Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais fundos, mais do mesmo.

por Jose Miguel Roque Martins, em 01.10.20

Em Portugal, os problemas, mitigam-se, adiam-se, mascaram-se, desvalorizam-se. Mas não se resolvem. E por isso estamos sempre a falar das mesmas coisas.

Os fundos Europeus que ai vêm, vão ser muito úteis. Para aliviar alguns problemas sociais. Para apresentarmos durante alguns tempos melhores contas.

Os nossos problemas reais, esses, vão ficar intocados. Vamos continuar a alimentar o crescimento de um Estado ineficiente, a ficar àespera de um subsidio, a não libertar a força criativa do mercado, a não apostar na liberdade e responsabilidade dos cidadãos.

Claro que depois teremos mais do mesmo: uma justa reivindicação da solidariedade que os nossos parceiros Europeus nos devem, face ao nosso evidente atraso e falta de culpa. Como podemos ser responsáveis se nada fizemos, a não ser cumprir diligente e cegamente regras burocráticas?

Ou mudamos no que importa, ou nada mudamos. Seria mesmo bom que o PS,  o PSD e os Portugueses se fartassem do peditório e....mudassem.

Ser pedinte é muito humilhante quando existem alternativas!

 

PS: Seria hilariante, se não fosse triste, a recente imposição de multas ( depois felizmente canceladas por ordem do governo) a quem se colectou para receber um apoio social.

 

 



5 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.10.2020 às 11:12

este século têm sido todos fundos perdidos.
a esquerda não governa nem deixa governar.
a governação está cheia de zeras e zeros à esquerda 
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 01.10.2020 às 13:49

A Direita em Portugal também é de Esquerda ou se quiser, Socialista.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.10.2020 às 09:46

só o Chega é de direita e não é caviar
com o pan estamos entregues às bichas e bichos
Perfil Facebook

De Francisco Carvalho a 01.10.2020 às 12:08

Ora agora peço eu ora agora pedes tu....e andamos a pagar sempre todos nós !!! CHEGA !!!
Sem imagem de perfil

De balio a 01.10.2020 às 12:25


A cultura mendicante de Portugal está alaborada em



http://portugalcontemporaneo.blogspot.com/

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    E essa história de embalar quem lha contou?"Durant...

  • Anónimo

    Hoje, na TV, o Dr. Filipe Froes fez uma declaração...

  • Anónimo

    Mas... não se derrubou já uma ditadura?!...

  • Anónimo

    Com sua permissão, José Mendonça da Cruz: "Em Port...

  • Anónimo

    Pois poderá arriscar uma multa de 80 milhões. Pode...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D