Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mesmo em seca, o Governo continua a regar

por João-Afonso Machado, em 10.08.22

É o ponto onde a minha gente é realmente beneficiada: na questão das águas e da fertilidade dos solos. Hoje ainda, verifiquei a fonte do jardim, a cantilena das suas bicas e da do tanque, conquanto seja notória a quebra nas maiores reservas e no seu caudal. Mas o milho não tem de se queixar e as vinhas também não. Uma terra santa, o Minho! E, felizmente, liberto das regadelas governamentais.

Li, há pouco, a Ministra da Agricultura, em Portimão, ante a aflição dos agricultores algarvios e alentejanos, usou os habituais artifícios: o Governo «está a fazer tudo» para apoiat o sector, com o qual já há «comprometidos» 100 milhões de euros...

Não há! E se houvesse, o Governo não estaria a «fazer tudo» - já tinha feito. Lograra já o maneio bastante para suprir as expectáveis consequências da seca em quase todo o País.

Manifestando a sua habitual indiferença, o Governo vem a público dar seca à lavoura com as suas regadelas. Como se esses 100 milhões de euros não custassem loucuras de burocracia, o ónus dos juros e as restantes costumeiras artimanhas que bloqueiam uma actividade em que as margens são ínfimas e o apoio tem de assumir um cariz essencialmente social.

Aguardemos. Vamos tentando descobrir por onde rabiarão esses 100 milhões de euros...



15 comentários

Imagem de perfil

De ROMI a 10.08.2022 às 21:54

Lembro-me de um slogan, num anuncio qualquer espanhol, que dizia (em espanhol, claro): "Podes ter dinheiro para comprar toda a água do mundo, mas não a há."  Para bom entendedor, está tudo dito.
Excelente partilha. 
Beijinho, bom descanso. 
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 10.08.2022 às 23:49

Obrigado Romi 
Um beijinho e um bom amanhã 
Imagem de perfil

De João Felgar a 10.08.2022 às 22:02

Estes lóbis do turismo, em ter os relvados verdinhos como no Minho, estão a hipotecar toda a região do Algarve, para a Ministra satisfazer o pedido dos betinhos. 


Espero que os 100 milhões seja para um equipamento de desnasalização, para conseguir ter água potável a partir da água do mar, como faz Israel, Arabia Saudita, e espero que não abram mais furos de captação de água, porque a água do mar tem entrado nos lençóis freáticos. 


João 
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 10.08.2022 às 23:58

João Felgar, apenas um reparo: a economia das nossas casas antigas minhotas (e durienses, transmontanas, beirãs...) vive muito do turismo rural.
A ideia é simples  - restauro das velhas casas de caseiros,  que já não os há, e
arrendá-las a semana,  quinzena,  mês . Taxa de ocupação fabulosa de Abril a Setembro. A minha gente tem 3, todas ocupadas até Outono, nacionais e estrageiros.
Desculpe o reclame...
Cumprimentos 
Sem imagem de perfil

De Zé Varela a 11.08.2022 às 02:25

No caso do Algarve, é um facto que se anda a gastar demasiada água em relação à disponível. Como resolver o problema? Não sei. Mas exige pensamento e solução urgente.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.08.2022 às 13:51

Faz-se publicidade ao Algarve e "esquecem-se" de uma das zonas mais maravilhosas do país: o Minho! Aliás, todo o Norte! Faz bem, João-Afonso Machado, em promover essa lindas terras, frescas e sempre verdejantes, com essa "cantilena de suas bicas e fontes"! "Uma terra santa".
Sem imagem de perfil

De balio a 11.08.2022 às 10:06

Eu aqui onde me encontro vejo uma pessoa que diariamente rega o relvado à volta da sua casa. Com água da rede, porque aqui não há outra. À mangueira e por vezes à hora de maior calor. Longamente, cuidadosamente, todo o relvado. A água ainda continua a ser tratada como se fora abundante.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.08.2022 às 19:21

Temos um governo imprevidente e imprudente. Medidas de prevenção: zero!!!
Sem imagem de perfil

De Anónimo 78 a 11.08.2022 às 10:36

José Roquette, que há anos trocou a a ctividade de banqueiro pela de viticultor, transformou a sua adega num modelo de gestão de água e está a substituir as castas por outras menos exigentes em humidade.
Há anos - mesmo anos - que, sem o conhecer, leio intervenções suas a dizer que a situação do Alentejo e do Algarve impõe que o governo avance na dessalinização.
Já agora, além da dessalinização, a Arábia Saudita é - tanto quanto sei - o país mais avançado na investigação da produção eléctrica por painéis solares usando nanotecnologia. E Alentejo e Algarve têm excelentes índices de solarização anual.
Em ambos os casos, o grande inconveniente é a natureza do PS..
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 11.08.2022 às 12:26

As medidas de poupança de água eram para ter sido tomadas e implementadas por volta de Janeiro, não em Agosto.
Quando se tem gente que não consegue ver para lá do dia de amanhã...
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 11.08.2022 às 12:56

As questões da gestão da água teriam sido interessante tópico aquando da campanha eleitoral. Nenhum dos presentes,  candidatos ou moderadores, o achou relevante. Falou-se de prisão perpétua, touradas, escalões de irs, geringonças e mais um par de botas.
Ou de produção hidroeléctrica... para quê carvão ou nuclear quando o rio anda a turbinar?
Sem imagem de perfil

De Filipe a 11.08.2022 às 18:19

Turbinaram em grande quando fecharam o Pego, depois admiraram-se da falta de agua nas barragens.
Sem imagem de perfil

De Salvador a 11.08.2022 às 23:16

Texto chato.
Feito com pretensões literárias.
As ideias transmitem-se directamente e sem floreados
Devia ter dito que o Governo mente e não sabe aplicar o dinheiro.
Fico o mérito da ideia 
Sem imagem de perfil

De pitosga a 12.08.2022 às 12:52


João-Afonso Machado,
que isto é um paiseco de gente estúpida já sabemos. E quando a estupidez e a aldrabice andam juntas está tudo f***.

Há uns 25 anos havia uma ideia parva de fazer 20 campos de golfe entre Tavira e V.R. de S. António. Os anormais, além do gasto de água, esqueciam o evidente: golfe é jogo de gente rica e esta gente gosta de um bom alojamento. Quem é que ia fazer hotéis de 5 estrelas naqueles 25km?

Muito bom para o Algarve foi a construcção de uma excelente estrada, pela serra, ligando Mértola a Castro Marim; pouparam 10km no percurso (o que é obra) com viadutos e pontes. Mas foi dinheiro muito bem gasto.

Encerraram a Central a carvão de Sines e agora dizem que por Sines vai vir gás para a Óropa.
Mais umas idiotices à solta para além do meu gosto.


Abraço
Sem imagem de perfil

De anónimo a 12.08.2022 às 13:17


Cada qual com as suas preocupações.
A CAP com a agricultura, a água.
A Ministra com as eleições, os votos.
Os políticos com o almejado, o pratinho de lentilhas.

Os eleitores com o sobrevivir, as migalhas do banquete.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Prostituição - e da mais reles...JSP

  • Anónimo

    Não desvalorizando de modo algum o ensino superior...

  • henrique pereira dos santos

    Seria um bocado estúpido partir do princípio que p...

  • jo

    As vagas supranumerárias exitem, custam recursos, ...

  • Anónimo

    Na academia esse é o "pergaminho" que gostam de ex...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2015
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2014
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2013
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2012
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2011
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2010
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2009
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2008
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2007
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2006
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D