Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mãe, aquele menino roubou o meu brinquedo...

por João Távora, em 11.10.21

O dr. Nuno Melo considera que “alguns ficarão chocados” por ele defender “igualdade de direitos entre homens e mulheres”; e “espera que também não fiquem chocados” por ele defender “salários condignos” e “auxílio aos mais necessitados”. O dr. Nuno Melo receia “chocar” a plateia dele, mas não receia que os jornalistas e os eleitores imaginem que o CDS pensa como ele, e interpreta o país como ele, e no final produza estas puerícias e as confunda com declarações políticas. Alguém tem de explicar ao dr. Nuno Melo que ninguém em Portugal, nem nenhum partido, da ponta esquerda à ponta direita, discorda dele. Pelo menos há 40 anos. Ele que procure e faça o favor de nos vir mostrar o indivíduo que, no espaço do debate público, defenda direitos diferentes para homens e mulheres, ou salários indignos, ou que os mais necessitados devem permanecer sentados na borda do passeio.

É uma inclinação esquisita que dá nos putativos candidatos ao lugar de Francisco Rodrigues dos Santos, já o dr. Mesquita Nunes se apresentou com a ideia “chocante” de “desenvolver a economia sem deixar ninguém para trás”. Também não percebeu que uma ideia só é política e só é relevante se tiver um potencial de oposição. Quando toda a gente concorda, não é política – e dificilmente é uma ideia –; mais depressa se trata de um facto, ou de um desejo. (...)

A ler o artigo da Margarida Bentes Penedo na integra no Observador



7 comentários

Sem imagem de perfil

De The Mole a 11.10.2021 às 15:21

Quem não tem ideias ou princípios tenta viver de "bitaites" e "sound-bites"... e até se vai safando hoje em dia!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.10.2021 às 15:31


Exacto. Platitudes. Só reconhecemos o eventual autor de essas politicamente pueris jangadas verbais porque nos esclarecem que, na ocasião, foi uma afirmação de um Nuno Melo ou Francisco, Jerónimo, Costa ou Catarina, ou mesmo um Cavaco Silva. Boa gente, mas uns por dogma outros por oportunismo de circunstância. Mas sempre soando a falsete.

Curiosamente, e quanto a Rui Rio, esse tipo de caricata afirmação nem é nada o seu estilo. O homem é um desastre como comunicador e profere amiúde algumas fracesitas carentes  de estilo. Mas justiça lhe seja feita, sabe rir-se abominando esse tipo de dislates tão comummente praticados pelos seus confrades.

Tudo boa gente, bem intencionada que vai enriquecendo a tratar dos pobres.
Sem imagem de perfil

De JPT a 11.10.2021 às 16:22

Desconhecia a autora. Li todos os artigos de enfiada. Não partilho, de todo, o fascínio com o Chicão, mas, se a autora tivesse uma coluna semanal eu teria mais uma razão para (continuar a) assinar o Observador.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 11.10.2021 às 18:26

Nuno Melo e Mesquita Nunes parecem estar a pedir o apoio da Esquerda, o jornalismo neo-Marxista de Expressos, Publicos. RTP's....
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.10.2021 às 20:41

E não sei porque me lembrou,já nem sei por quem:
Sempre haverá pobres, tem de os haver!
Perfil Facebook

De Marques Aarão a 12.10.2021 às 09:05

Estamos a abarrotar de democracia, e ninguém se lembra de avançar para uma lei eleitoral decente, ou indo mais além, para um referendo onde os portugueses possam decidir entre uma republica estafada ou uma monarquia arejada.
Sem imagem de perfil

De Ferdinand Goose a 15.10.2021 às 11:11

Este Nuno Melo deve estar com senilidade precoce. Ou tem agenda. Não será
a o Messias que vai salvar o CDS, por este andar.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Compete ao Estado zelar por nós, dizem. Mas, e se ...

  • Anónimo

    Tempos difíceis se aproximam e o Costa põe o corpi...

  • Anónimo

    https://blasfemias.net/2021/10/26/vai-se-a-ver-a-c...

  • Anónimo

    Subscrevo. Um período de má memória que vai deixar...

  • Carlos Sousa

    Pois, a reposição do imposto extraordinário não co...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D