Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Janinas, Janinas, Janinas (...da Silva)

por João-Afonso Machado, em 19.02.20

E pronto, amanhã as Janinas (contracção das possidoneiras Joacine, Ana e Catarinas) terão resolvido a seu contento mais um "tema fracturante". Muito gostam o raio das mulheres de "fracturar", mesmo à revelia do saber e da vontade do povo!

Do povo que antes só se suicidava no desespero causado pelas maldades fascistas; do povo que agora o passará a fazer, com ou sem ajuda, para se ver livre do seu sofrimento fisico e moral, ambos ditados pela doença - doença "terminal", apressam-se as Janinas a esclarecer; mentira - como, o outro dia, bem lembrou um médico: a tetraplagia, por exemplo, é uma doença crónica.

Aguardam-se, pois, as tradicionais rectificações vindas a lume no Diário da República (além de baterias e baterias jurisprudenciais) para colmatar as indecifrabilidades do legislador, na sua pressa de "fracturar".

Quatro notas me parecem, entretanto, relevantes:

- A primeira a honrosa personalidade demonstrada pelo PCP ao não embarcar nesta palhaçada. Confesso, não li as razões que aduziu, mas o facto permanece - não alinhou em "fracturas" urbano-caviaristas.

- Depois, esta tirânica fonte de poder em que se estão a transformar as Janinas e os seus animaizinhos do PAN.

- Também, a costumeira plasticidade de Costa - como cidadão pensaria assim, como governante pensa assado: a dar de comer a gregos e a troianos.

- Por fim, a posição pessoal de Rio. Não é a de um humanista. Está no seu pleno direito de entender a realidade como a entende, e eu de não votar nele (e no partido dele, enquanto ele o dirigir) por causa do seu entendimento.

No mais, este novo - e "fracturante" - diploma legal nada assusta. A não ser que as Janinas consigam impor ao pessoal de Saúde (médicos e enfermeiros) a obrigação de praticar a eutanásia. Porque, se assim não for, entre a objecção de consciência da esmagadora maioria e um SNS permanentemente coxo, continuaremos a optar pelo suicídio ou pela morte natural. Sem interferências de terceiros, sempre suspeitas, sediciosas ou oportunistas.

 



1 comentário

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 20.02.2020 às 09:48

doença "terminal", apressam-se as Janinas a esclarecer; mentira - como, o outro dia, bem lembrou um médico: a tetraplagia, por exemplo, é uma doença crónica

Todos os projetos de lei em debate clarificam explicitamente que se destinam somente a doentes terminais.

Portanto, é mesmo para doentes terminais. Não é para (por exemplo) tetraplégicos. Quem fala de tetraplégicos está a desviar a conversa para algo que não tem nada a ver com os projetos em discussão.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • henrique pereira dos santos

    Especialista em eucaliptos? Não tenho essa ideia.

  • Esteves

    Secretario de estado ? EnganoO andre é candidato ...

  • Esteves

    "Asneira. Já houve no mundo montes de epidemias qu...

  • Esteves

    cairem de um andaime, têm covid... sao contabiliza...

  • Esteves

    O andre nao se rege pela natureza... a natureza re...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D


    subscrever feeds