Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ironia é o Hino do MFA de 1974 ser na verdade ianque!

por Maria Teixeira Alves, em 24.04.14

Não se podia esperar grande coisa de um movimento que escolhe para hino, uma música do seu maior inimigo...

O Hino do Movimento das Forças Armadas, no 25 de Abril de 1974, era na verdade uma música norte-americana: Life On the Ocean Wave, composto por Bobby Scott.

Ora, os Estados Unidos eram (e são historicamente) os maiores inimigos do Comunismo. Os EUA foram os maiores opositores à luta das ex-colónias pela independência (ver anexo), por oposição aos apoiantes que eram os países comunistas (as ruas de Maputo, desde que adoptou esse nome, até hoje se chamam Mao-Tse-Tung e Karl Marx). Mas o movimento do Otelo Saraiva Carvalho teve logo a pontaria de escolher uma música do inimigo para o representar. Só podia estar condenado ao fracasso.

 

 

Anexo: Depois de muitas críticas, construtivas, às minhas declarações sobre a posição dos Estados Unidos na Guerra do Ultramar. Venho corrigir as minhas declarações. Na verdade deveria ter explicitado que:
"As grandes potências emergentes da II Guerra Mundial, os Estados Unidos e a União Soviética, alimentavam — quer ideologicamente, quer materialmente — a formação de grupos de resistência nacionalistas, durante a sua disputa por zonas de influência. É neste contexto que a Conferência de Bandung, em 1955, irá conceder voz própria às colónias, que enfrentavam os mesmos problemas e procuravam uma alternativa ao simples alinhamento no conflito bipolar que confrontava as duas grandes potências.
Isto é, os Estados Unidos estavam no lado oposto ao da União Soviética que apoiou as facções vencedoras das guerras e que acabaram por assumir os governos dos países na independência. 



18 comentários

Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 24.04.2014 às 12:03

Pronto, pronto não me batam mais. 
De qualquer maneira, os Estados Unidos são os históricos opositores do comunismo. 
A verdade é que não há nenhuma avenida Kennedy em Moçambique ou Angola. Mas há Lenine, Karl Marx e Mao-Tsé-Tung. Pronto, para o que quero dizer, chega.
Agora aceito as críticas sobre a ausência das manobras diplomáticas secretas dos americanos... 
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 24.04.2014 às 12:04

*ausência neste post, bem entendido.
Sem imagem de perfil

De Costa a 24.04.2014 às 12:42

Eu diria que "secretas", poderão ter sido as alegadas conversações, referidas nestes comentários, entre militares portugueses e a CIA, após o golpe de 25 de Abril. Creia que posição norte-americana quanto aos territórios portugueses em África, o cerne do seu "post", nada tinha de secreto. 


E se algo afinal os conteve, aos norte-americanos, terá admissivelmente sido a importância das Lajes, ao tempo e por exemplo (mas não apenas) em face da situação no Médio-Oriente, no tráfego militar transatlântico dos EUA.


Quanto à toponímia, onde está a surpresa, o que se poderia esperar? Os vencedores, as organizações alinhadas com o comunismo, como bem se aponta na citação da sua adenda, a aceitarem outros nomes que não os que esses ou afins?...


Costa

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Oscar Maximo

    Pagamento único, para rir, certamente. 

  • Anónimo

    Esta é das tais situações (raras) que mesmo os ceg...

  • Anónimo

    que se passou no caso Marega é o que se passa sem...

  • zelisonda

    Meu caro Joaquim,1.-Se não sabe eu digo: foi arqui...

  • Anónimo

    Só uma pergunta. Os agora racistas de Guimarães, n...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D