Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lula com os copos

por Vasco M. Rosa, em 05.09.14

 

Lula da Silva é certamente uma das figuras da história contemporânea do Brasil. É muitas vezes sobrevalorizado como pau de arara e sindicalista que acabou por presidir ao mais influente — e simpático —  país sul-americano. A simpatia pela sua ascensão inusitada não sobreviveu ao conhecimento de todas as suas trapaças, artimanhas, alianças esconsas, que deixaram uma nódoa inesperada no percurso de quem fez uma reputação supondo moralizar a história política do seu país. Nunca me hei-de esquecer (vivia em São Paulo nessa altura) a expectativa criada por uma comunicação política aquando do vórtice do Mensalão, que foi adiada por horas, em que se esperava que ele admitisse decidir tudo aquilo, e acabou por negar tudo, deixando cair todo o seu entourage partidária, amigos duma vida, comparsas desde sempre. Quando saiu do Planalto, teve um cancro, que foi tratado em hospital paulista onde jamais entraria o Lula da Silva de 1980 ou 1990, da mesma maneira que nenhum dos seus camaradas de infortúnio tiveram nenhures a sua vidinha de luxos, pinga e charutos que foram tema dos grandes caricaturistas que o Brasil felizmente tem. Lula fala como se o seu partido não tivesse revertido o indispensável  jogo democrático eleitoral ao comprar com donativos aos pobres e desocupados dos estados medievais dum país empreendedor e criativo a permanência governativa do seu partido, usando dinheiros públicos para grandes eventos, deixando largas parcelas do gigantesco território ao abandono e à criminalidade de todo o tipo.

O que Lula não é capaz (desonesto que ele é) de reconhecer é que Marina Silva, cuja experiência de vida se lhe assemelha de algum modo, é melhor candidata à presidência do país do que Dilma R, seu clone. Manter o partido no controlo absoluto do Estado é o seu alvo. A política internacional do Brasil cedeu a um evidente anacronismo ideológico.

Há dias caiu dum palco, numa campanha eleitoral em que se lançara, tentando conservar o índice do seu partido e seus parceiros políticos, quaisquer que sejam, desde que a vitória seja garantida. Estaria com os copos? Dizem que sim, o que a ninguém surpreenderia. 

Um país tão importante como o Brasil merece mais e melhor do que isto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



2 comentários

Sem imagem de perfil

De Maria Carvalho a 05.09.2014 às 16:44

Parabéns. Fiquei muito feliz por ver que partilha da minha visão sobre a triste figura de Lula e de seus PTralhas . Pena é saber que ainda há quem acredite nesta gente e até hoje ainda não consigo vislumbrar o que os doutores da Universidade de Coimbra viram na criatura para lhe outorgar o título de Dr. numa faustosa cerimónia que muito agradou a alguém que sempre se orgulhou de não gostar de ler nem aprender.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 06.09.2014 às 00:50

O Brasil está feito num oito. É impressionante a quantidade de nulidades que se apresentam às eleições presidenciais. Ainda é pior do que cá. O eleitorado ou reelege uma incompetente, que não tem mão no seu partido (o qual, segundo Ney Matogrosso, é o partido mais corrupto do Brasil...), ou vota na versão feminina do Francisco Louçã do Brasil. Para complementar a loucura colectiva, o candidato do PSDB já afirmou que se ficar em terceiro lugar na primeira volta, apoiará Marina Silva na segunda volta. 


Foge, deixa-os lá estar bem longe...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Luís Lavoura

    Os debates televisivos têm euforia e sobreposição ...

  • Luís Lavoura

    Eu sigo um método muito simples para decidir em qu...

  • Anónimo

    Hoje em dia há filhos, com e sem religião, seja de...

  • Pedro Picoito

    Acho. (Não acho nada, estou a gozar.)

  • Luís Lavoura

    vá para casa fazer filhos, muitos filhos, a única ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D