Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não, não sou do Chega, mas...

por João-Afonso Machado, em 21.03.22

Nos meus 30 anos, no Porto, vi-me envolvido numa sarrafusca, madrugada alta, com os "seguranças" de uma boite. Nada recordo, a coisa terá começado com um meu amigo e sobrou para mim. De que maneira! - fractura e hematoma cranianos, braço duplamente partido, cabeça suturada, etc. etc. O neurologista que me acompanhou, quando lhe disse (na manhã seguinte) queria ir para casa, redarguiu - Você fica aqui muito quietinho que por muito menos morreu o Joaquim Agostinho - E o meu Pai, entretanto chamado, pediu-lhe comedimento, ainda me matava da cura...

Foi uma semana de quietude total, a que se seguiu uma longa convalescença. Como disse, de nada me lembrava. Os meus amigos calados, amedrontados. À falta de outros meios apresentei no MP queixa contra incertos. Obviamente arquivada.

Duas décadas volvidas vim a saber o nome do principal autor da proeza, pela boca desses meus parceiros. Motivo: ele morrera entretanto, no quadro das batalhas entre gangues que dominavam a "noite" portuense (os "Pidás"...). Então eu já podia conhecer o episódio, o perigo jazia debaixo de terra...

Tudo a propósito dos quatro agentes da PSP sovados recentemente em Lisboa. Um deles (notícia de há pouco) morreu. E os agressores - algus, pelo menos, - eram fuzileiros navais.

Uma vida que se perdeu apenas porque, não estando fardado, resolveu cumprir o regulamento e intervir e sanar uma rixa... Poderia ter feito (e estar agora com os seus...) vista grossa e os da contenda que se amanhassem entre si.

Tudo revolta. É claro, vai proceder-se a averiguações. Preponderará o medo? O compadrio? Ou criar-se-à mais uma comissão de inquérito?



8 comentários

Sem imagem de perfil

De Abrenuntio a 21.03.2022 às 22:56

Não sei como mas lembrei-me de um tempo em que não era a PSP que resolvia altercações em certos lugares da tardia noite lisboeta.
Alguém berrava ---Vem a P.M. !
Em pouco tempo um pelotão saltava de jipes abertos , varria à matraca(não eram chanfalhos) a zona insubordinada,identificava e prendia todo o milico envolvido,rondava as proximidades.
De facto isto agora não tem nada a ver,lembrei-me.
Sem imagem de perfil

De pitosga a 22.03.2022 às 11:57


João-Afonso Machado,
Quase todos os adolescentes passam por este tipo de aventura/desventura. O dito neurologista era, pelo que conta, um idiota.



Já agora:
1o.  >>> Joaquim Agostinho morreu por traumatismo craniano (hematoma?) que não foi tratado a tempo devido a ser uma celebridade. Todos os "importantes" se cortaram e não os tiveram no sítio para o evacuarem do H. Distrital de Faro por helicóptero. Não havia autoestradas nem INEM e andaram a discutir o sexo das ambulâncias.
2o.  >>> sempre houve porteiros. Não há "seguranças" mas é mais chic usar esta aberração designação. Gostaria de ver um [ou uma que também as há] "segurança" a enfrentar um tipo armado com uma pistola vulgar.


Cumprimenta, com estima
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 22.03.2022 às 12:17

Caro Pitosga, o meu hematoma, bzstante grande resultava do dito traumatismo.  Atente que o autor da proeza a pontapés viria a ser baleado e morto à porta do seu próprio restaurante,  anos depois. Já por aí vê a qualidade do ambiente...
Seja como for, no caso recente (e por este meu post) um agente da polícia foi morto por um fuzileiro!!!
Uma situação que dá muito que pensar,  julgo eu
Sem imagem de perfil

De pitosga a 23.03.2022 às 12:06


João-Afonso Machado,
Na minha perspectiva, falta Autoridade e faltam tomates para a impor — il pomodoro.
Porque será que a palavra italiana é tão rica não só de conteúdo como de sabor?


Abraço, de estima
Sem imagem de perfil

De balio a 22.03.2022 às 14:46


resolveu cumprir o regulamento e intervir e sanar uma rixa


Esta história parece-me um bocado mal contada.


Uma rixa são dois (grupos de) tipos a lutar um contra o outro.


Vêem outros tipos e tentam sanar essa rixa, que é como quem diz, apartar os lutadores. Vai daí, que fazem os lutadores? Começam a dar porrada nos tipos, que eles nem sequer conhecem, que os estão a tentar separar.


Isto faz algum sentido? Então uma pessoa que está a lutar contra outra vai deixar de concentrar os seus esforços nela para em vez disso se dedicar a dar porrada nuns transeuntes que tentam pacificá-los?


Parece-me uma história mal contada. Se os polícias apanharam porrada, é provavelmente porque fizeram algum mal a quem lhes deu porrada. Não é apenas porque tentaram sanar uma rixa.
Sem imagem de perfil

De Miguel a 22.03.2022 às 17:08

dois amigos que já não se viam há tempo encontram-se e pergunta um..
-então que fazes na vida?
responde o outro-tirei um curso de "lógica"...
-"lógica" diz o outro...mas que merda é essa...
- olha é assim... tens aquário?
- tenho...- então se tens aquário é lógico que gostas de peixes?
- claro
- se gostas de peixes é lógico que gostas da natureza...
- uhm uhm....
- então se gostas da natureza é claro que gostas de mulheres
- pois tá claro que gosto e muito
- pronto a lógica é isto
Foram-se cada um pra seu lado e passado um pouco o outro encontra outro ex-colega e diz-lhe:
- Epá encontrei o Duarte e sabes que ele tirou um curso de lógica?
- mas que merda é essa?
- é assim... tens aquário?
- Não
- Beemm...então és paneleiro
Sem imagem de perfil

De pitosga a 23.03.2022 às 12:07

Veja e oiça Jô Soares.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.03.2022 às 21:27

Com certeaz!

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2015
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2014
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2013
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2012
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2011
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2010
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2009
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2008
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2007
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2006
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D