Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O ambientalista simplório em debate

por João Távora, em 02.10.19

Para aqueles que não assistiram, aconselho a ouvirem este debate, ainda na sequência da populista censura à carne de Vaca pela Universidade de Coimbra e secundada pelo nosso 1º Ministro. 



9 comentários

Sem imagem de perfil

De Jaime Palha a 02.10.2019 às 17:44

Suponho que se refira ao "vosso" Henrique Pereira dos Santos!? Esteve muito bem, aliás como os restantes convidados. Uma lufada de ar fresco. Um oásis televisivo. Em regra convidam sempre os mesmos papagaios ignorantes arregimentados. Por uma vez, debateu gente que sabe da poda. 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.10.2019 às 17:46

http://blogdodalailima.blogspot.com/ (http://blogdodalailima.blogspot.com/)

terça-feira, 1 de outubro de 2019

</a>

Prioridades (http://blogdodalailima.blogspot.com/2019/10/prioridades.html)



Antes de acabarmos com as vacas, devíamos acabar com os burros.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 03.10.2019 às 10:09

Errado. Os burros são animais muito úteis, que comem silvas e limpam terras que as vacas não querem limpar. São dos animais mais rústicos e mais baratos de alimentar que existe.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.10.2019 às 06:52

O "PÃOZINHO DE NOSSO SENHOR CRIA TANTO BURRO!", JÁ ASSIM SE DIZIA NA MINHA TERRA,,, , NEM SABEM MAIS O QUE INVENTAR COM TANTA  CULTURA!!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.10.2019 às 07:01

O que se seria da vida sem a posta maronesa ou a posta mirandesa grelhadas e com batata a murro!
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 03.10.2019 às 10:08

a populista censura à carne de Vaca

Não é populismo. É boa gestão do limitado orçamento da Universidade.

A Universidade não quer gastar demasiado dinheiro com as cantinas. Há fontes de proteína muito mais baratas do que a carne de vaca. A começar pela carne de frango, que é muitíssimo mais barata.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.10.2019 às 14:07

Se a razão é económica o reitor deveria assumi-la.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 03.10.2019 às 15:11

A razão é, não tenho quaisquer dúvidas disso, essencialmente económica.
Talvez o reitor o devesse assumir mas, por motivos de propaganda junto dos estudantes e não só, achou melhor assumir razões ambientais.
Só que, lá está: economia e ecologia são, no seu étimo, a mesma coisa. A carne de vaca é cara em euros precisamente porque é cara ecologicamente.
Eu de vez em quando compro carne de vaca para minha casa. 250 gramas para uma refeição para 3 pessoas. Vaca açoriana, de pastagem ao ar livre, tudo muito ecológico. Custa 20 euros o quilo. É isso que custa uma vaca de pastagem. É claro que muito poucos podem pagar tal preço. E a Universidade de Coimbra certamente que não pode. A Universidade pode pagar carne de vaca de 5 euros o quilo, mas essa é vaca alimentada a rações e nada ecológica.
Por isso, no fundo o reitor tem toda a razão.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 03.10.2019 às 18:46

A 20 euros o quilo? Vá contar essa a outro. Encontra carne de vaca dos Açores a muito menos de 10 euros, e em muitos lados. 
Essa da razão económica não tem pés nem cabeça: no Politécnico de Bragança só carne de vaca da região é que lá entra, que também é uma boa forma de reduzir a pegada ecológica.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se Portugal é um pseudo país não sei o que estás c...

  • Rui

    Quantas ligações OPO-LIS estão previstas. Já viu? ...

  • Rui

    Total desconhecimento da realidade económica do pa...

  • Rui

    Verdade, desde que seja um hub. Por acaso o senhor...

  • Anónimo

    concordoPor isso eu tenho a ideia que a democracia...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D