Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O BE ou o regresso da Santa Inquisição

por João-Afonso Machado, em 18.02.21

Fui aluno, na Faculdade, do Doutor Cardoso da Costa, então juiz do Tribunal Constitucional, a que mais tarde viria a presidir. Eram tempos diferentes - os comunistas nem queriam saber das minorias, somente insistiam nas lutas das «massas», leia-se, do proletariado industrial ou rural. Até sobrevir a queda do Muro de Berlim.

A sua gramsciana estratégia houve de se adaptar. Já não havia proletariado e a «luta de classes» não soava nas balalaikas cunhalistas. Face à louvável ortodoxia do nosso PC (uma relíquia a conservar no universo político europeu), surgiu o Bloco de Esquerda, e um novo jeito de prosseguir Gramsci. Qual? - o da dita defesa dos direitos das tendências menores.

Abreviando: num instante a Esquerda moderna dava a mão ao maçonarismo. Tudo veio à tona com os casamentos homossessuais and so on.

Já aqui escrevi, o casamento é, na lei, um facto jurídico. Tanto se me faz que um homem case com outro, como o piriquito com o seu dono. As coisas só pioram quando envolvem menores, incapacitados do exercício dos seus direitos. Mas mesmo essa fronteira foi cavalgada. E outras serão...

Este longo interlúdio porquê? Porque o Doutor João Caupeurs foi nomeado Presidente do Tribunal Constitucional. E porque Portugal vive agora sob os desígnios de um novo Santo Ofício - de uma Inquisição que não perdoa.

O Doutor João Caupers há de ser - tudo o demonstra - uma pessoa educada e ponderada. Em tempos disse e escreveu coisas da maior lucidez sobre o inatural conceito de dois pais (o pai A e o pai B) ou duas mães (a mãe A e a mãe B) na criação de um filho. Disse-o e, sabe-se, mantem-no.

Logo as vestes albinegras das Catarinas sairam a terreiro (do Paço), reclamando a severidade do castigo. Que se retratasse, tinha de ser...

Não me alongo mais. Veremos no que dá. Entretanto, se as Catarinas lessem Frei Bento e Frei Bernardo Domingues, entre outros dominicanos, verificariam que o mundo mudou. Não, é claro, para a demolidora bandalheira para onde elas nos querem levar.



1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.02.2021 às 16:31

João Afonso Machado, "algo está podre no Reino da Dinamarca" quando damas de companhia (com gostos caros), de dedo em riste, pedem explicações ao Presidente do Tribunal Constitucional !
A gente já está por tudo, como se costuma dizer.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • zazie

    Está a perceber mal. É variante de luta de classes...

  • Anónimo

    cum quibus mercantur melones'é tãp lindo o maganão...

  • Anónimo

    Cambada de imbecis, de repente esqueceram-se de 3 ...

  • Anónimo

    Quem provoca o assédio são muitas mulheres que se...

  • Carlos Sousa

    E não há nenhum estudo que diga que para manter o ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D


    subscrever feeds