Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Nada de mau muda.

por Jose Miguel Roque Martins, em 22.10.21

São impressionantes os avanços tecnológicos, as maravilhas do progresso económico e social, a nossa vida nunca foi tão fácil.

Mas há coisas que nunca mudam. E nem sempre são as melhores.

Luís Filipe Vieira, foi abatido por um processo judicial. Logo a seguir, o que incompreensivelmente não tinha acontecido, aconteceu: foi executado judicialmente pelo novo banco que nos vai sugando dinheiro. Animal ferido é finalmente atacado.

Começam as manifestações dos combustíveis, avançam os subsídios, modernaços, de esquerda, que obrigam os beneficiários a gastar não onde querem, mas onde o governo quer. Circo, sobretudo político, já temos quanto chegue.  Pão á populaça é curto, carimbado, mas lá tem que ser de vez em quando. Baixar impostos e a despesa, diminuir o poder e controlo do Estado, nunca.  

E a classe política, pelo menos a que manda, resignada ao gosto popular, continua a esgrimir sofismas e a enterrar o pais. Como sempre.

Quem precisa de rotinas, pode estar descansado em Portugal. Nada de mau muda.



4 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.10.2021 às 22:14

Ouvi há pouco na sicN pelas 20h :26m (é uma intervenção de cerca de 2 ou 3 minutos) , onde foi explicado tim-tim por tim-tim que nos últimos anos o governo não só deu os meios necessários, como desinvestiu em todos os departamentos e serviços ligados ao combate à corrupção. Foi uma explicação simples e clara, para que todos nós percebêssemos o que se passa.  Ficamos a saber, ainda, que o PRR tem para todos esses sectores a astronómica quantia de 0,4 º/º . Extraordinário.  Se dúvidas houvesse, agora ficou clarinho como água que é intenção deste governo que nada se faça e nada se investigue. Lá sabem porquê...
Mas convinha que as pessoas ouvissem para tirarem as suas próprias ilacções.


Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2021 às 18:09

Aqui também:


https://portadaloja.blogspot.com/2021/10/o-director-do-dciap-parte-louca.html
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2021 às 09:50

Admito estar a fazer uma enorme confusão ou a ser injusto, mas servindo-me do que aconteceu ao sr. Vale Azevedo, penso que em Portugal (onde não vivo há décadas) enquanto se é presidente de um clube de futebol pode fazer as vigarices que quiser que a justiça atira para o lado as cascas dos amendoins.
O mesmo acusado deixa de ser presidente futeboleiro, e a justiça come tudo - amendoins e cascas.
Grandes mudanças que tem de ser feitas em Portugal para ser um país a sério.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2021 às 10:18



A ditadura perfeita terá a aparência da democracia, uma prisão sem muros na qual os prisioneiros não sonharão sequer com a fuga. Um sistema de escravatura onde, graças ao consumo e ao divertimento, os escravos terão amor à sua escravidão.. (https://kdfrases.com/usuario/dna76/frase/17307f)
― Aldous Huxley.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D