associado erradamente a qualidade e sofisticação. De facto, por todo o lado hoje florescem lojas com produtos “gourmet” que estranhamente ostentam a designação de “mercearias” que ao tempo da minha juventude não eram mais do que pequenas e obscuras lojas, o mais das vezes contiguas à residência do proprietário, que cheiravam a ranço e tinham um pouco de tudo o que não fosse fresco, e onde se aproveitava a familiaridade com o freguês para lhe conceder crédito, vender o refugo e carregar nos preços.

Na imagem: cena na Mercearia do Evaristo, do filme O Pátio das Cantigas realização de Ribeirinho em 1942. 

Autoria e outros dados (tags, etc)



2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.09.2019 às 17:34


Creio que vai por aí uma grande confusão.
Mercearias finas sempre houve poucas e no centro das grandes cidades. Ainda hoje há uma boa dúzia delas.O texto refere-se às mercearias "não finas" que as havia aos milhares!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.09.2019 às 11:23

Estes tipos e estas tipas, em geral esquerdalhos, ou tipo PAN, que quer um SMS para animais enquanto os humanos, nomeadamente velhos, caem das macas apinhadas nos corredores dos hospitais, fazem de tudo para acabar com a Família e os valores ancestrais judaico-cristaos. E, então, saem-se com este tipo de tontices, e, claro, o tuga, amestrado e acéfalo, coitado, acha um piadao. Hoje tascas e marcenarias e outras palermices que tais estão na berra. Pensar pela própria cabeça é o pensas...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • António

    Portugal está cheio de Salazarinhos.

  • Anónimo

    Presumo que a medida não se aplica aos bovinos mac...

  • Anónimo

    ..." Mas não nos acontece, tal como o filho mais v...

  • Anónimo

    Este andaço para pouparem a vida dos animais é dev...

  • Anónimo

    Modas e vontade de ficar bem na fotografia...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D